CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Ainda sobre Fascismo

Querido Berto,

Resolvi também meter a minha colher na discussão sobre fascismo, e naturalmente sobre seu irmão gêmeo univitelino, o nazismo.

Não vou escrever muito. Quero apenas mostrar algumas imagens para vocês:

As duas primeiras, acima, são fotografias recentes, tiradas por mim, da porta de um centro acadêmico da universidade para a qual que eu prestei concurso público para professor e, infelizmente, tenho que dizer que é onde trabalho.

Chama-se Universidade Federal da Pá Virada, também conhecida como UFPA.

Veja como os estudantes são democráticos e plurais – como deve ser o ambiente universitário – a ponto de proibir a entrada, em espaço público!!! – de grupos de pessoas que…. não pensam como eles.

Já as fotos acima foram extraídas livremente da internet, utilizando, no Google, a busca “juden zutritt verboten”, que quer dizer: Proibida a entrada de judeus.

São fotos da Alemanha nazista, durante a 2ª Guerra Mundial.

Não é interessante? Quem será que são os fascistas/nazistas atualmente?

Acho que vou ter que parafrasear o Berto, novamente:

E dito isso, acho que não precisa dizer mais nada.

20 pensou em “RÔMULO SIMÕES ANGÉLICA – SANTA MARIA DE BELÉM DO GRÃO PARÁ

  1. Pois é Rômulo. Estes exemplos se espalham por tudo que é canto. Fascismo, na ótica de Goiano e de esquerdistas, é o que é feito por apoiadores do governo. O que se faz contra essas pessoas é simplesmente exercício do direito da livre expressão.

    • Não, Assuero, tergiversas, rodeias, escapoles – fascista na ótica de Goiano e dos esquerdistas é fascista dicionarizado:
      FASCISTA: Adepto do fascismo.
      FASCISMO: Movimento político e filosófico ou regime (como o estabelecido por Benito Mussolini na Itália, em 1922), que faz prevalecer os conceitos de nação e raça sobre os valores individuais e que é representado por um governo autocrático, centralizado na figura de um ditador.
      FILOSOFIA E PRÁTICA FASCISTA: “O fascismo se caracterizava por ser um sistema político oposto ao socialismo e também imperialista, antiburguês, autoritário, antiliberal e nacionalista”.
      CARACTERÍSTICAS HISTÓRICAS DO FASCISMO: O fascismo se caracteriza por defender:
      a) Estado Totalitário: o Estado controlava todas as manifestações da vida individual e nacional.
      b) Autoritarismo: a autoridade do líder era indiscutível, pois ele era o mais preparado e sabia exatamente o que a população necessitava.
      c) Nacionalismo: a nação é um bem supremo, e em nome dela qualquer sacrifício deve ser exigido e feito pelos indivíduos.
      d) Anti-liberalismo: o fascismo defendia algumas ideias capitalistas como a propriedade privada e a livre iniciativa das pequenas e médias empresas. Por outro lado, defendia a intervenção estatal na economia, o protecionismo e algumas correntes fascistas, a nacionalização de grandes empresas.
      e) Expansionismo: visto como uma necessidade básica da nação donde as fronteiras devem ser alargadas, pois é preciso conquistar o “espaço vital” para que ela se desenvolva.
      f) Militarismo: a salvação nacional vem por meio da organização militar, da luta, da guerra e do expansionismo.
      g) Anti-comunismo: os fascistas rejeitavam a ideia da abolição da propriedade, da igualdade social absoluta, da luta de classes.
      h) Corporativismo: ao invés de defender o conceito de “um homem, um voto”, os fascistas acreditavam que as corporações profissionais deviam eleger os representantes políticos. Também sustentavam que somente a cooperação entre classes garantia a estabilidade da sociedade.
      i) Hierarquização da sociedade: o fascismo preconiza uma visão do mundo segundo a qual cabem aos mais fortes, em nome da “vontade nacional”, conduzir o povo à segurança e prosperidade.
      Pois bom, recentemente, ontem mesmo, ou anteontem, sei lá, em texto publicado aqui no Jornal da Besta Fubana, pegamos tudo isso, esprememos, tiramos o substrato do sumo do supra-sumo, e analisamos o que hoje se vê como estensão do sentido de fascismo e fascista segundo a novilíngua comprida e áspera; e lá está explicadinho que não é nada disso aí que tu e Rômulo andam querendo esfregar na cara de nós, esquerdistas safados amantes de Paris.
      Não tem como escapar, meus velhos – João Francisco pedidu exemplos reais de fascista e foi-lhe dado goela abaixo:
      Exemplos reais de Jair Messias Bolsonaro:
      1) Preferia morrer a ter um filho homossexual;
      2) Fraquejei e aí saiu uma menina;
      3) Não te estupro porque és feia pra caralho;
      4) Quilombolas pesam arrobas e não servem nem para procriar;
      5) Vamos deixar de ser maricas, é só uma gripezinha;
      6) Ambientalistas são frescos e se pudesse os confinaria na Amazônia;
      7) Pretendo beneficiar meu filho, sim!
      8) Denúncia de tortura na ditadura é tudo cascata;
      9) Eu, se fosse militar naquela época, teria feito a mesma coisa;
      10) Eu sou favorável à tortura;
      11) Se eu pudesse, fechava o Congresso.
      Além dessas posições “ideológicas”, convém conhecer os atos e fatos de sua administração, como, por exemplo, o corte de fornecimento de determinados jornais, as ameaças à Globo, os procedimentos relativos à pandemia, as tentativas de influir na Polícia Federdal e nas Forças Armadas e todo o folclore que só não vê quem é mais blindado do que os deficientes visuais teimosos da cabeça dura.
      Eu tenho muito mais a dizer, mas prefiro ser breve.

