ADONIS OLIVEIRA - LÍNGUA FERINA

Todos nós, que vivemos atualmente no Brasil, muito especialmente os que vivem nos estados nordestinos, todos amaldiçoados sob o comando de algum comunista canalha (olha o pleonasmo), estamos em situação análoga à de um encarcerado em presídio de segurança máxima. Somos constantemente vigiados, xeretados, manipulados, usados, avacalhados, desmoralizados, tratados como imbecis e perigosos, retardados mentais, e por aí segue. Esta tem sido a tendência mundial nos últimos anos, muito exacerbada após a eclosão da estória do Covid 19, e que encontrou no Ne do Brasil terreno altamente propício à proliferação dos tiranetes de opereta na política.

Junte, num mesmo espaço geográfico limitado, uma multidão de mendigantes famélicos proliferando que nem baratas em esgoto e todos em um estágio de evolução mental situado entre um babuíno e um orangotango, juntamente com uma casta hereditária de políticos totalmente desprovidos de escrúpulos morais e absolutamente ávidos por um enriquecimento ilícito e rápido às custas das verbas governamentais; teremos então o caldo cultural perfeito para que essa casta de imbecis autoritários passe a dar vazão sem limites à imensa montanha de canalhices e imbecilidade que lhes vai n´alma, através de todas as arbitrariedades mais difíceis de se imaginar.

Quando se pensa que os caras atingiram os píncaros da imbecilidade, com alguma “obrada” que representaria o ápice da imbecilidade humana, eis que os “carcamaños” se suplantam e, em um esforço sobre-humano inaudito, conseguem ser mais imbecil e mais canalha ainda do que haviam sido até então. A imbecilidade é infinita!

A cada vez que o cidadão se vê compelido (ou forçado) a ter algum contato com o aparato estatal, o mesmo é imediatamente reduzido à condição de mendicante e de bandido. Sua palavra não serve para nada. Sua assinatura e merda é a mesma coisa. Tudo tem de ser referendado com o beneplácito de alguma “otoridade”. Você é o cocô do cavalo do bandido. Eles são os poderosos. BANDIDOS!!! BANDIDOS FILHOS DE UMA PUTA!!!!

É por estas e outras que estou lançando, aqui e agora, o manifesto de fundação de um novo partido:

Partido Operário da Revolução Radical – PORRA!

1. Extinção imediata de todo o nababesco aparato judicial do país.

SOLUÇÃO: Desmobilização imediata das hordas de procuradores, auditores, corregedores, desembargadores, ouvidores, e coisas que o valha. RUA! Para toda esta imensa legião de parasitas. Adoção da Lei da Sharia e do “Common Law”. Significa dizer que o código penal será reduzido a poucos artigos simples e diretos. Algo como: a) MATOU? MORRE! b) Roubou? Cortam-lhe a mão! Se for funcionário público, PENA DE MORTE! Penas decididas por tribunais ELEITOS localmente e julgados por jurados da comunidade. Ritos sumaríssimos, execução de penas idem. Se uma comunidade, for composta majoritariamente por pessoas que abominam a pederastia, este ato passa imediatamente a ser punível. Quem quiser praticá-lo, que vá viver em local onde as pessoas se deliciem com este acepipe.

2. Extinção de TODA E QUALQUER forma de subsídio estatal.

SOLUÇÃO: Eliminação de todo o imenso e custoso aparato de ONGs, Institutos, Fundações e afins, todos sobrevivendo às custas de recursos públicos. O sistema “S” deve ser doado aos seus funcionários e passar a viver apenas dos recursos próprios que vier a gerar. Fim do “Bolsa Isso”, “Bolsa Aquilo”, Vale-Gás, Vale Transporte, Vale Pano de Boi, Vale o Diabo a quatro! Ficar TERMINANTEMENTE PROIBIDO qualquer político canalha e demagogo (pleonasmo de novo) propor que o estado dê PORRA NENHUMA A NINGUÉM. O Estado não foi criado para ser uma Santa Casa de Misericórdia!

3. Extinção do Ministério da Assistência e da Previdência Social.

SOLUÇÃO: Eliminação do imenso e custoso aparato estatal, antro das maiores corrupções e valhacouto das aposentadorias milionárias de políticos e funcionários públicos LADRÕES. Quer se aposentar? Trate de poupar e construir um patrimônio! Assim, quando a velhice chegar, terá do que viver. Esse negócio do governo ser o paizão de todo mundo, sugando a poupança de todos e aplicando só Deus sabe onde, só dá nesta merda que aí está. CHEGA! A única coisa que cresce na mão dos outros é BILOLA! Bando de filhos da puta, coletou meu dinheiro por mais de 40 anos e, ao final, vem me dar uma aposentadoria de merda porque Lula pegou o dinheiro e financiou obras na Puta que o Pariu, que não vão nos pagar nunca mais; roubou desbragadamente, deu aposentadorias nababescas a tudo que é terrorista, deu aposentadorias miliardárias a tudo que é filho da puta do governo, e o resto da população que se exploda. Quando é agora, ganha-se em todas as instâncias da justiça o direito a que sejam consideradas TODAS AS CONTRIBUIÇÕES FEITAS, aí chega o grande filho da puta Alexandre de Morais, só preocupado em perseguir jornalistas e políticos que não gostam dele, senta em cima do processo e enfia ele no CU.

