FRANCISCO ITAERÇO - MEUS RISCOS E RABISCOS

Quando os meus olhos
Solitários eles enxergam
A claridade dos templos
Veem a extensão dos Céus
No meu infantil sossego
Aí sim, eu penso em Deus

Quando o meu sorriso
De esperança ele é cheio
Quando abro os meus lábios
E acalento a minha dor
Quando feliz eu me creio
Eu logo penso no amor

Quando o que é mais belo
E o singular me encanta
Quando eu sinto o prazer
O prazer de estar aqui
Quando a luz da esperança
Vem a mim imagem santa
Juro amor, eu penso em ti.

8 pensou em “TUDO QUE EU PENSO

    • Goiano meu velho amigo de guerra, Obrigado pela leitura e pelo honroso comentário, espero merece-lo sempre.
      Bom dia e um abraço virtual.

      Itaeço
      Imperatriz-ma

    • Minha querida amiga Violante Pimentel, que bom amanhecer o dia lendo seu comentário, motiva-me melhorar sempre para atender seu refinado gosto e merece-lo cada vez mais.
      Bom dia e meu abraço. Fica com Deus minha amiga.

      Itaerço
      Imperatriz-ma

Deixe uma resposta