SEI NÃO, SEI NÃO…

O silêncio de ONGs ambientais nacionais e estrangeiras, no caso do petróleo que polui praias nordestinas, intriga os órgãos de investigação e inteligência que rastreiam a origem da poluição.

Até em razão do comportamento estridente dessas ONGs no caso das queimadas.

A omissão fortalece a suspeita de ecoterrorismo contra o País, a fim de constranger interessados no “mega-leilão” do Pré-sal, no dia 10.

O governo não bate o martelo na hipótese de ecoterrorismo, mas estranha a omissão das ONGs no desastre das praias do nordeste.

A ONG Greepenace não é suspeita de ecoterrorismo, mas o governo estranhou a movimentação do seu navio na provável área do acidente.

O navio “Esperanza” saiu e voltou 3 vezes da Guiana Francesa, entre 30 de agosto e 5 de outubro, mas não há registro dos destinos.

A ONG Greenpeace explicou que nessa ocasião fez expedições com cientistas franceses para observar e fotografar os Corais da Amazônia.

* * *

Não me perguntem nada.

Nada tenho a declarar.

Tô aqui só matutando…

E apreciando a foto do lindo navio Esperanza, o confortável transporte dos vagabundos da militância do GreenPeace.

Com o coração cheio de esperanças de que sejam descobertos os felas-das-putas que provocaram este ato terrorista e desumano.

4 pensou em “SEI NÃO, SEI NÃO…

  1. uma coisa e certa pelo tamanho dos esperneios que estas ongse o greenpace , costumavam fazer , pior que bando re tuiins , ha de se estranhar este silencio parecendo jao quando snte cheiro de onça , parodiando marco aurelio de melo , que tambem hje fica calado frente aos desmandos do stf , digo ,,,, TEMPOS ESTRANHOS ESTES QUE ESTAMOS VIVENDO , ONDE A CUMPLICIDADE COM GENOCIDAS , CRIMINOSOS E CORRUPTOS VEEM DESDE O STF ATE O PAPA COMUNISTA .

  2. Há muito tempo que o jornalista Magnus Gudmundson, da Islândia, denuncia o Greenpeace. Já foi inúmeras vezes ameaçado de morte por isso. Vive hoje escondido em outro país escandinavo.
    Diz ele que o presidente desta organização havia sido por muitos anos presidente da ICI – Imperial Chemical Industries, detentora da patente do CFC (Clorofluorcarbono) usado antigamente em sistemas de refrigeração.
    Ao vencer o prazo da patente, imediatamente o cara se bandeou para a ala econazista e capitaneou uma imensa campanha para que se proibisse o uso do CFC e o mundo todo passasse a usar a nova fórmula patenteada pela ICI.
    De novo, a ICI passou a faturar bilhões de dólares em cima da nova patente, mesmo sendo este novo produto inferior ao CFC.
    Diz Magnus que a molécula do CFC é imensa e pesada. Só sendo louco para acreditar que ela sairia voando e iria atacar a camada de ozônio 40 quilômetros acima na atmosfera. A bicha teria que ter asas. Diz ainda que os aumentos e diminuições desta camada são cíclicos, de acordo com a atividade solar, segundo estudos científicos que foram devidamente banidos de todas as universidades e centros de pesquisa no mundo.
    É…Esse Greenpeace não cheira muito bem não…

Deixe uma resposta