      • Goiano, 1 e 2 é machismo. É a cultura do macho que precisa de filho macho pra comer e não para ser comido. 3 e 4 precisa ver o contexto. 3 eu sei que foi uma reação a Maria do Rosário, poderia ter evitado isso? Sim. 5) Não difere muito do que Lula disse em relação aos viados de Pelotas e nem as mulheres de grelho duro, .6) Existe excesso ambientalista? Sim. Quando estudava Economia do Meio Ambiente tinha cara que até matar uma barata era crime inafiançável. 7) Lula considerou Lulinha o Ronaldinho dos negócios. Do zoológico para o mercado, sem graduação, sem pós e porra nenhuma, apenas com o pai presidente. A fortuna de Lulinha não é da época do sindicato de metalúrgicos. É de 2002 pra cá. Eu não concordo, mas não conheço um pai que não fosse em defesa do filho. 8) Acho um equivoco isso. Houve tortura, desaparecidos, houve até o caso de Clemente que matou um camarada porque acho que ele ia dedurar. 9) eu não entendi, porque ele foi militar. 10) Eu não sou favorável a tortura, nem de amor; 11) Ainda bem que não pode. embora aquela porcaria só tenha canalhas.
        Eu li sua coluna, ia comentar, até mesmo porque você me citou, mas insisto em dizer que as ações da esquerda não diferem das ações da direita.

        • Assuero, vou comentar item por item:

          1 e 2 é machismo. É a cultura do macho que precisa de filho macho pra comer e não para ser comido.
          RESPONDO: Estás querendo dizer que o machismo deve excluir o preconceito.

          3 e 4 precisa ver o contexto.
          RESPONDO: Sim, mais além do contexto é preciso ver a história, ou o histórico, ou a folha corrida, ou a ficha.

          3 eu sei que foi uma reação a Maria do Rosário, poderia ter evitado isso? Sim.
          RESPONDO: O preconceito se revela com frequência nos momentos de ira, na forma de agressões verbais.

          5) Não difere muito do que Lula disse em relação aos viados de Pelotas e nem as mulheres de grelho duro,
          RESPONDO: Difere, sim. E muito. Aqui não se trata de homossexualidade, de brincadeiras com a viadagem e o lesbianismo, mas de chamar de frouxos todos os que estão adotdando medidas preventivas para manter a saúde e a vida e do desprezo que o presidente mostrou quanto à lealidade de Covid 19.

