A PALAVRA DO EDITOR

Escutem a entrevista deste sujeito.

Ele fala de uma conversa que teve com o então presidente da república, o ex-presidiário Lula, atualmente condenado por corrupção e lavagem de dinheiro.

Prestem bem atenção nos assuntos que eles tratam.

Depois a gente volta:

Ouviram?

Trata-se de um vídeo gravado em um passado recente.

Um ministro do STF teve uma reveladora conversa com o então presidente da república.

Gilmar Boca-de-Tabaca dá detalhes do seu bate-papo com Lapa-de-Corrupto numa entrevista para uma emissora de televisão.

Um papo-papo sobre julgamentos, processos e outras pendências no cabaré do qual Boca-de-Tabaca é membro.

Se explicando, se justificando e quase pedindo desculpas pelos incômodos causados a Sua Insolência o Sinhô Prisidente.

Agora, imaginem se fosse nos dias de hoje:

Um togado em “conversa franca”, sendo cobrado e questionado pelo atual presidente.

Imaginaram?

Então me contem.

7 pensou em “RECORDAR É FICAR PUTO

  1. O editor esqueceu que também conversaram sobre os novos ministros do STF . Um ministro conversando com , então , um ex-presidente , que em tese não decidiria nada sobre estes novos indicados . E o Gilmar não acha nada demais . Nem a repórter .

  2. Banãnia é uma pouca vergonha. É esta situação retratada neste vídeo que eles querem que volte, porém com outro PR.

    Qual é a data da entrevista mesmo? o PR era o Lula ou a dilmanta?

      • Obrigado Airton, eu já desconfiava. Imagina que hoje os Togados nem chegam perto do PR. Tratar de nomeações de novos ministros STF com um ex presidente corrupto é o sinal dos tempos que vivemos hoje.

        Abraço

  3. O Brasil faz tempo que é brasil, quando o assunto é vergonha na cara da justiça.
    Que aliás faz tempo que deixou de ser Justiça.

Deixe uma resposta