ALTAMIR PINHEIRO - SEGUNDA SEM LEI

Os atores mais premiados, os vencedores mais velho e a atriz que levou o Oscar aos 6 anos de idade. Confira na lista abaixo quem são as pessoas que fizeram história ao bater recorde na premiação da Academia de Hollywood do prêmio mais cobiçado do cinema.

TRÊS FILMES LEVARAM PARA CASA 11 ESTATUETAS NO TOTAL:

Ben Hur (1959), Titanic (1997), e Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei (2003).

MAIOR NÚMERO DE NOMEAÇÕES:

Três filmes receberam 14 indicações no total: A Malvada (1950), que ganhou seis prêmios, e Titanic (1997), que levou 11 homenzinhos dourados para casa, e La La Land (2016)..

PESSOA COM MAIS VITÓRIAS:

Walt Disney é o homem com mais vitórias, 22 no total. Já Edith Head é a mulher mais vitoriosa, ela coleciona oito homenzinhos dourados, todos por seus trabalhos como figurinista.

DIRETOR QUE MAIS VENCEU:

John Ford recebeu o prêmio de melhor diretor quatro vezes, por O Delator (1935), Vinhas da Ira (1940), Como Era Verde Meu Vale (1941), e Depois do Vendaval (1952). O cineasta ainda foi indicado pelo seu trabalho em No Tempo das Diligências (1939).

ATRIZ QUE MAIS VENCEU:

Katharine Hepburn é a recordista dos prêmios de atuação, quatro vezes, por seus trabalhos em Manhã de Glória (1933), Adivinhe Quem Vem Para Jantar (1967), O Leão no Inverno (1968), e Num Lago Dourado (1981). Meryl Streep só precisa de mais uma estatueta para igualar o recorde.

ATOR QUE MAIS VENCEU:

Daniel Day Lewis coleciona três troféus por suas atuações em Meu Pé Esquerdo (1989), Sangue Negro (2008), e Lincoln (2013).

ATORES INDICADOS MAIS VEZES:

Meryl Streep tem um total de 20 indicações (e 3 vitórias). Já entre os homens, o campeão é Jack Nicholson, com 12 indicações (e também 3 vitórias).

VENCEDOR MAIS JOVEM:

Shirley Temple ganhou o prêmio aos 6 anos de idade, em 1934. Ela venceu a extinta categoria Juvenile Oscar, que premiava jovens talentos do cinema.

VENCEDOR MAIS VELHO:

Depois de cinco indicações em que saiu de mãos abanando, ENNIO MORRICONE se tornou a pessoa mais velha a receber um Oscar. O compositor foi premiado aos 87 anos na categoria melhor trilha sonora, por seu trabalho em Os Oito Odiados (2015). O artista já tinha recebido um Oscar honorário em 2007.

VENCEDORES CONSECUTIVOS:

Receber o maior prêmio do cinema em anos seguidos é um privilégio para poucos. APENAS DUAS ATRIZES SUBIRAM AO PALCO CONSECUTIVAMENTE: Luise Rainer, por Ziegfeld – O Criador de Estrelas (1936) e Terra dos Deuses (1937); e Katharine Hepburn por Adivinhe Quem Vem Para Jantar (1967) e O Leão No Inverno (1968). ENTRE OS HOMENS, OS PRIVILEGIADOS SÃO Spencer Tracy, por Marujo Intrépido (1937) e Com Os Braços Abertos (1938); e Tom Hanks, por Filadélfia (1993) e Forrest Gump (1994). NA CATEGORIA DE DIREÇÃO, três cineastas dominaram o Oscar por dois anos seguidos: John Ford, por Vinhas da Ira (1940) e Como Era Verde Meu Vale (1941); Joseph L. Mankiewicz, por Quem É o Infiel? (1949) e A Malvada (1950); e Alejandro G. Iñárritu, por Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) (2014) e O Regresso (2015).

4 pensou em “SAIBA QUEM LEVOU MAIS HOMENZINHOS DOURADOS PARA CASA

  1. Sr. Altamir Pinheiro. Meus cumprimentos e respeitos pelo seu magnífico e valoroso trabalho. Uma verdadeira enciclopédia das artes cinematográficas. Aprendemos, relembramos e formamos opiniões presentes e futuras desse universo da “ribalta”. Sou leitor fubânico, admirador e fã do Berto, dos colunistas e colaboradores desse inigualável e incomparável Jornal da Besta Fubana. Gostaria de fazer -lhe um pedido: poderia comentar à respeito do filme A Vigésima Quinta Hora. Com Anthony Quinn e Virna Lisi. Direção: Henri Verneuil. Pois, marcou-me profundamente. Não lembro da indicação etária, mas, quando o assisti, eu deveria ter uns 16 anos, início da década de 70. Talvez, por isso, lembro-me dele até hoje. Que foi o caso agora, ao ler a sua coluna. Se já escreveu à respeito, retiro meu pedido, imensamente agradecido pela oportunidade de ser seu leitor, como também do JBF. Um forte abraço. Fique com Deus.

  2. Caro Altamir.

    Muito bom e didático o seu artigo sobre o OSCAR da academia de hollywood.
    Este assunto sempre interessa aos amantes da sétima arte, pois quem não
    tem um filme favorito,que ganhou ou perdeu um premio OSCAR ?
    O meu filme favorito, neste caso, foi o filme ” All about Eve ” ( A malvada )
    com a grande atriz Bette Davis, que concorreu ao prêmio de melhor atriz
    com esse filme e perdeu somente porque no mesmo ano também concorreu
    a excelente atriz Gloria Swanson com o filme ” Sunset boulevard ”
    (Crepúsculo dos Deuses ). As duas atrizes altamente cotadas pelos dois excelentes filmes, acabaram dividindo os votos o que propiciou a vitória
    da quase novata atriz Judy Hollyday, com um desempenho pouco expressivo
    em um filme idem.
    O filme ” A Malvada ” conta com um elenco estelar da mais alta qualidade, além de Bette Davis,Anne Baxter, Celest Holms, Marilyn Monroe e George Sanders que nesta oportunidade ganhou o Oscar de melhor ator coadjuvante.
    É um filme imperdível. Já o assisti aprx. umas 20 vezes, pois representa
    uma aula de cinema , propiciada pelo excelente diretor Joseph L.
    Mankiewicz. Se ainda não o assistiu, não perca, pois vale mais
    que uma aula sobre cinema.
    Meu Caro, podes estar certo que artigos , como este de hoje, são
    muito apreciados pelos seus leitores que gostam de saber sobre os seus
    filmes favoritos e suas premiações.

  3. Caro Altamir:

    Grato por sua excelente pesquisa cinematográfica, no terreno do Oscar. Para quem é cinéfilo está adorando – feito eu – que desconhecia a metade das assertivas contidas no texto tão bem esmiuçado.

    Gostaria que nobre cinéfilo, após a volta das férias do nosso estimado editor Luiz Berto, escrevesse um texto sobre as maiores injustiças cometida pela Academia de Hollywood, deixando à deriva filmes eternos que sequer foram indicados.

Deixe uma resposta