          .6) Existe excesso ambientalista? Sim. Quando estudava Economia do Meio Ambiente tinha cara que até matar uma barata era crime inafiançável.
          RESPONDO: Estás afirmando, mediante o uso de um exemplo pueril, que acreditas que o meio amboiente não está sendo tão agredido assim, que essa turma de ambientalistas está praticando alarmismo.

          7) Lula considerou Lulinha o Ronaldinho dos negócios. Do zoológico para o mercado, sem graduação, sem pós e porra nenhuma, apenas com o pai presidente. A fortuna de Lulinha não é da época do sindicato de metalúrgicos. É de 2002 pra cá. Eu não concordo, mas não conheço um pai que não fosse em defesa do filho.
          RESPONDO: Queres explicar a tentativa de nomeação a todo custo do filho para a mais importante embaixada do mundo, alegando que Lulinha enriqueceu às custas do pai: O nome da ação do presidente Jair Messias Bolsonaro é nepotismo.

          8) Acho um equivoco isso. Houve tortura, desaparecidos, houve até o caso de Clemente que matou um camarada porque acho que ele ia dedurar.
          RESPONDO: Jair |Messias Bolsonaro é o equívoco ambulante.

          9) eu não entendi, porque ele foi militar.
          RESPONDO: Pegou os sete últimos dos vinte anos de ditadura, não viveu a época brava lá dentro.

          10) Eu não sou favorável à tortura, nem de amor.
          RESPONDO: Fascistas são.

          11) Ainda bem que não pode. embora aquela porcaria só tenha canalhas.
          RESPONDO: Fascistas odeiam a democracia, Congresso, Judiciário, eleições… Uma forma de evitá-los é atribuir-lhes defeitos tão graves que devem ser eliminados

          Eu li sua coluna, ia comentar, até mesmo porque você me citou, mas insisto em dizer que as ações da esquerda não diferem das ações da direita.
          RESPONDO: Falácia da comparação incompleta. Nada mais incongruente do que afirmar que ações de esquerda e de direita não diferem, especialmente quando se trata de direitos humanos! A comparação é incompleta porque compara mas não oferece os elementos de comparação, sendo que esses elementos não podem existir uma vez que uma das características da esquerda é a especfial atenção aos direitos humanos, que a direitda chama de direito dos manos e diz que direitos humanos é só para os bons.

          UM ADENDO: Comparar as ações de Jair Messias Bolsonaro às de Lula constitui um “tour de force” para explicar que se Lula agiu de certo modo, Bolsonaro pode agir de modo igual ou equivalente que está tudo bem. Muitos têm insistido nesse tipo de argumento, se achando.

          • Goiano, o problema é que você resume a questão ao sim ou não. Esse adendo é terrível. Na verdade, quando eu cito Lula é para dizer que ninguém criticou quando ele disse isso ou aquilo. O cara disse que política ladrão é melhor do que funcionário público concursado. Ninguém disse porra nenhuma sobre isso. O sindicato calou-se. Nenhum protesto. Paulo Guedes disse que havia parasitas, caramba!!!!, só faltou o cadafalso. Todo dia, antes de Moro sair, a imprensa noticiava que Moro ia sair, isso desde o dia seguinte à posse. Disseram o mesmo de Guedes. Em suma, tenta-se desestabilizar o governo todo dia. E quem faz isso é pessoal da esquerda. Eleição se ganha no voto.

  2. Caro Rômulo, ontem pedi ao Goiano em sua coluna que desse exemplos claros de atitudes fascistas do Bolsonaro ou do governo.

    O que obtive foi uma relação de frases soltas, fora de contexto, algumas até inventadas do Bolsoringa, quando ele era deputado e era dado a uma polêmica.

    Nenhuma condenação por preconceito, nenhuma briga, ao contrário, já foi cuspido no plenário da Câmara Federal por uma lhama cuspideira e nem reagiu.

    Exemplos práticos de atitudes autoritárias enquanto Presidente? Nenhuma.

    Deve estar com saudades de quando o Molusco exaltava as mulheres do grelo duro do seu partido, os Veados de Pelotas, ou quando propunha controle da mídia. Isso sim era um ser democrático sem preconceitos.

