DALINHA CATUNDA - EU ACHO É POUCO!

Aqui na roça não tenho
Um pingo de nostalgia
Muriçoca, espanto à noite
Muntuca, espanto de dia
Grilo fazendo zoada
Entra pela madrugada
Inda encaro sapo e gia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *