DEU NO JORNAL

O presidente da Câmara de Canela, no Rio Grande do Sul, Alberi Dias (MDB), sugeriu a pulverização do álcool em gel em todo território municipal.

Segundo ele, a ação seria feita como a pulverização nas lavouras.

A ideia foi dada durante a sessão da última segunda-feira (15) na Câmara.

Alberi disse que o procedimento poderia ser feito por aviões.

“Nós poderíamos pulverizar ao menos nossa cidade. Temos vários empresários que são donos de helicópteros, de aviões. Não sei se existe o álcool em gel líquido, mas seria bom pulverizar, porque o vírus está no ar. É uma coisa de outro mundo. Pulverizam lavouras com avião. Talvez fosse uma ideia, porque o álcool em gel não faz mal, não vai prejudicar ninguém, não vai manchar roupa de ninguém, o telhado de ninguém. É uma ideia. Hoje eu acordei pensando nisso: por que não pulverizar?”, disse ele.

* * *

Os fabricantes de álcool gel aprovaram entusiasticamente a criativa ideia do vereador de Canela.

Além disso, os cachacistas da cidade se uniram pra defender a implantação imediata da medida sugerida pelo edil.

Os bebinhos ainda propuseram que ao álcool fosse acrescentado um bom percentual de cachaça pura.

Tomar umas e outros num boteco sentindo nos ares os gostoso cheiro de aguardente é uma sensação inebriante.

12 pensou em “UMA CHUVA INEBRIANTE

      • Certeza que o texto não é daquela simpática moça, amiga do “B”oiano, que saúda a mandioca em noites de lua cheia? É cada lobisomem que aparece… Isso é reflexo da tal pátria educadora?

  1. Pensei que a existência de vereador imbecil era só no nosso atrasado Nordeste, mas no Rio Grande do Sul, não deixa nada a desejar.

  2. Qual a intenção verdadeira que deve estar por trás dessa idéia
    do despertar matinal do edil.

    Como alguns Fubânicos já falaram. Tal teor alcoólico pensamentista. Tá pau à pau com o “estocar vento”. Deve ser da mesma cepa.

  3. Gente, fiz um comentário sobre isso no bar do Zé, que fica perto da minha casa, só que que falei que seria álcool liquido, e os frequentadores assíduos correram pegar guarda chuva, mas é para usar ao contrario, para armazenar álcool.

  4. E pensar que estamos sob o comando de sumidades como esta.
    O que trinta anos de esquerda fizeram com nossa educação. Perdemos quase que completamente a capacidade cognitiva.
    Já disse Albert Eisntein:
    “Insanidade é fazer sempre a mesma coisa várias e várias vezes esperando obter um resultado diferente”.

Deixe uma resposta para Rogerio Araujo Cancelar resposta