    • João Francisco, o pior cego é aquele que quer ver, o que não é, absolutamente, o teu caso.
      Atitudes autoritárias de Jair Messias Bolsonaro é o que mais tem.
      1) Quando achou que a Globo estava pegando no seu pé, ele, que detesta oposição, avisou que ia fazer de um tudo para cassar-lhe a concessão.
      2) Mandou os órgãos do executivo pararem de comprar a Folha de São Paulo, pelo mesmo motivo.
      3) Avisou aos anunciantes que eles estavam na mira se anunciassem naqueles inimigos.
      4) Foi ríspido, ofensivo e ignorante com jornalistas inúmeras vezes, quando lhe fizeram questionamentos incômodos.
      5) Muitas das declarações feitas por Jair Messias Bolsonaro antes de assumir a presidência da república revelam suas tendências e felizmente ele não pode transformar em atos todas.
      6) Jair Messias Bolsonaro tentou impor no combate à epidemia do Covid 19 suas ideias pessoas e sem fundamento cientifico e se não conseguiu concretizar suas maluquices pôde, pelo menos, levar seguidores à contaminação e à morte por pregar e praticar o não-distanciamento e o abandono de medidas de prevenção, como o uso da máscara, tanto que acabou por ser contam inado, e também o uso de métodos de sua dele cabecinha doida que as pesquisas informam não serem capazes de produzir os resultados benéficos propalados (mas, seja como for, mesmo que algum dia se revele que ele tinha alguma “razão”, isto é, que cloroquina e ivermectina podem ser uteis nos tgratamentos da Covid, um presidente da república incentivar o uso de medidas potencialmente inócuas e perigosas, como provavelmente é o caso revela uma cabeça irrespons´pavel e, mais do que isso, até criminosa – uma autoridade de tal poder não pode usar de suas “intuições” quando elas podem ameaçar a vida, a saúde, a segurança da população.
      7) As políticas econômicas do governo estão erradas: ainda que possam resultar em realização de caixa para o Estado e de algum desenvolvimento da economia, são políticas de sacrifícios desnecessários para a parte mais fraca da sociedade. Sim, é possível crescer e obter resultados econômicos com providências contrárias ao interesse do povo, dos trabalhadores, cortando direitos e impondo medidas outras que sobrecarreguem os trabalhadores e desatendam à pobreza – o que é o contrário das políticas de esquerda, que não pretendam que o bolo cresça primeiro para depois dividi-lo pois isso é uma sacanagem, a fome não espera.
      Tem muito mais, mas como hoje resolvi ser breve fico por aqui.

      • Goiano, obrigado por ter sido breve, serei também nos contra argumentos.

        1 – A Globo renova sua concessão em 2022. Lula renovou em 2008 e a mesma devia impostos. JB disse que agora ele não renovaria nas mesmas condições. Teria que apresentar certidão negativa de débitos. Se apresentasse, tudo bem.

        2 – Todas as repartições públicas recebiam assinatura da Falha de SP. Um desperdício de dinheiro dos pagadores de impostos. No que diz respeito a mim, fiquei satisfeito. Economia de dinheiro. Flávio Dino assinou a Carta capital (R$ 1,4 mi) para distribuir para escolas fechadas. Percebe a diferença?

        3 – Anunciantes na mira de quem cara pálida? Ele só disse que quem anuncia na Globolixo perde clientes. eu concordo.

        4 – O JN esperou JB viajar para o Japão para fazer uma reportagem colocando-o na cena do crime da Marielle numa clássica Fake news. Como estava em viagem não poderia responder. Foi até educado chamando-os de canalhas e divulgadores de patifarias. Foi pouco. Esse foi só um ex. de como a imprensa se comporta com o PR.

        5 – Antes de ser PR, JB era um deputado polêmico de baixo clero que nunca se envolveu em escândalos. Certa feita chamaram-no de fascista, machista, taxista, bicicletista e otras coisas mais. Ele disse: – “Me chamem de corrupto, pô.” Ficaram todos quietos.

        6 – Todos os alertas que JB fez no início da pandemia da gripe chinesa, especialmente o que a quarentena deveria ser aplicada às pessoas do grupo de risco, que a economia e escolas não poderiam parar; hoje a OMS reconhece que ele estava certo. 40 pessoas ligadas ao governo ou próximas a JB pegaram a gripe e fizeram tratamento precoce com o coquetel HQC. Sabe quantas tiveram complicações? ZERO.

        7 – Quanto à economia. Inflação dentro da meta, Juros SELIC a 2%, geração de emprego nos últimos 4 meses: 1 milhão, queda na economia prevista no início pelo FMI no BR 10% – atual previsão menos 4%. Agro bombando, Indústria voltando a crescer, água para o NE com a entrega da transposição do V. Chico, estradas, pontes, portos, aeroportos (Tarciso nota mil).

        Tem muito mais, mas dou um só recado: Pesquisa IBOPE e Datafolha que erram sempre para menos dão 70% de regular, bom e ótimo para o cara.

        Poderia estar melhor? Poderia, mas com a torcida contra que ele tem, tá regular.

        Eu dou regular para ele. Nota 6. Sou exigente.

        • João Francisco, tentarei ser breve de verdade, tealvez até lacônico:

          1 – A Globo renova sua concessão em 2022. Lula renovou em 2008 e a mesma devia impostos. JB disse que agora ele não renovaria nas mesmas condições. Teria que apresentar certidão negativa de débitos. Se apresentasse, tudo bem.

          RESPOSTA: Se essa (e outras) não é ameaça…: “Não vou dar dinheiro para vocês. Globo, não tem dinheiro para vocês. Em 2022… Não é ameaça não. Assim como faço para todo mundo, vai ter que estar direitinho a contabilidade, para que você [Globo] possa ter sua concessão renovada. Se não tiver tudo certo, não renovo a de vocês nem a de ninguém”…

          2 – Todas as repartições públicas recebiam assinatura da Falha de SP. Um desperdício de dinheiro dos pagadores de impostos. No que diz respeito a mim, fiquei satisfeito. Economia de dinheiro. Flávio Dino assinou a Carta capital (R$ 1,4 mi) para distribuir para escolas fechadas. Percebe a diferença?

          RESPOSTA: É autoritarismo excluir um, apenas um, jornal do fornecimento a órgãos públicos, pelo fato de esse jornal censurar o governo.
          A Secretaria Estadual de Educação do Maranhão, comandado pelo governador Flávio Dino (PDCdoB), desistiu de comprar as assinaturas da revista Carta Capital que seriam destinadas a bibliotecas de escolas públicas do estado. A secretaria autorizou as despesas em agosto deste ano, mas voltou atrás diante da falta de justificativas para o gasto, no momento em que a pandemia da Covid-19 mantém alunos e professores fora das unidades de ensino. Em comunicado, a pasta disse que “lançou a compra com a  expectativa da volta as aulas presenciais, que não se concretizaram e, por isso, cancelaria a aquisição”.

          3 – Anunciantes na mira de quem cara pálida? Ele só disse que quem anuncia na Globolixo perde clientes. eu concordo.

          RESPOSTA: “Pô, não anunciem lá, porque um jornal que só mente o tempo todo, trabalha contra o governo. E se o governo der errado, toda a economia do Brasil vai sofrer. Você não pode dar dinheiro para uma mídia que mente o tempo todo. Tem boas revistas no Brasil, tem bons jornais no Brasil? Tem? Vai em cima dessa imprensa que é isenta, fala a verdade. Vocês estão ajudando o Brasil. Agora quando você anuncia numa Folha de São Paulo, por exemplo, vocês estão ajudando o Brasil a afundar, porque eles só querem o tempo todo me derrotar. Falam até em impeachment, você passar um vídeo, impeachment…”, afirmou Bolsonaro.
          A Revista Época disse que o presidente chegou a afirmar que irá se reunir no mês que vem com empresários em São Paulo e pedirá que eles não comprem anúncios na ÉPOCA e na “Folha”.

          4 – O JN esperou JB viajar para o Japão para fazer uma reportagem colocando-o na cena do crime da Marielle numa clássica Fake news. Como estava em viagem não poderia responder. Foi até educado chamando-os de canalhas e divulgadores de patifarias. Foi pouco. Esse foi só um ex. de como a imprensa se comporta com o PR.

