RODRIGO CONSTANTINO

Parece que as nossas urnas eletrônicas produzidas décadas atrás foram transformadas em algo sacrossanto, em cláusula pétrea que sequer pode ser contestada. Estamos chegando ao ponto em que questionar sua lisura poderá ser crime. E pior: boa parte da imprensa tem feito esse papel só para ir contra Bolsonaro, passando pano para os absurdos do TSE e do STF.

Foi o caso do Estadão, cujo editorial desta quinta afirmou: “A sociedade precisa superar a falácia da ‘insegurança’ das urnas eletrônicas. O TSE já demonstrou que o processo eleitoral é limpo. O resto é desinformação ou má-fé”. É mesmo? Demonstrou a limpeza? Quando? Como? Falar em insegurança é falácia? Mesmo quando se sabe que um hacker invadiu o sistema e permaneceu por meses lá, e que em vez de tornar isso público, o TSE tentou abafar o caso e atirar no mensageiro? Mesmo quando se sabe que os tais logs foram apagados, para não ter rastro?

O editorial do jornal delega todo o poder ao TSE e parece confiar cegamente em sua palavra. Mesmo quando técnicos das Forças Armadas, a instituição que goza de mais prestígio popular no país, apresentam inúmeras sugestões para melhoria do sistema, a ala militante da mídia prefere rechaçar isso como “pressão bolsonarista”, e coloca o Exército Brasileiro entre os “arautos do caos”, expressão usada pelo próprio Estadão.

Eis sua conclusão: “Ademais, e sobretudo, é do TSE a palavra final sobre eleições no País. E a Corte já se pronunciou. Basta de dar trela aos arautos do caos. Só eles ganham com a confusão”. Oi? Então virou baderna pedir mais transparência no processo eleitoral? Desconfiar de um sistema opaco, centralizado e controlado por agentes políticos que fazem oposição aberta ao atual governo é propagar o caos? Rejeitar uma urna que só Butão e Bangladesh utilizam além do Brasil é querer confusão?

Flavio Gordon, em coluna na Gazeta do Povo, resumiu bem: “O teatro fica claro quando, após convidar as Forças Armadas, o TSE rejeita todas as recomendações feitas por uma equipe militar altamente especializada em questões de cibersegurança”. Ele acrescenta: “Hoje, não há maior ataque às instituições republicanas e ao Estado de Direito do que o comportamento arrogante, partidário e provinciano de nossas autoridades eleitorais”. Gordon está certo.

A postura daqueles responsáveis pelo nosso processo eleitoral só alimenta mais desconfiança. Não conseguem esconder seu viés político, seu desejo de derrubar o atual presidente, e todo esforço em calar quem tem dúvidas sobre a lisura das urnas só piora a situação. Enquanto eu for livre para tanto, não terei medo de dizer: sim, eu desconfio do nosso TSE!

6 pensou em “SIM, EU DESCONFIO DO TSE!

  1. O STF está provocando propositalmente um caos no país.

    Estão esperando uma reação enérgica para acusar o Presidente Bolsonaro de estar dando golpe na democracia.
    Está tudo bem desenhado, o ministro Barroso foi para o TSE com Fux para garantir esse enfrentamento derrubando a chapa Bolsonaro / Mourão.
    O mês de junho será marcado por um possível caos institucional.
    O STF tentará afastar Bolsonaro do governo alegando nulidade das eleições através de provas forjadas no absurdo e ilegal inquérito de FAKE NEWS.
    Alexandre de Moraes é o cabeça do esquema e foi designado para colocar “a cara” na frente. Não por acaso Toffoli se afastou com a desculpa de precisar realizar um procedimento cirúrgico.
    Após isso, Barroso entra em cena para assegurar que o golpe baseado na suposta nulidade das eleições seja executado com uma aparente legalidade e com total apoio da grande imprensa, a qual, evidente, também está apoiando este Golpe contra Bolsonaro.
    Eles já tem data, tem tudo cronometrado.
    Todos estão unidos para a fase do “tudo ou nada”.
    Caso o governo venha agir num contra golpe, o discurso deles será acusar Bolsonaro ( inclusive na ONU) de querer implantar uma ditadura aqui no país.
    Lula, FHC, Ciro Gomes, Maia, Alcolumbre, Gilmar Mendes e todos os abutres desse país esperam derrubar o governo Bolsonaro .
    Marcelo Freixo do PSOL desistiu da eleição para prefeito após acordo com Rodrigo Maia, para facilitar a eleição de Eduardo Paes do DEM e, em troca, Freixo ganharia palanque político com o cargo de presidente da Comissão que vai analisar o processo de impeachment do presidente Bolsonaro.
    Todos fazem parte de um plano, de um grande Acórdão para sabotar o governo.
    A verdade é esta, e só não enxerga quem não quer ver.
    #BastaSTF
    #SomostodosBolsonaro
    #FechadoComBolsonaro
    #SupremaVergonha

    Texto de domínio publico compartilhado nas redes sociais sem indicação de autoria.

    • Caro José, autor deste texto colocado por v. está quase certo.

      Onde ele erra? Na parte que coloca que há um plano infalível em andamento.

      Se há um plano (eu não nego isso), este está fazendo água por todos os lados. O Desespero dos inimigos da pátria é evidente.

      A população nunca esteve tão atenta às mobilizações do sistema. O grande problema são os “imbecis” da internet. E como tem.

      Vai haver luta até o dia 02/10/22. Quanto mais se aproxima a data, pior vai ficar o apavoramento. Bolsonaro está fazendo o jogo direitinho.

      Só tem uma saída para Elles. Matar o cara. Aí sim, haverá o caos.

      Oremos para que esta última saída Delles não aconteça.

  2. Eu NÃO desconfio do STF e do STE.

    EU TENHO CERTEZA!

    São bandidos. Crápulas sem nenhuma honradez. Mentirosos compulsivos. Totalmente voltados à causa da implantação de um socialismo de merda que quase ninguém, que tenha ao menos 3 neurônios funcionando, deseja em nosso país.

    Desonestos enganadores, sem nenhuma credibilidade para afirmar o que quer que seja.

    Volto a repetir: BANDIDOS!!!! A fôrca (ou a guilhotina) os espera. Já estamos passando da hora.

  3. Com a reeleição assegurada do atual Presidente da República em 2022 – vai ser candidatura única, porque as demais não o arranharão- está escrito nas professias -temos que nos preparar ao invés de nos enganarmos
    para mais uma derrota – merecida – e fazermos a autocrítica: o que fazer?

    Candidatura única? Sim. Os concorrentes do atual ocupante foram estraçalhados com crueldade digna da Inquisição. E repito, não servem, diante dos desafios que temos atualmente como sociedade e civilização, para síndicos de prédio.

    Historiador e comunista declarado, Luis Mir, pesquisador famoso , médico, historiador e escritor, faz uma análise dos principais candidatos à presidência da República:

    RESUMO:

    Sérgio Moro foi infelizmente asfixiado politicamente no cargo e na vaidade. Virou uma viúva de luxo, mas só uma viúva. Uma pena lastimável.

    Luiz Henrique Mandetta, esse, uma viúva desesperada. É o rei das lamentações da República. Mas, acima de tudo, um covarde. Começou a aparecer, mas se perdeu. Se tivesse ouvido Bolsonaro , não teria Carnaval, e, consequentemente, menos mortes!

    Ciro Gomes tem uma pedra intransponível em seu caminho: é ele mesmo . Só ele e mais ninguém; acredita ele que esteja preparado ou se tenha preparado para exercer a Presidência.

    Sobre Luciano Huck: é o mais inviável de todos. Para ele, sua candidatura presidencial é um novo quadro do seu programa de auditório. E a Presidência, o maior prêmio que seu programa ofereceu enquanto durou.
    E só boas intenções.

    Sobre João Dória: não conseguiu reverter a sina de São Paulo: é o estado brasileiro mais inepto e incapaz para produzir e alavancar candidaturas presidenciais há décadas. Político das antigas. Muita pose, poucas e atrasadas ações eficazes . Não convence mais ninguém.

    Sobre o PT: vai cumprir sua missão com zelo, devoção, convicção. Agora inventou um plano para arrecadar dinheiro como se fosse clube! Tiro no pé.
    Ser novamente a correia de transmissão da extrema direita. Qualquer candidato que seja, não será candidato.
    Será um preposto do Guia Genial do Povo Brasileiro.

    Uma última observação: quem é então para mim o atual gênio político brasileiro? Jair Messias Bolsonaro. com todas as culpas que tentam lhe impingir, saindo ileso, pois os fatos reais destroem qualquer dúvida.
    De uma posição residual na relação de forças, anteviu ( ou não ) a transformação histórica ansiada pelas massas, moldou o discurso e se lançou na disputa solitariamente como um gladiador marcado para morrer nos dez primeiros minutos da luta. Foi crescendo e crescendo sua popularidade . Coragem, Garra , Vontade , Verdade , Fé e Honestidade. Conquistou. E derrotou todos os heróis do Coliseu, para delírio das massas.

    Próximo Presidente, sem qualquer dúvida. Sua única adversária é a fraude eleitoral nas urnas.

    Veja na íntegra:

    https://www.jornaldacidadeonline.com.br/noticias/22458/historiador-e-comunista-autodeclarado-faz-analise-sobre-o-atual-cenario-politico-e-choca-a-esquerda

    👆👆👆👆👆👆

    Começando a circular a verdade !!!!!!

  4. JÁ TÁ MAIS DO QUE NA HORA DE ACABAR COM ESSA JABUTICABA. UM VERDADEIRO ANTRO DE SERVIDORES ADMITIDOS SEM CONCURSO. UM VERDADEIRO LIXO.

  5. Pois é ……

    Eu também desconfio do TSE, STF, Senado Federal, Câmaras, Federal, Estadual e Municipal, da imprensa lixo, dos funcionários públicos protegidos, e dos artistas pertencentes a esta esquerdalha mundial ……

    Se não houver cumplicidade e interesses esquivos, não poderia haver um único voto em ladrão condenado……….

Deixe uma resposta para Arthur Tavares Cancelar resposta