DEU NO JORNAL

O planeta tem 4,385 milhões de pessoas infectadas com o coronavírus, mas 98,65% delas tiveram manifestações leves da doença ou estão completamente assintomáticas, segundo o Worldometer.

Números superlativos do chamado “jornalismo de funerária” espalham pânico com maior rapidez que o próprio vírus.

Mas a verdade é que das 11,2 milhões de pessoas que contraíram covid-19, cerca de 6,3 milhões, equivalente a 56% do total, já estão curadas.

No Brasil, o diretor de emergências da OMS, Michael Ryan, diz ver sinais de estabilização. São 534 mil infectados e 98,4% não correm riscos.

A taxa de cura, segundo o Worldometer, também mostra que o Brasil está reagindo: era de 85,2% no início de maio e já se aproxima de 94%.

* * *

Essa notícia aí de cima fala em “jornalismo de funerária”.

Eu acho que a expressão mais certa seria “Consórcio Funerário“.

Vejam na imagem abaixo, do Jornal Nacional da Globo Túmulo, edição de ontem à noite, quem são os componentes desse consórcio.

Que eles pomposa e funebremente batizaram de “consórcio de veículos de imprensa”:

Viram?

Um time arretado: G1, O Globo, Extra, O Estado de São Paulo, Folha de São Paulo e UOL.

O lema é o seguinte: não vamos mentir e espalhar o pânico dispersivamente.

Vamos mentir em consórcio!

Um consórcio que provoca orgasmos e delírios na oposição zisquerdóide banânica, ansiosa pra aumentar as estatísticas de mortes e botar a culpa no governo.

Matam descaradamente, impunemente mentem, tudo pra satisfazer aos desvarios psicopáticos dos doentes político-ideológicos.

Rejeitam até mesmo uso da hidroxicloroquina, um tratamento cuja eficácia já está mais que provada e comprovada.

Cliquem no título abaixo e vejam um vídeo bastante esclarecedor, que dura mais de duas horas, gravado pelo jornalista Alexandre Garcia e que contém depoimentos de vários médicos sobre o uso da hidroxicloroquina:

COVID 19: TRATAMENTO PRECOCE SALVA VIDAS

E, pra fechar a postagem, vejam só qual foi a foto que o G1 da Globo Túmulo botou pra ilustrar uma manchete publicada hoje, domingo:

Isso mesmo: a “notícia” foi ilustrada com uma fotografia onde aparece um grupo de coveiros trabalhando num cemitério.

É pra arrombar a tabaca de Xolinha!!!

3 pensou em “REDAÇÕES FUNÉREAS

  1. Concordo plenamente. Já mandei até um Whatsapp para a Globonews onde dizia que eua muito importante que se divulgasse o número de curados. Naturalmente sem resposta.

    Por exmplo, em SC o número de curados está na casa dos 75-78%. Este número é divulgado diariamente pelo NSC Total (Antiga RBS)

    E as curvas que são exibidas sõ cumulativas, isto é, não permitem ver facilmente se estão sendo achatadas. Também mencionei isto à GN.

    Por último, universalmente a midia fala em “distanciamento social”. Errado, é “ditânciamento físico”. O distanciamento social existe no Brasil desde os tempos de Cabral.

  2. Entreouvido num consultório médico:
    – Doutor, quando a pandemia vai acabar?
    – Não sei. Não entendo nada de política.

Deixe uma resposta