A PALAVRA DO EDITOR

O desvario desesperado contido nos últimos textos do colunista fubânico Goiano, um devoto radical da seita lulaica, é um excelente indicador de rumos, um magnífico ponto de referência pra quem exulta com o aniquilamento e o sepultamento do PT.

É fato provado, demonstrado, certo, acabado, laboratorialmente testado, que tudo aquilo que os petistas detestam é bom, é ótimo, faz bem e engrandece o país.

Quando Goiano se refere furiosamente a Bolsonaro, chamando-o de “fascista”, e esculhamba as mais de 57 milhões de pessoas que o elegeram, a gente tem a certeza de que a situação está boa, que o país avança e que tudo está dando certo.

Um ano inteiro sem uma única notícia de ladroagem ou de corrupção dentro do governo federal!!!

Quando tenho qualquer dúvida sobre o andamento atual das coisas no Brasil, releio o que Goiano escreve e minhas dúvidas se acabam.

A coluna dele de hoje está arretada!!!

Vale a pena transcrever um parágrafo inteiro.

Vejam que indicativo excelente pra orientar o caminho de quem raciocina e enxerga a realidade:

Hoje, quem era direita e tornou-se bolsonarista, aderiu automaticamente à burrice, caracterizada por desprezo pelos direitos conquistados pelos trabalhadores, preconceitos generalizados contra índios, quilombolas, negros, mulheres e homossexuais, nacionalismo e ufanismo exacerbados, uso da religiosidade na política, adoção de políticas econômicas de interesse exclusivo do grande capital, negação da defesa do meio-ambiente, formação de bloco com países extremamente conservadores e distanciamento dos demais, retorno aos costumes moralmente retrógrados e ultrapassados, discurso aguerrido contra as ideias vanguardistas, divisionismo ideológico, falsa difusão de ameaça comunista e tantos disparates que torna-se difícil reuni-los e comentá-los em uma breve exposição.

Recomendo a vocês que leiam o texto todo, do começo ao fim.

A perplexidade que vocês irão sentir vale a pena, pois mostrará que estamos de braços dados com a racionalidade e a coerência.

O furioso emputiferamento do nosso colunista, ponto de referência pra quem quer tomar o caminho certo, é uma coisa horripilante, mas muito boa pra levantar o astral de quem usa a razão e enxerga a realidade corretamente.

Enfim, os 57.796.986 de brasileiros que elegeram Bolsonaro – e que um ano depois já são bem mais – estavam certíssimos.

A propósito do fato de Goiano chamar Bolsonaro de “fascista”, escutem o que o presidente fala sobre fascismo no vídeo que está na postagem intitulada Um Encontro Comovente.

O fascismo que os pracinhas do Exército Brasileiro, do qual Bolsonaro é Capitão, ajudaram a derrubar na 2ª Guerra Mundial.

Deixe uma resposta