CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

Prezado Editor,

Li hoje pela manhã no Globolixo.com, que o impoluto Rodrigo Maia quer PEC contra militares no Governo.

Por incrível que pareça voltei a acessar o site para lhe mandar a cópia da reportagem, mas havia desaparecido.

Se essa for realmente a pretensão, primeiro que isso não é uma discriminação contra os militares, isto é, militofobia?

Segundo, como os roubos com os militares em alguns postos diminuiu eles estão desesperados.

Até concordo que da ativa não assumir algum cargo, mas se for par barrar até os da reserva, aí está escancarada a discriminação.

R. Caro leitor, para acessar a página da Gloolixo com essa matéria que você citou é só clicar aqui.

De fato, os que padecem dessa doença que você chamou de “militofobia” se cagam de medo quando um estrelado assume o comando de algum órgão.

Nas academias militares onde os oficiais estudaram e foram treinados, ladroagem e corrupção são considerados pecados mortais e passíveis de penas eternas nos quintos dos infernos.

As raras, as raríssimas exceções – que existem só pra confirmar a regra -, são repudiadas e solenemente execradas.

5 pensou em “ROMILDO – JOÃO PESSOA-PB

  1. Sancho canta, entusiasmado: Brava gente brasileira! Longe vá… temor servil: Ou ficar a pátria livre. Ou morrer pelo Brasil. Parabéns, ó Bolsonaro, por colocar os homens cuja segunda pele é o verde-oliva a frente de pastas de vital importância para a NAÇÃO. São HOMENS tão capacitados, que é um desperdício de potencial deixar essa GENTE BRASILEIRA confinada na Caserna. Muito de capacidade possuem para ofertarem em prol da nação.
    É só o Bolsonaro convocar uma reunião no Clube Militar e trazer de volta à ativa aqueles oficiais que muito fizeram pelas cores da Pátria (um filho seu não foge á luta. Estamos em guerra contra o atraso, as más gestões, a inércia, a mediocridade. Há muito a ser feito)

    E deixo meu recadinho de sempre: PRIVATIZA SAPORRA TODA, Bolsonaro!!!!!

  2. A idiotia dos políticos de Brazólia é coisa para os pósteros…A capacidade de querer transformar em leis, normas, decretos e tudo mais que o valha, as vontades mais cretinas, os desejos mais estúpidos são dignos de estudo acadêmicos. Não é possível que um ser tão idiota quanto esse “Nhonho”, filho de um dos piores pulhas já paridos pela política bananeira ache que a vontade (dele) deva virar lei!!
    Como podemos, ao menos desejar, nos tornar um país melhor, ou menos pior, enquanto paspalhos mitômanos com uma cavalgadura dessas esteja na presidência da Câmara Legislativa??
    Definitivamente, Brazólia não é para qualquer um!!!

  3. Deveria haver uma lei que políticos com codinomes nas planilhas da Odebrescht não poderiam ser eleitos.

    O cria dos infernos. teve 70 mil votos no RJ, obtidos a custa de muito $ na campanha e se acha dono do Brasil.

  4. Mas repara… V. Insolência Chilena, Digão Nhonho querendo instaurar na marra uma “ditadura (in)civil”.

    Essa bola de sebo tem que levar uma surra de gato morto até o finado felino miar!

    FELA DA PUTA!

Deixe uma resposta para Nikolai Hel Cancelar resposta