4. Extinção do TERRORISMO ESTATAL nas estradas.

SOLUÇÃO: Diz a Constituição Federal que todos nós possuímos o direito de ir e vir, a depender apenas da nossa vontade. Só que, entre o ir e o vir, temos de transitar por estradas e vias públicas. É exatamente aí onde a multidão de filhos da puta se esbalda. Começam colocando centenas de câmaras de televisão para nos fiscalizar e multar a cada curva. São multas pesadíssimas e que já estão fazendo parte do orçamento de algumas prefeituras de merda, onde não há nenhuma atividade econômica. A solução encontrada é esfolar os incautos que só desejam passar ao longo da cloaca que chamam de cidade. São milhares de placas com os dizeres: REDUZA A VELOCIDADE. Reduzir para quanto? Outrossim, é uma parafernália de placas comandando as velocidades mais esdrúxulas. Ora é 40, depois é 20, volta a 30, vai a 60, depois se autoriza 80 numa estrada feita para 100. Fica claramente evidente que, para estes crápulas, a grande solução para eliminar os acidentes de trânsito é NÃO TER TRÂNSITO! É ter todo mundo viajando em velocidade de enterro ou procissão. Não interessa que a engenharia das estradas seja um desastre; ou que os babuínos famélicos invadam as estradas e suas laterais com todo tipo de atividade; ou que a estrada seja transformada em passeio público pelos prefeitos, com motos, bicicletas, carroças e os mais diversos tipos de animais desfilando nela. NÃO! Nada disso importa. O que interessa é que você, que só quer passar por aquela bosta de localidade, tem de passar por lá se arrastando. Para isso, a grande providência é a construção de lombadas. São milhares e milhares, empesteando todas as nossas estradas. Quanto mais bosta for uma localidade, mais lombadas terá. Só para dar um exemplo, a cidade de Picos, no Piauí, deve ter mais de uma centena de lombadas entre a sua entrada e a sua saída. Já se viu que aquilo lá é um cu. Qualquer puteiro de beira de estrada se acha no direito de infernizar a vida dos transeuntes com as amaldiçoadas lombadas. Até a Polícia Rodoviária, mesmo em uma Autopista como a que vai de Recife para Caruaru, trata logo de encher a pista de lombadas e os motoristas que se fodam! A Secretaria da Fazenda, como não poderia deixar de ser, também tratou de colocar as suas, a fim de cagar ainda mais com a porra da estrada. A imbecilidade está tão entranhada no inconsciente da multidão de primatas que até a BR-101, recém duplicada, já está totalmente empestada com lombadas e câmaras do “Big Brother” querendo foder com o cidadão. Chegou ao ponto em que em Goiana, um bêbado foi atropelado e morreu. Só que ele estava bem embaixo de uma passarela. Não usou por preguiça! No dia seguinte, multidões de macacos humanoides queimaram pneus na pista, interrompendo todo o fluxo entre o estado de Pernambuco e os demais. Perguntados sobre o que seria aquilo, disseram que era “UM PROTESTO”. Contra o que ou quem, nem eles mesmos sabem. Deve ser contra a “elite dozói azul” que anda de carro e sair por aí matando bêbados. Logo depois, algum filho da puta colocou uma imensa lombada no local.

Eu acredito que, a esta altura, já deve ter dado para meus preclaros leitores perceberem o quanto eu estou satisfeito com o “amado” aparato governamental de nosso país. Esta conversa vai longe! Encerrarei citando uma pequena parte da singela homenagem que fiz a Lula lá pelos idos de 2003.

Parafraseando Gonçalves Dias

Minha terra tem tanto ladrão,
Que até não acaba mais!
Os ladrões que lá fora roubam,
Não sabem como se faz.
Tem que fazer na surdina,
E Sendo da lei o capataz!
Até nosso Presidente,
Tão fingido de inocente,
Hoje é o pior ladravaz.
Não permita Deus que eu morra
Sem ir embora desta pôrra,
E aqui não volte jamais!

P.S. Certos estão Allan dos Santos, Ana Paula Henkel, Olavo de Carvalho, e tantos mais que conseguiram ir embora desta merda e ficam assistindo ao nosso naufrágio de camarote e à distância. Ai que inveja!

3 pensou em “TERRORISMO ESTATAL – PORRA!

  1. Não esqueçamos, caro Adonis, de acrescentar aos propósitos ou diretrizes do PORRA, a extinção de um dos maiores males que essa horda jurisdicente (perdoe o falso neologismo, produzido na certeza de que, logo, um luminar linguista (estudioso da linguagem e não outras habilidades) operador de outras universitário vai chancelar) reboca, que é o cartório, notadamente o seu ramo chamado de Notarial/Registral.
    A estes sim, podemos atribuir, com toda ênfase possível e imaginável aquela classificação dada pelo memorável Ascenso Ferreira aos gaúchos, que dizia: […] Prá que? Prá nada!

Deixe uma resposta