COMENTÁRIOS SELECIONADOS

Comentário sobre a postagem MAGNOVALDO SANTOS – PALM COAST-ESTADOS UNIDOS

Magnovaldo:

Sou filho de retirantes nordestinos.

Meu pai foi valente o suficiente para vencer a inércia, foi para Mato Grosso trabalhar na construção da Estrada de Ferro Brasil Bolivia entre Corumbá (onde nasci) e Santa Cruz de La Sierra.

Operário, beiradeiro, sem estudo, mas honesto até o tutano dos ossos, do que tenho muito orgulho.

Continuo sendo ligado ao sertão.

Formei-me Engenheiro e só Deus sabe o que passei para tal.

Há 21 anos moro nos Estados Unidos, já tenho a cidadania americana mas sempre fui e serei brasileiro e simplório como a maioria de nosso povo.

Tenha sempre uma grande apreciação de minha parte.

Que Deus o tenha, a si e a sua família.

Um abraço.

* * *

Nota do Editor:

Quando decidi dar destaque a este comentário, pedi ao Magnovaldo que me mandasse uma foto dele pra ilustrar a postagem.

Ele mandou-me não apenas a foto. Junto com ele, vieram também dois textos em arquivo Word, nos quais ele fala do pai e dele mesmo.

Achei os textos tão comoventes e tocantes que pedi permissão a Magnovaldo pra juntá-los a esta postagem.

E ele me concedeu a permissão.

Quem quiser ler, é só clicar aqui .

14 pensou em “UM FUBÂNICO NOS ZISTEITES

  1. Mestre Berto, por favor a seus leitores, peça para João lhe ensinar com colocar a opção para compartilhamento dessas duas cartas. Elas têm que ser divulgadas principalmente entre essa geração Nutella que nunca soube nem o que é ir para a escola a pé.

    • Basta você clicar aí no link que está no final da postagem que abrirá a página com as duas cartas. Aí é só você copiar o endereço no cabeçalho que estará aberto na sua tela. E distribuir pra quem você quiser. Aproveite e distribua também o link do jornal pra fazer propaganda dessa gazeta escrota, seu cabra.

  2. O pai gastou uma sola de pneu de caminhão da alpergata no caminho.

    Comovente e edificante a história do Magnovaldo e sua família.

    Hoje, moram nos EUA, Brasil, Austrália e são cidadãos do mundo.

    Obrigado caro Magno e mestre Berto por nos proporcionarem estes momentos.

    Beijos.

  3. Atualmente a atividade mais frenética de Magno, o Valdo, é ficar, como Sancho, olhando a unha do dedão do pé crescer.
    Aproveitando o biográfico texto de Valdão, nosso fubânico amigo, agradeço ao reverendíssimo Berto e aos artigos dos colunistas fubânicos, que muito auxiliam Sancho quando acabam os remedinhos que o psiquiatra receita a cada três meses.

  4. Magnovaldo

    Não sou nordestino de nascimento como você, nasci em SP, para onde meu pai veio,fugindo da seca e da fome.
    Eu também sou engenheiro, e quando vejo a minha mesa embaixo do ar condicionado, sinto que estou exatamante onde meu pai queria que eu estivesse, e quem era meu pai?
    Era exatamente igual o seu, o meu era canteiro de profissão e minha mãe tecelã,a moral deles era tão reta quanto as estradas de ferro que seu pai fazia e tão rigida como as pedras que que o meu cortava e posso garantir, sem a qualidade deles eu não seria nada.
    Obrigado por compartilhar conosco a sua, a minha e a história de todos nós.

  5. Berto, só nessa gazeta escrota para dar voz para alguém com uma história
    tão bonita.
    Tenho idade próxima à dele e também sou aposentado e confesso que não fico olhando a unha do dedão crescer, mas, sim, fico coçando o saco mesmo.
    Berto, contrata esse cabra pra escrevinhar por aqui ome!!!
    E não pague nada pra ele também como você faz com esses outros escrevinhadores que me alegram os dias.
    Abração!

  6. Meus queridos amigos fubânicos.
    Agradeço as palavras carinhosas e encorajadoras de cada um de vocês.
    Sei dos valores das lutas de nossos pais para que pudéssemos ter uma vida melhor, e tenho certeza de que, apesar dos sacrifícios que fizemos, nossos filhos e netos terão um futuro menos duro que o nosso passado.
    Apenas quis compartilhar um pouco de minha modesta experiência de vida com o Berto, grande guru, papa, presidente, imperador, guia e inspiração dessa gazeta fantástica que é a Besta Fubana.
    Tenham um alegre final de semana, cheio de paz e alegria junto aos seus queridos.
    Abraços a todos (contentem-se com abraços, pois não mando beijos para cabras machos.
    Magnovaldo

  7. Estou impressionada com a trajetória de vida de Magnovaldo dos Santos, a começar pela árdua luta do seu pai para formar uma família, que logo se esfacelou pela viuvez precoce. Além dessa triste ocorrência, a família ainda enfrentou muitos percalços pela frente, sem que ninguém enveredasse pelo caminho do mal. Com a ajuda de Deus, a honradez e a honestidade, essa história foi coroada de êxito.

    Parabéns, Magnovaldo! Você é um herói!
    Seja bem-vindo,à comunidade fubânica!

    • Obrigado, Violante. Sou seu fã, estou sempre lendo seus escritos. Suas palavras são reconfortantes e eu me sinto orgulhoso delas.
      Um abraço,
      Magnovaldo

  8. Obrigada pela gentileza de suas palavras, prezado Magnovaldo!
    É uma satisfação tê-lo entre nós, aqui no JBF.

    Tudo de bom, e uma ótima semana!

Deixe uma resposta