A PALAVRA DO EDITOR

O pessoal bonzinho e empático do Fórum Econômico Mundial entrou com tudo na Agenda 2030 disposto a levar sua bondade às últimas consequências. O slogan da campanha é “Você não vai ter nada e vai ser feliz”.

Para facilitar o seu entendimento do que isso significa – e para protegê-lo dos riscos de uma overdose de felicidade -, preparamos aqui um resumo das modernas diretrizes que vão levá-lo ao nirvana sem fazer esforço.

1 – Se você tiver vontade de ir ao restaurante com quem você gosta, fique em casa sozinho de máscara que o governador da Califórnia vai ao restaurante por você, come bem por você, se diverte por você com os amigos (dele). Você não terá nada e a felicidade estará estampada no rosto (dele).

2 – Nas datas comemorativas, fique na sua. Deixe que o Doria se arrisca por você sob as perigosas palmeiras de Miami.

3 – Mantenha em dia seu cartão de vacinação contra covid-19, covid-20, covid-21 e fique de olho nas atualizações programáticas do Bill Gates para não perder seu lugar no futuro. Com seu cartão em dia você poderá ir à padaria todo mês – desde que esteja com seu formulário anual preenchido, informando às autoridades os itens que pretende adquirir. É para seu bem.

4 – Benefício crucial para a conquista da felicidade: você nunca mais vai gastar dinheiro com besteira. Até porque você não vai ter dinheiro. Como uma espécie de auxílio emergencial permanente, você terá o Vale-Alimentação, o Vale-Moradia e o Vale-Diversão. Esse último você conquistará se provar dois anos ininterruptos de bom comportamento. A decisão sobre o que será considerado bom comportamento caberá a um conselho de notáveis formado a partir de um híbrido de STF com Caldeirão do Rulque.

5 – Caso conquiste o direito ao Vale-Diversão, você terá acesso irrestrito aos seguintes games: Gritando com Greta, Gaguejando com Gaga e Praguejando com Fonda. Não fique pensando que são poucas opções de diversão. Em cada um desses games você poderá fingir que está salvando o mundo e as minorias de diversas formas. É exaustivo, pode confiar.

6 – Vale-Transporte não será preciso porque você não irá a lugar nenhum.

7 – Vale-Medicamentos também não será necessário porque tudo de que você precisa estará na vacina. A cada seis meses você precisará de nova dose para corrigir os problemas que não tinha dado tempo de avaliar nos seis meses anteriores, porque você há de convir que em seis meses não dá tempo de fazer nada sério – pelo menos em se tratando de imunização e estudo de efeitos colaterais. Mas não reclame porque é de graça e você não tem nada, mas é feliz.

8 – Se ainda assim você for uma dessas criaturas insaciáveis e quiser reclamar de barriga cheia, sem problemas. Seu direito ao contraditório e à livre expressão estará plenamente garantido. Bastará você acessar sua conta na Rede Felicidade – a plataforma unificada da paz e da empatia. Sua conta estará ativa se você não tiver cometido nenhuma infração nos 24 meses anteriores.

9 – Será considerado infração na rede social da felicidade unificada qualquer discurso de ódio do tipo relatar reação adversa da vacina ou reclamar da vida de merda que a conjunção dos nerds bilionários está te proporcionando na maior boa vontade.

10 – Você era feliz e não sabia? Agora é tarde, otário.

5 pensou em “SORRIA, VOCÊ NÃO TEM NADA

  1. Para mim é um orgulho sendo da direita conservadora, poder ler textos com ironia fina e inteligente como este do Fiúza.

    Fico pensando na esquerda. Com que textos eles se identificam, com o Reinaldo? O Chumbo Gordo? Boulos? Haddad? Os colunistas da Folha / Globo / Estadão (todos)?

    É, não dá para comparar

    • Maurício, eu li outro dia, não sei se foi aqui, uma comparação que gostei.

      “Num tabuleiro de xadrez só cabem dois jogadores. Ao resto cabe apenas olhar e torcer para um ou para outro lado”.

      Tem a Direita e tem a esquerda. Ou se pende para um lado ou para o outro. O Centro é aquele que quer estar ao lado do poder, não importa quem o exerça.

      Fiuza ataca a hipocrisia? É? De quem?

      Fiuza é neto do que para mim é o maior brasileiro do século XX, Dr. Heráclito Fontoura Sobral Pinto. Fiuza honra seu avô, porém tem luz própria.

      • Sobral Pinto, a quem muito admiro, foi um ícone no movimento das diretas já, ao lado de Lula, FHC, Ulisses, etc. Defendeu Prestes.
        Fiúza tem atacado factóides. Eu não vejo nele um cara de direita.

        • Sobral Pinto não foi só um ícone das Diretas e defensor do Prestes. Resumir a isso é não ter a mínima dimensão do que ele foi.

          Defendeu a Liberdade de opinião, mesmo do seu maior opositor. Era um conservador de direita, presava pela democracia, pela justiça romana junto com os valores judaico cristãos. Eu não vejo em Fiuza uma pessoa com tendências diferentes de seu avô. A seu modo, ele também defende valores conservadores.

          O que Fiuza ataca, também não pode ser resumido só a factoides. Rebate a uma linha de pensamento que reflete o globalismo.

Deixe uma resposta