FRANCISCO ITAERÇO - MEUS RISCOS E RABISCOS

Se você me quiser
Eu sou bronco
Mas não ronco
Não tenho posse
Nem tenho tosse
Não tenho cheiro
Nem tenho fedor
Não sou incolor
Sou sucinto
No meu falar
Sou paciente
No meu ouvir
As vezes minto…
Não fumo, não jogo
As vezes me drogo
De felicidade
Sou ótimo na cama
Me deito e durmo
Serei bom amante
Se não dormir antes
Não levo pra casa
Nenhum desaforo
Pode ficar com eles
Não procuro briga
Mas quando encontro
Disfarço e fujo…
Se você me quiser
Levo como dote
A minha mulher
E o meu carinho
Cinco filhos,
Cinco netos…
Nem pense
Que irei sozinho
Levo meu afeto
Meu abraço de poeta…
SE VOCÊ ME QUISER

2 pensou em “SE VOCÊ ME QUISER

  1. Meu velho amigo Beni Tavares, lembre-se que irei acompanhado do meu dote.rsrsrsrsrs. Obrigado pela leitura e pelo comentário mano véio. Um abraço

    Itaerço
    Imperatriz-ma

Deixe uma resposta