          RESPOSTA: O Jornal Nacional publicou o que existia no momento sobre o caso do porteiro. E não é comum jornais esperarem as pessoas voltarem de viagem para pubclicar suas matérias. A reação exacerbada de Jair Bolsonaro, que ameaçou até mesmo romper o contrato de concessão com a Globo, fez com que o canal recuasse e apresentasse apenas a versão oficial, que desmente o envolvimento do presidente no caso Marielle. Após fazer uma retrospectiva da reportagem reproduzida na terça-feira, o JN divulgou prontamente um vídeo feito por Carlos Bolsonaro desmentindo o porteiro.

          5 – Antes de ser PR, JB era um deputado polêmico de baixo clero que nunca se envolveu em escândalos. Certa feita chamaram-no de fascista, machista, taxista, bicicletista e otras coisas mais. Ele disse: – “Me chamem de corrupto, pô.” Ficaram todos quietos.

          RESPOSTA: Queres dizer que não sendo corrupto pode ser fascista?!

          6 – Todos os alertas que JB fez no início da pandemia da gripe chinesa, especialmente o que a quarentena deveria ser aplicada às pessoas do grupo de risco, que a economia e escolas não poderiam parar; hoje a OMS reconhece que ele estava certo. 40 pessoas ligadas ao governo ou próximas a JB pegaram a gripe e fizeram tratamento precoce com o coquetel HQC. Sabe quantas tiveram complicações? ZERO.

          RESPOSTA: A OMS não reconheceu “que Jair Messias Bolsonaro estava certo”. O diretor-geral da instituição, o etíope Tedros Adhanom Gheybresus, apenas reconheceu que pessoas pobres podem ser prejudicadas por ficarem sem fonte de renda durante o período. Em entrevista coletiva na última segunda-feira (30), ele concluiu que os governos nacionais devem desenvolver políticas públicas para garantir renda a essas pessoas – e não relaxar as medidas de isolamento onde elas são necessárias. Em momento algum ele indicou uma mudança de opinião da OMS sobre o assunto. Os bolsonaristas forçaram a barra e andaram interpretando algumas coisas a esse respeito de forma distorcida, mas o referido diretor desfez os equívocos da forçação de barra.
          Quanto às atitudes de Jair Messias Bolsonaro no enfrentamento da epidemia do Covid 19, o mundo inteiro sabe que ele meteu os pés pelas mão, em tudo, errou e só errou, inclusive ao convencer grande parte da população que medicamentos de eficácia duvidosa e efeitos colaterais perigosos são eficazes e inofensivos. |Irresponsabilidade total. A ciência ainda não pôde concluir, mediantde pesquisas feitdas com os protocolos adequados, quais são os medicamentos eficazes e seguros. Cientistas dizem que os efeitos benéficos desses medicamentos podem equivaler aos efeitos aparentemente positivos da astrologia (outros dizem que podem equivaler a efeitos aparentemente eficazes da homeopatia, que hoje no Brasil é uma especialidade da medicina).

          7 – Quanto à economia. Inflação dentro da meta, Juros SELIC a 2%, geração de emprego nos últimos 4 meses: 1 milhão, queda na economia prevista no início pelo FMI no BR 10% – atual previsão menos 4%. Agro bombando, Indústria voltando a crescer, água para o NE com a entrega da transposição do V. Chico, estradas, pontes, portos, aeroportos (Tarciso nota mil).

          RESPOSTA: Pode haver algo de bom no governo, impossível ficar lá em cima sem fazer absolutamente nada que preste. A esquerda, tipo a esquerda petista e lulista,não concorda com os métodos de desenvolvimento econômico adotados pela direita – e isso já foi suficientemente debatifo por mim e vou me isentar de me estender nisso. Acreditamos em uma política mais humana e nada de deixar crescer o bolo para distribuir depois que o trabalhador teve a pele tirada, o pobre morreu de fome e a mortalidade infantil disparou.

          Tem muito mais, mas dou um só recado: Pesquisa IBOPE e Datafolha que erram sempre para menos dão 70% de regular, bom e ótimo para o cara.
          Poderia estar melhor? Poderia, mas com a torcida contra que ele tem, tá regular.

