7 pensou em “RECORDAR É SE EMPUTECER

  1. Isto é que acho bacana ! . Mostrar documentos , mostrar vídeos da internet ,tv etc. Coisas que é difícil apagar , mas mesmo que consigam , já foram printadas.

  2. 1 – Temer não era tucano
    2 – Moraes não era amigo de Temer, nem do Michelzinho ou da Marcela

    Vão ser babacas assim no…na…E deu o quê no Twitter? O Furico?

    Ô Berto, mais um post de fantasma? Que sejam todos assinados. Pelo menos o Goiano não tinha este defeito.

    • 1. Esquece o señor Doe que o Temer é amigo de todo mundo (do pt, dos tucanos e de quem mais podia, quando na ativa, trazer algum benefício político.) Temer é o que chamam de animal político. Portanto…

      2. como dito no ítem 1, ele não era tucano, mas Temer é um pacifista na selva política, de inteligência política acima da média, sempre esteve presente nas altas rodas da política nacional, possuía influência comprovada em todo o cenário político, pois militou no tabuleiro político por quase 4 décadas (Em 1981, filiou-se ao MDB).

      E as próprias palavras o definem. Michel Temer anuncia o fim da sua carreira política: “Já fui tudo”.

      Quanto ao termo “não era amigo”, CREIO que tampouco o señor Ramagem o é da família Bolsonaro, pois amizade é coisa que vem com o tempo (normalmente um sentimento que surge na infância). Muito pouco tempo de convivência entre tal personagem e a família Bolsonaro para que possa alguém afirmar que há elo de amizade entre tais pessoas.

      O delegado federal Alexandre Ramagem Rodrigues, que dirigia a Agência Brasileira de Inteligência (Abin), se tornou próximo da família presidencial ao coordenar a segurança de Bolsonaro na campanha de 2018.

      Se tornou próximo da família presidencial. Dá para chamar realmente de amigo alguém que conhecemos em 2018? Talvez o equívoco da mídia e dos que não gostam da família Bolsonaro seja fruto dos dias de hoje, onde todos falam em amor e amizade e gritam tais sentimentos nas redes sociais, como se fossem reais, instantes após o primeiro aperto de mão ou beijo na boca. Minha idade e experiência de vida me impedem de classificar levianamente alguém como amigo sem que tal relação tenha passado pelas tempestades da vida, que fazem cair as máscaras e revelam quem realmente é nosso amigo.

      Pelo acima exposto, não vejo nenhum inconveniente em ser colocado em um cargo de confiança, alguém de currículo invejável e compatível para preenchimento do cargo, sendo bem quisto dentro da Polícia Federal, cuja Associação o parabenizou pela nomeação.

  3. Faltou informar também que salvo engano, o Ministro Alexandre de Moraes não é “terrivelmente evangélico”. Aliás, se também não estiver enganada, não é o mesmo Ministro que está comandando investigações de “notícias falsas” com ajuda da Polícia Feral?

    Quero registrar também que mesmo não concordando com algumas opiniões do Sr. Goiano, além de assinar ele fornecia dados mais abrangentes para a reflexão do leitor.

  4. Me espanta que só agora descobrem que ministros do STF são afilhados de partidos .
    Alexandre de Moraes assumiu a cadeira não por ser amigo do Temer , mas sim porque secretário da Justiça do governo Alkmin e tem ligações com o PSDB . O problema não seria esse se ele lesse a constituição , e é isso que eles dizem defender .

Deixe uma resposta