RODRIGO CONSTANTINO

Será que brasileiros terão dificuldade de comprar imóveis na Flórida?

Um advogado imobiliário me mandou um documento que é lei desde julho de 2023 e todos os compradores de imóveis na Flórida precisam assinar atualmente. Trata-se do “Conveyances to foreign entities act”. É uma lei que proíbe a compra de certos tipos de imóveis na Flórida por alguns estrangeiros como membros do governo, políticos ou diretores de empresas ligadas ao governo de “países preocupantes”. A violação da lei pode resultar em penalidades criminais. Também é crime uma pessoa “vender conscientemente” propriedades em violação da lei.

Uma das restrições está ligada à proximidade do imóvel agrícola dentro de dez milhas de instalações militares ou alguma infraestrutura crítica ao país. O foco principal são os chineses. Mas não é só a China que está na lista de “países preocupantes”. Eis a lista: China, Rússia, Irã, Coreia do Norte, Cuba, Venezuela e Síria. O que essa lista tem em comum? Algum país estaria faltando aí?

Não resta dúvidas de que o Brasil lulista caminha a passos largos para aderir a este time nefasto. Nosso desgoverno vem fazendo de tudo para entrar no “eixo do mal”. Essas são justamente as ditaduras comunistas ou islâmicas que nossa diplomacia tem defendido, contra países ocidentais democráticos. Na guerra contra a Ucrânia, por exemplo, Lula claramente se inclina para o lado do agressor russo. No Oriente Médio, Lula passa pano para o Hamas e demoniza Israel. Na América Latina, o PT idolatra Cuba e Venezuela.

Não custa lembrar que já tivemos uma foto do ministro Alexandre de Moraes exposta no Congresso americano como um “operador totalitário” da Justiça, em conluio com o presidente Lula. A congressista responsável por esse gesto foi Maria Elvira Salazar, justamente do distrito 37 na Flórida. Ela também gasta energia denunciando os regimes comunistas aliados do PT, enquanto defende Bukele em El Salvador. O governador Ron DeSantis é outro que vem comprando a guerra com os comunistas e tem sancionado leis importantes, como aquela que obriga o ensino sobre os crimes abjetos do comunismo nas escolas públicas.

Sabemos que os comunistas da esquerda caviar brasileira adoram Cuba e Venezuela de longe, pois quando querem viajar ou comprar imóveis, acabam sempre escolhendo Miami. Talvez devessem considerar o risco de não terem mais essa licença para a hipocrisia. Se o Brasil entrar na lista de “países preocupantes”, essa turma terá mais dificuldade de comprar imóveis aqui. Haverá até ministro supremo tendo que vender imóvel milionário em Key Biscayne e trocá-lo, quem sabe, por um em Caracas ou Havana…

Um comentário em “SERÁ QUE BRASILEIROS TERÃO DIFICULDADE DE COMPRAR IMÓVEIS NA FLÓRIDA?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *