MAURÍCIO ASSUERO - PARE, OLHE E ESCUTE

Andei meio sumido da coluna por uma série de compromissos profissionais. O tempo estava curto para pesquisar, escrever e, ultimamente, tenho até feito poucos comentários nas colunas dos competentes colunistas dessa gazeta escrota. O engraçado é que pensava: “quando eu voltar os assuntos serão mais entusiastas”. Ledo engano. O Brasil que puxa o Brasil para baixo está atuando intensamente, diariamente. Poderia dizer que o BNDES teve lucro, que o Brasil cresceu 1,2% num trimestre, que as projeções do PIB feitas pelo Banco Central sinalizam um crescimento de 3,96%, embora o Itaú projete 5%, poderia dizer que os fundos de pensão estão com superávit pela mudança na forma de gestão (pararam de roubar) e pela maior volume aplicado em renda variável, enfim, que o mercado continua confiante no programa do governo.

Embora tudo isso sejam fatos, a grande mídia não divulga uma linha sequer. A tônica é a CPI tendo como relator o senador Renan Calheiros, o segundo maior corrupto do Brasil, e como presidente o senador Omar Aziz cujo irmão e esposa foram presos por desvios de recursos públicos. O único culpado disso é o eleitor. O cara que dá um voto a um corrupto é, no mínimo cúmplice. Instalaram a CPI com um relatório praticamente pronto. Qualquer pessoa que fale a favor do governo é humilhada pelos senadores e estes são aplaudidos pelos esquerdistas. Estão levando o país para um nível de estresse perigoso. Tudo é provocação, tudo é um argumento que a esquerda, que não soube perder as eleições de 2018, deseja para justificar que houve um golpe no Brasil. Não custa lembrar: a maior tentativa de golpe foi arquitetada por Rodrigo Maia com a benevolência de Gilmar Maia que defendeu que “mesmo ao arrepio da lei” era possível a reeleição de Rodrigo Maia para presidente da câmara.

Uma coisa que não entendi é que a CPI tem o alcance de investigar os desvios de recursos cometidos nos estados e 19 governadores se organizaram para entrar com uma ação no STF pedindo para que eles não fossem convocados. Pediram ao presidente da CPI que substituísse a convocação por um convite e ficaria ao encargo de cada um comparecer ou não (o convite não obriga ninguém, mas a convocação, sim). Hipocrisia.

O ponto mais novo é a realização da Copa América. Como se sabe quem organiza esta competição, assim como a Taça Libertadores da América, é a Conmebol – Confederação Sul-Americana de Futebol e este ano a Copa América seria sediada na Argentina. Em função da crise econômica, e muito menos da pandemia porque não há torcedores nos estádios, a Argentina recusou sediar e a Conmebol escolheu o Brasil. Bastou o presidente dizer que não recusava que começaram os protestos: “queremos vacina, não futebol”. O Brasil distribuiu, até ontem, 105 milhões de vacinas e já temos 70 milhões de pessoas vacinadas. Se Bolsonaro tivesse dito que não queria, as ruas estavam cheias de pessoas protestando contra a decisão. Haveria panelaço. Tem que ser muito tabacudo para querer resolver os problemas do Brasil batendo panela.

Não faz muito tempo, o governo petista se empenhou em trazer a Copa do Mundo e as Olimpíadas para o Brasil. Quando se ouviu protestos em função da crise no setor de saúde, Ronaldinho, disse: “não se faz Copa do Mundo construindo hospitais”. Não faz mesmo, mas fizeram elefantes brancos – Arena Dunas, Arena Pantanal, Arena Amazonas e o Mané Garrincha, em Brasília. Particularmente, o Mané Garrincha estava orçado em R$ 623 milhões e saiu por R$ 1,3 bilhão. O dobro. Simplesmente o dobro. A Arena Pernambuco foi orçada em R$ 479 milhões e custou R$ 743 milhões. O prejuízo para o estado de Pernambuco é da ordem de R$ 7 milhões por ano. Os jogos atraem menos de 500 torcedores, devido a logística, a distância, etc. O TCU fez uma análise que diz que os custos da Copa passaram de R$ 1,7 bilhão para R$ 25,09 bilhões (incluindo obras que ainda não acabaram).

Daí vem as críticas em relação a realização da Copa América. Não entendo. Não faz 15 dias Náutico e Sport disputaram o título do campeonato Pernambuco. Terça-feira o Sportv transmitiu Boa Vista e Vasco; hoje, às 16h tem CSA x Sampaio Correa no Sportv, transmitido por Rembrandt Júnior, um locutor da TV Globo Recife. Então, nesse contexto: qual o motivo do chilique de Luís Roberto, locutor da Rede Globo, sobre a Copa América? Não é a Globo quem vai transmitir. Só isso. Se fosse, não estaria essa campanha imbecil de que “queremos vacina e não futebol”. Pior de tudo: bastou o presidente da CBF dizer que é favorável ao evento que já disseram que o cara assediou sexualmente “não sei quem”. Apure-se. Agora é uma puta sacanagem desse jornalismo da Rede Globo colocar isso agora. Por que não fez antes?

