A PALAVRA DO EDITOR

Se o Presidente Bolsonaro é miliciano mesmo, como vivem repetindo os zisquerdóides, por que é que as escolas de samba não o homenagearam nos seus desfiles?

Hein?

Que coisa estranha…

Os chefes das milícias cariocas deram um tremendo furo ao não exaltar e elogiar no desfile deste ano o miliciano que atualmente ocupa o Palácio do Planalto.

Afinal, milícias e milicianos são tudo do mesmo saco.

Será que as milícias cariocas estão incomodadas com a política de segurança do atual governo? Será?

A propósito, o livro de Manuel Antônio de Almeida, que está ali num cantinho da minha estante, deveria ter o seu título alterado pra se adaptar aos dias de hoje.

Ao invés de Memórias de um Sargento de Milícias, deveria ser chamado de Memórias de um Capitão de Milícia, para ficar em consonância com a patente do atual presidente da república.

2 pensou em “UMA DÚVIDA CRUEL

  1. Ocorreu um ledo engano: Bolsonaro, foi, sim, homenageado por algumas escolas. Felizmente ele não foi esquecido!
    MANCHETE 1:
    Bolsonaro é alfinetado em desfile de escolas de samba no Rio
    Escolas de samba como São Clemente e Mangueira fizeram críticas ao governo do presidente em seus desfiles
    MANCHETE 2
    ‘Carnaval está antecipando o fracasso retumbante do governo Bolsonaro’, diz pesquisador
    Com mensagens de repúdio ao governo e aos retrocessos, escolas de samba retomam crítica social e colocam presidente como a figura ‘mais ridicularizada’, avalia Bruno Baronetti
    MANCHETE 3
    Não foi só no Rio: Acadêmicos do Vigário levou à avenida palhaço gigante vestido de Bolsonaro. Presidente ainda foi satirizado por outras escolas em São Paulo e no Rio
    MANCHETE 4
    Com críticas sociais e políticas, os desfiles das escolas de samba de São Paulo e do Rio de Janeiro lançaram na avenida mensagens de alerta sobre o futuro do Brasil. Nestes quatro dias de festa, a pauta carnavalesca foi marcada pelo repúdio ao governo Bolsonaro e aos retrocessos, preconceitos e violência por ele representados. Na análise do professor e pesquisador em cultura popular Bruno Baronetti, “o carnaval está antecipando o fracasso retumbante do governo Bolsonaro”.
    MANCHETE 5
    Jair Bolsonaro, o maior ridicularizado desse carnaval

Deixe uma resposta