          RESPOSTA: A popularidade de Jair Messias Bolsonaro é impressionante, mas não é um mistério: Ele conseguiu despertar os instintos bárbaros de grande parte da popiulação, que só precisava de um líder para para sair do armário. A “!torcida contra ele” é apenas o exercício democrático da oposição, que o fascismo não admite.

          Eu dou regular para ele. Nota 6. Sou exigente.

          RESPOSTA: A nota não corresponde à defesa que fazes dele e de seu governo.

    • PS: verdade é dizer; centros acadêmicos, principalmente da área de h\\umanas, são redutos de esquerda. E pelo que eu sei, os reitores preferem não mexer com as feras

      E enquanto a eleição dos reitores for com votos de 1/3 de professores, 1/3 de alunos e 1/3 de funcionários, nada vai mudar. Para mim os reitores deveriam ser escolhidos pelo colegiado dos professores.

    • Os “novos” Antifas (antifascistas):
      Loren Balhorn explica em A História Perdida dos Antifas: o Popular Movimento Antifascista, publicado na Jacobin,  que os antifas aos quais nos referimos hoje (e que Trump classifica como como “terroristas”) não estão diretamente conectados aos antigos grupos alemães. Segundo ele, os novos antifas são muito mais um resultado do movimento autonomista da década de 1980, uma corrente da esquerda europeia que surgiu em oposição à burocracia do Estado e pregava a autogestão e descentralização do poder.
      Desde então, as pautas centrais tornaram-se o combate a políticas de extrema-direita, ao neonazismo, à xenofobia e ao racismo. 
      Acrescentemos a homofobia, o misoginismo, mantenhamos o autoritarismo, o ódio ao opositor, a tentativa de ferimento da liberdade de imprensa, quebremos os ovos, misturemos bem e está pronto o bolo para ir ao forno.

  3. PRIMEIRO ESTUDEM O NOSSO IDIOMA TROPA DE JUMENTOS. POR AÍ DÁ PARA VER O NÍVEL DE NOSSAS FACULDADES (TUDO NETINHO DA BESTA PAULO FREIRE). HIPÓCRITAS!!! MACONHEIROS VAGABUNDOS!!! VÃO ESTUDAR PALHAÇOS.

  4. Meu caro Rômulo, vamos acrescentar à lista de identificação de fascistas, mais essaq:
    – Proibição da entrada de “Bolsominions” e de pessoas apoiadoras de Jair Messias Bolsonaro, consideradas por eles “animais” feitas por estudantes de centros acadêmicos de universidades, sabendo-se, é claro, que não se tratam de proibições “stricto sensu”, à falta de um poder de polícia, mas de declarações de princípios anti-bolsonaristas por parte daqueles que acreditam que Jair Messias Bolsonaro é um fascista do rabo grosso, uma vez que vários coleguinhas entraram sem que fossem antes parados para declararem suas preferências político-bolsonaristas de modo que estão lá dentro tomando cafezinho e jogando conversa fora.
    Rômulo, ficou um pouco grande, mas tá lá na lista.
    Ah, podemos incluir, também, as pessoas que portam faixas de “Fora Bolsonaro”, “Ele Não” e “Ninguém Agueta Mais Esse Maluco” na lista de fascistas.
    De modo que, a partir de agora, inclusive, já-já, são considerados fascistas todos os que não gostam do Jair Meswsias Bolsonaro, porque onde já ci vil não amar uma pessoa tão bondosa?

    • Meu genial e fubânico Rômulo, após curvar-me ao seu modus operandi para despertar a “besta fera goiânica”, vamos acrescentar à lista de identificação de fascistas, mais essas
      – Proibição da entrada de “Bolsominions”, de Fubânicos (pois são contra o politicamente correto) e de pessoas apoiadoras de Jair Messias Bolsonaro, consideradas por eles como “animais”.

      E lá vai Sancho sendo proibido de entrar em lugares onde só a esquerda é bem vinda. Assim não poderei jamais dar um abraço no Goiano.

Deixe uma resposta