DEU NO JORNAL

Um ano após a tentativa de assassinato de Jair Bolsonaro, a Polícia Federal continua proibida pela Justiça de investigar as misteriosas relações entre o bandidão Adélio Bispo e seus ricos advogados.

* * *

Curiosa…

Muito curiosa e estranha esta decisão de proibir a Polícia Federal de investigar quem está pagando a conta milionária dos advogados de Adélio, o esfaqueador do atual presidente do país.

Aqui no JBF temos vários de advogados.

Até mesmo juízes e juristas de renome.

Eles bem que poderiam nos dizer que danado é isso.

Talvez Ceguinho Teimoso, que tudo enxerga, possa nos explicar o que existe por trás dessa estranha situação.

Vôte!!!

Deixe uma resposta