COMENTÁRIOS SELECIONADOS

Comentário sobre a postagem A CANALHA DOS DIREITOS DOS MANOS FICOU CALADINHA

Goiano:

Ora, Adônis, não é nada disso, Márcia Tiburi fazia colocações filosóficas sobre as injustiças sociais, vá ver a entrevista com cuidado, sem ira santa.

Ela é uma filósofa, escritora, culta, não é burra, provocou a especulação a respeito da sociedade, mas certamente não pretende uma sociedade onde os bandidos não sejam incomodados.

Quanto ao Lula, outra bobagem, distorção das ideias postas por ele, pois ele, também irado, discursava que não suporta mais ver jovens serem brutalizados pela polícia: esse é o ponto do discurso.

O uso da palavra referindo-se aos praticantes de assaltos é porque são esses jovens assaltantes (além de muitos inocentes, é claro) que são assassinados, torturados, estuprados – e como nós esquerdistas defendemos que o Estado não pode assassinar, torturar nem estuprar, porque somos defensores dos direitos humanos, de quem quer que seja – todos têm direito à prisão justa, julgamento justo, tratamento justo (mas sei que a direita em geral não pensa assim, o que nos coloca, realmente, com raciocínios muito conflitantes).

Outro caso é a proibição de ações policiais, salvo em casos especiais devidamente justificados, nas favelas, o que foi concedido pelo STF em atendimento a requerimento que inclui entidades de gente da periferia, das favelas, das comunidades, afetados pela violência policial desmedida e perigosa, o que pode ter sido acertado, ou não, mas que noticiário diz que reduziu em 70% as mortes nesses locais…

Eu acho que existe uma total perda de foco na análise desses assuntos… ou… não!

Existe um deliberado interesse de torcer tudo em favor da elevação de Jair Messias Bolsonaro no altar da ignorância.

* * *

Por determinação do STF, os bandidos já reduziram as mortes nos morros em 70% (Esta no noticiário da Globo!!!! A ordem é matar 100% de PM por conta da “violência policial desmedida e perigosa”

“Seu lugar não é aqui, Presidente. É ali no altar da ignorância”

19 pensou em “TÁ TUDO EXPLICADO: VOCÊS É QUE NÃO ENTENDEM PORRA NENHUMA!

  1. A dubiedade argumentativa do Goiano é patética!
    Quando são citados como defensores da bandidolatria, esquerdistas sacam a carta do “nem todo esquerdista defende bandido”…
    Mas, e sempre há um mas, na mesmíssima cabeça vazia, todos os eleitores do Biroliro, sem excessão, são fascistas, racistas, racistas, filatelistas, taxidermistas, etc. Vai vendo!…

    • Querida Xará Paula T. Jando, esquerdista que defende bandido é advogado esquerdista que o faz por obrigação ética profissonal – ninguém pode ser julgado sem defensor, tás sabendo, né?
      Quanto aos direitistas, tu é que sabes. Se não és fascista, ótimo para tu.

  2. Caro Goiano , se puder publique o link de UMA manifestação sobre o assassinato da militar ( foi publicado aqui no JBF ) dos mesmos que defendem os jovens que roubam celulares e matam para conseguir o produto..
    Você , que também é tão inteligente e culto quanto a Tiburi , me explica porque quando ela teve a sua casa roubada resolveu ir para os USA em busca de mais segurança, já que pela sua lógica , quem a roubou foi contaminado pelo capitalismo e sentiu o direito de se apossar de algo que o capitalismo lhe mostra ,mas não dá.
    Quanto as ações da polícia no RJ . Com a lei de abuso de autoridade , o STF descreveu qual seria o limite aceitável numa ação policial .?

  3. Goiano, a Tiburi disse em claro e bom som: “Eu vejo uma certa lógica no assalto…”. Eu, que não vejo lógica alguma, também não vejo inteligência nesta análise.

    Lula defendeu os praticantes de assalto. Ele viu lógica também em um garoto de “periferia”que sai para roubar aquilo que não pode ter. Só que este “garoto” vai roubar justamente daquele outro que sonhou e lutou para ter o celular. Ao não entregar o produto do seu sonho ele perde a vida.

