DEU NO JORNAL

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, determinou na tarde desta terça-feira (16) a quebra do sigilo fiscal de 11 parlamentares que integram a chamada “base bolsonarista” no Congresso Nacional.

A medida faz parte do inquérito que investiga o financiamento de atos supostamente antidemocráticos. 

A lista de parlamentares alcançados pela decisão de Alexandre de Moraes tem um senador e dez deputados

Nem o presidente do Senado, David Alcolumbre, nem o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, se manifestaram sobre a medida.

* * *

Eu vou me mudar pra outro país.

Os passaportes da família estão todos em ordem.

Acho que vou lá pra Casa do Caralho.

Qualquer recanto desse mundo tá bem melhor do que aqui.

É pra arrombar a tabaca de Xolinha!!!!!!!!!!!!!!!!!!

11 pensou em “SUPREMA DITADURA NA REPUBLIQUETA BANÂNICA

  1. Impossível ir para casa do caralho. A caixa vendeu o imóvel em um leilão para o sr. Chu Kuon Chang um baiano porreta .

  2. Meu caro Berto. Acredito que essa situação esdrúxula, aproxima -se de um limite escatológico para a compreensão humana. Parecem atiradores de facas, ébrios, de algum circo mambembe esmolambado. Por enquanto, o assistente está se desviando dos arremessos das lâminas. Há qualquer momento poderá ser atingido. O que acontecerá depois?

  3. O cabeça de alfinete está servindo de boi de piranha para testar a corda…..
    Não sei onde isso vai chegar ou onde ela vai arrebentar, se é que vai……

    Vamos ver como se comporta os defensores do Brasil em relação a falta de lei e a desordem provocada pelos vagabundos daquele lugar lá….

    Estamos aguardando pra saber se os AVISOS são pra valer ou apenas blefe…..

    Se “for deu” pra entender o seu desespero, pois nao estao aceitando brasileiros nas nações mais desenvolvidas do mundo…

    Vai sobrar Cuba, Venezuela, Coreia do N, onde o arruaceiro diz que são grandes democracias, talvez até em excesso…..

    Então fica tranquilo…… Tudo vai dar certo…

  4. O que mais me incomoda nessa situação é saber que, no Brasil não há nenhuma lei que impeça você de protestar, defender, ou mesmo publicar textos antidemocráticos, ou mesmo que peçam o fim da democracia. O que há, no caso, a Lei de Segurança Nacional, impedem o cidadão de atacar as instituições que formam os três poderes, e seus órgãos, mas atacar a democracia é algo que só regimes democráticos permitem. Perguntem em Cuba e na Coreia do Norte, e mesmo na China se o cidadão tem o direito de atacar o regime comunista. Nesses países eles só têm o direito de dizer sim. Mas se ainda está valendo a Magna de 1988 ela dá o franco direito do cidadão ser contra o regime democrático. Não acreditem em mim…. leiam a Constituição e a Lei de Segurança Nacional

  5. sera que o indicado do corrupto e criminosos temer e co corrupto alckimim aceitaria que um relatorio do servico reservado da pm fosse exposto , pois os governos psdebistas , chefiados pelo senil sociopata fhc ja impediram de serem divulgados inclusive hum que investigava a morte do ex prefeito celso daniel inclusive afastando o entao delegado que investigava o caso o tuma junior .

  6. caso queira fazer uma avaliaçao sobre este pleno podre que hoje compoe o pleno do stf , verao que nunca na historia dos plenso do stf teve algum ministro ou ministros que estupraram tanto as constituiçoes como temos visto este pleno podre que nada mais e que o espelho daqueles que os indicaram ,corruptos crimnosos e amorais e desonestos , e antipatriotas ,,,, a sim apenas para que se pesquise, ha epoca dos militares , quando se prendiam alguem por acuasaçao de atentar contra a lei de segurança nacional mesmo terroristas e assassnos que atentavam contra a segurança nacional como dlma roussef e tantos outros eram soltos pela suprema corte , hoje vemos a suprema corte prendendo pessoas que nao se enquadram na lei de segurança nacional nao permitem investigacao sobre aqueles que atentam contra a segurança nacional , nao permitem a quebra de sigilo bancario de pessoas ligadas a um atentado contra um candidato a presidente do brasil , nao permite a quebra de sigilo bancario de um estrangeiro ligado a ataques contra ministro e ao presidente do pais , mas quebram o sigilo bancario de pessoas que nao foram denunciadas pelo mpf e ai voce chega a que conclusao ,,, eu na minha cheguei a conclusao que nos temos nze corruptos e criminosos travestidos de ministros da suprema corte atentando contra a soberania nacional , portando deveriam serem julgados por um tribunal militar como manda a constituiçao e se condenados condenados a morte pois assim se cumpriria a constituiçao e na a estupraria como tem sido feita dioturnamente por estes espelhos de criminosos e corrupto travestidos de ministros de suprema corte ……UMA FRASE QUE DEVEMOS TER EM MENTE E DITA PELO MAIOR JURISTA BRASILEIRO DE TODOS OS TEMPOS ….. RUI BARBOS A,… DISSE ELE .. A PIOR DITADURA QUE TEM E A DITADURA DE TOGAS POIS AI O POVO NAO TEM A QUEM RECORRE E DEPENDE DE UMA CONVULSSAO SOCIAL PARA SE FAZER JUSTIÇA

  7. Esplêndido e altamente abrangente o seu oportuno e bem sucedido comentário, meu prezado ROQUE NUNES. Em que livro está escrito que não se pode criticar, pacificamente, a democracia, ora bolas?!?!?!

