DEU NO JORNAL

A Rádio Bandeirantes de São Paulo apurou que, em média, mais de 5.000 criminosos não voltam à cadeia, após usufruírem de “saidinhas” ou “saidões”.

Nos últimos quatro anos, foram mais de 21 mil bandidos.

E ainda tem gente que defende a manutenção dessa regalia absurda.

* * *

Tem gente que defende sim a manutenção desse absurdo.

Gente assim feito Maria do Rosário, que adora um bandidos e marginais.

Inclusive os que são políticos.

Aliás, todos que eu conheço e que defendem esta merda de saidinha, são zisquerdóides babacas (desculpem a redundância…)

Sem exceção.

3 pensou em “RUAS CHEIAS COM BANDIDOS GOZANDO DA SAIDINHA

  1. Essas regalias nas prisões são uma verdadeira CORNAGEM jurídica inventada por políticos para protegerem seus amigos presos.É também, sem licença da palavra, a maior feladaputagem que eu já vi. Pra certos criminosos presos, visita íntima, seria a visita de um carrasco com um vergalhão de boi à mão, pronto para uma audiência penitenciária. depois da sova, uma salmora.

    • E um bastão de beisebol, para enfiar no fiofó do criminoso e massagear a próstata do dito até ele gozar.

      E está resolvida a questão da visita íntima.

      O problema é ele se viciar com essa “ejaculação assistida”.

  2. Essa é coerente. “Maria do Rosário tem carro roubado: “Renovo minha convicção contra as armas. O poder do crime está na violência do fator surpresa e nas armas que usa.” Claro o aluguel do carro estava sendo pago pela cota parlamentar, porque se preocupar?

Deixe uma resposta