Finalmente, outra imbecilidade que me assusta é a teoria do golpe. Diga-se, de passagem, que ouço e leio isso nos grupos esquerdistas. Tem uns que garantem que as forças armadas já estão preparadas, tudo pronto para tomar o poder. Em 1964 quando os militares assumiram o governo, o primeiro cara que perdeu o emprego foi o presidente João Goulart. Então, qual o argumento para dar um golpe? Vão tirar Bolsonaro e botar quem no lugar? Lá em 1964 havia um argumento: não permitir que o país se tornasse socialista e hoje, qual o argumento? Bom, como estamos falando em golpe com tanta certeza, então é melhor esquecer a eleição de 2022, não é mesmo? É bom avisar aos candidatos porque todo mundo diz que vai ter golpe, mas os candidatos continuam trabalhando firme na sua candidatura. Para tudo isso eu só tenho uma palavra: IMBECIS.

8 pensou em “SACO CHEIO

  1. Maurício,

    E depois dizem que quem entende de puteiro é você.

    O Brasil que puxa o Brasil para baixo está atuando intensamente, diariamente, INCANSAVELMENTE.

    Trabalham 24 horas, de forma ininterrupta, buscando qualquer motivo para mimimi, chororô e pedidos de impeachment do atual governante ou boicotar qualquer pessoa ou ação que vise a melhora deste PAIS.

    Tem que ser muito tabacudo para querer resolver os problemas do Brasil batendo panela. E são.

    Para tudo isso existe um assuerístico final de crônica: IMBECIS.

  2. Primeiro, foi o misógino, o machista, o troglodista, o pata de cavalho, dentre outros.

    Depois, os filhos manipulam presidente Bosonaro entre outras imbecilidades.. entre eles os casos das queimadas, dentre outros.

    Depois, o negacionismo da vacina dentre outros… e o presidente trabalhando e não deixando roubar e não roubando, dentre outras boas notícias.

    Roberto Jefferson é que fulminou todos esses argumentos bandidistas, falaciosos da esquerdopatia bandida.

    ABSTINÊNCIA!! ABSTINÊNCIA!! Desa corja que passaram mais de 20 anos roubando o Brasil com o apoio de LULA!

  3. Sobre a Copa América citada em seu texto: Comunicado de la Asociación del Fútbol Argentino: “La Selección Argentina confirma su participación en la Copa América 2021, tal lo refleja su espíritu deportivo a lo largo de toda la historia. Con un esfuerzo enorme de la Asociación del Fútbol Argentino, que puso a su disposición todas las herramientas necesarias para poder garantizar cada uno de los cuidados específicos en este difícil momento que atravesamos, la Selección Nacional viajará a Brasil para disputar el certamen continental. Todo el staff del equipo albiceleste trabajará unido para sobreponerse ante esta adversidad que, lamentablemente, nos afecta a todos los sudamericanos por igual”.

    • Pois é. Politizaram o futebol. Se a Copa fosse na Argentina, o Brasil jogaria? Os jogadores estão jogando nos seus respectivos clubes?

  4. Maurício.

    Estive refletindo sobre essa celeuma de não se fazer a Copa América aqui no Brasil. A Rede Goebbells de televisão chora porque a chupeta está na boca de outro bebê: o SBT, mas fiquei pensando o motivo de outras pessoas estarem contra a realizaçao desse evento. E olha que eu não sou fã de futebol. Simplesmente não vejo graça em ver 22 marmanjos correndo atrás de uma bola por 90 minutos.
    Mas, aí pensei… não é pela bola… são pelos milhões que a bola traz consigo. Aí vai. E, como eu tenho perna de pau e dois pés esquerdos para o futebol, fico na minha.
    Mas a grita de quem não quer a copa tem outra razão mais, digamos, comercial. Essa gente não quer, justamente porque a Copa América vai usar a estrutura existente no país, ou seja, não será necessário “construir”, ou “reformar” estádios, principalmente com os números iniciais e finais como você mostrou, não será necessário construir, ou reformar aeroportos, alojamentos, refeitórios.
    O chororô é porque não serão desviados bilhões. Se houvesse essa necessidade, os que hoje estão clamando pela não realização da Copa no Brasil, estariam desfilando como líderes de torcidas, agradecendo o governo pela oportunidade de mostrar “o melhor” que eles têm. Cruz credo… longe de mim esse povo.

Deixe uma resposta para Maurício Assuero Cancelar resposta