    P.S.: – Agora, o que devemos observar e distinguir bem, é se está havendo atos supostamente democráticos ou atos verdadeiramente terroristas “supostamente” praticados por essa bandidinha Sara Winter e suas 300 picaretas, todas elas sendo supostamente financiadas por alguns parlamentares. EIS A QUESTÃO!!!

    • Meu caro Altamir.

      Eu não sou adepto do bordão “pau que bate cm Chico também bate em Francisco”, até porque essa óptica de compreensão da dinâmica do estado DE DIREITO é coisa de vagabundo intelectual. Deixe-me contar uma historinha, verdadeira, mas muito didática.

      Em 1958, quando Samuel Weiner estava numa pior e o Jornal do Brasil, se não me engano, estava indo a pique, ele obteve um empréstimo pessoal de Assis Chateaubriand. Todos sabiam que Weiner era inimigo mortal de JK. o Congresso armou uma CPI e convocaram Chateaubriand para depor, e um deputado do PTB perguntou a Assis, se ele havia “dado” dinheiro para Samuel Weiner. Quando Chateaubriand disse que sim o deputado perguntou: E, por que o senhor deu o dinheiro? A resposta foi vexatória, esculhambatória e demolidora: Eu dei porque o dinheiro é meu, e dou ele a quem eu quiser. Acabou ali a palhaçada da CPI.

      Ora, saber quem financia o grupo dessa cabeçinha oca da Sara, não é somente perda de tempo, mas também não ter dó do dinheiro. Se quem financia age e pensa assim, ele está fazendo porque o dinheiro é dele e ele o dá a quem bem entender e ninguém tem nada a ver com isso.

      É enfadonho lembrar, mas necessário, como forma de não se repetir o passado, mas até 2016 grupos que qualquer país do mundo consideraria terrorista, eram financiados com o dinheiro de todo cidadão. Quadrilhas como MST, MTST, Black Blocks, Movimento das Vadias e mesmo alguns delinquentes – veja, não estou dizendo todos, pois há muitos, e esses muitos são maioria, pois esses grupos foram sequestrados por delinquentes políticos, que tem uma vida pra lá de honradas – do LGBT e do Movimento Negro, recebiam gordas verbas públicas disfarçadas de convênio para qualificação profissional e ajuda social e quando saíam às ruas era Õnibus queimado, bancos depredados, prédios públicos incendiados, comércio desmantelados, lojas saqueadas, cidadãos impedidos de exercerem o sagrado direito de “Ir e Vir”.

      Quando isso ocorria, eu não via nem um ministro do supremo – assim mesmo, com letra minúscula, porque aquele prédio virou covil de delinquentes jurídicos -, nenhum governador, nenhum deputado, ou senador exigir inquérito para apurar quem eram os responsáveis, ou seus financiadores. Nesse tipo de financiamento sim, há que se saber, pois se tratava de dinheiro do cidadão. se o coroa do Luciano Hang acha que deve gastar o dinheiro dele financiando até as girafas da Amazônia, como queria a Anita, problema dele. Contanto que não mexa no dinheiro do contribuinte brasileiro.

      Agora eu falo, os ministros do supremo, apequenaram e esculhambaram aquela casa por onde um dia transitaram nomes como Nelson Hungria, Victor Nunes Leal, Sidney Sanches, Eros Graus, Cezar Peluso, Hellen Grace Northfleet, E, olha, se no passado alguém perguntasse a um calouro de Direito, com quem ele queria ser associado no futuro profissional, não titubeavam: Nelson Hungria era uma unanimidade. Hoje, se fizerem a mesma pergunta a um calouro, a surpresa será um ensurdecedor silêncio.

      Mas, tudo não passa de estratégia. Os ditos ministros que transformaram aquela casa em um puteiro, onde onze cafetinas exploram o Brasil, estão provocando a maior balbúrdia possível, com um único intuito. aposto meu dedo mindinho esquerdo nisso. A estratégia é ir cozinhando o galo em fogo baixo, e no final de 2021, ou começo de 2022, anular a condenação do corrupto triplamente condenado, para que ele possa disputar as eleições de 2022. Quem topa apostar comigo? Se eu perder, corto o dedo, se meu opositor perder, me paga 50 centavos. Quem aceita o repto?

  8. Só tem uma coisa que este pulha do tio fester de Moraes resta fazer. Ir na casa dos réus prende-los. Porque neste inquérito sujo ele está atuando como acusador, juiz e polícia. Só falta agir como carcereiro.

  9. Hay que seguir adelante…

    Você conhece os cubanos Claudia Genlui Hidalgo, Anamely Ramos, Luis Manuel Otero Alcántara e Maykel Castillo? Não? Pois deveria…

  10. Vou me enbora pra Brasília
    Lá sou amigo do Rei
    Lá tenho o cargo que eu quero
    No ministério que escolherei

    (Manuel Bandeira atualizado)

Deixe uma resposta