    • João Francisco, uma pessoa mentalmente sã pode não dirá que o crime, qualquer crime, tem boas razões de ser e por isso os criminosos não devem ser impedidos de cometê-los nem condenados por sua prática.
      Assim, a primeira coisa a raciocinar não é que os esquerdistas acreditam que os assaltantes não devam pagar por seus crimes, mas, se é que Tiburi pensa assim não seria por ser esquerdista, mas por ser uma mulher completamente louca.
      As coisas por aqui são analisadas, por vezes, de modo muito rasteiro, com a única finalidade de dizer que esquerdista é protetor de bandidos, antidemocrático, contra as liberdades e sanguinário (o que não corresponde à realidade dos fatos e isso é facilmente verificável – ou o Papa também é um doido de pedra).
      Quem quiser compreender a fala da Tiburi há de, primeiro, se não tem conhecimento do sentido dos vocábulos, dar um chego no dicionário.
      Vejamos: “LÓGICA – Modo de raciocinar coerente que expressa uma relação de causa e consequência”.
      Mas as pessoas têm medo, ou pavor, de compreender direito as coisas e passarem a ser “terrivelmente” esquerdistas.

  4. Escreveu Goiano que a moça “fazia colocações filosóficas sobre as injustiças sociais…”

    Por tudo que acompanho de colunistas e leitores do JBF deu paa ter uma ideia que a maioria de nós não nasceu em “berço esplêndido”. E o que fizemos? Fomos assaltar? fomos corrigir as injustiças sociais com uma arma na mão? Não. Fomos para os bancos escolares, onde encontramos profissões (alguns mais sortudos encontraram nestas sua vocação) e fomos ganhar o pão.

    Vamos exemplificar? Certa feita, para fazer uma crônica em minha coluna (a modéstia de Berto impediu que fosse publicada), pesquisei a vida de Luiz Berto, onde acompanhei a trajetória do homem que deu vida ao JBF de todos nós. Encontrei no nordestino nascido em Palmares uma férrea vontade de vencer. E o fez, arregaçando as mangas, indo trabalhar e estudar, se formar e trabalhar no que se formou. Veio de berço pobre como Sancho e a maioria de nós.

    “Ganharás o pão com o suor do teu rosto”. É bíblico.

    Injustiça social se resolve é com trabalho e estudo; estudo e trabalho. Sem ambos só temos gente mimizenta falando em injustiça social. Poupe-me, Goiano!!!!

  5. Há certas pessoas que deveriam passar a ser iignoradas pela imprensa livre: Tiburi, Maria do Rosário, Benedita, Fátima Bezerra, para citar só algumas. Putz! Citei somente mulheres! Falha nossa!

    Cacildis, Francisco, esta lista iria longe!

    Mas vamos ao duplipensar, já proposto por Orwell:

    – Mato, logo sobrevivo,
    – Assalto, logo me sustento
    – Assalto e mato, logo sou vítima da sociedade,
    – Sou traficante, logo trabalhador

  6. Os meus prezados colunistas estão mais afiados do que nunca.

    Disseram tudo o que eu gostaria de dizer mas que não sou possuidor da mesma competência.

    Assim, parto logo pra ignorância: GUILHOTINA JÁ! PRA ESSE BANDO DE COMUNAS FILHOS DE UMA PUTA GONORRENTA TUDINHO.

    Vão defender bandido no inferno!

  7. Os argumentos estapafúrdios de Goiano querem dizer o seguinte:

    “Você não nasceu viado, mas pode dar o cu sem problema!”

    Será que ele vai da teoria à prática?

    • Goiano é mimizento? Como diz a Lurdinha do salão de beleza “Sempre Gata”: ” se gostasse de mi mi mi, eu compraria um gato gago!”

  8. Eu já disse, e volto a repetir:

    Boiano é inimputável.

    Não é à toa que não exerce a advocacia há décadas (acho que nem o próprio Demiurgo de Caetés o levaria a sério ocupando o lugar do “incompetento” Zanin).

    Inclusive, pra galera que sofre de “Covidfobia”, deviam era saber da existência do Boiano. Medo eu tenho é esse vírus do lulopetismo que corrói qualquer princípio de atividade cognitiva não-corrompida.

  9. Faço uma sugestão para tema das Convenções Fubânicas ou uma Assembléia Fubânicas Extraordinária. Para que alguém ungido no altar dos confins das galaxias venha explicar as explicações Goniânicas.

Deixe uma resposta