DEU NO JORNAL

Ministro Gilmar Mendes

* * *

Gostei muito da expressão “Afastamento da letra da Constituição”, escrita pelo supremo e douto ministro Gilmar Mendes.

Vou até repetir:

“Afastamento da letra da Constituição”

Não tenho a menor ideia do que isso seja.

A tradução do significado de “Afastamento da letra da Constituição” – e também a tradução do resto que ele escreveu após esta expressão -, deixo a cargo dos competentes jurisdiceiros fubânicos.

Fecho a postagem com comentário feito pelo nosso estimado colunista Goiano Braga Horta:

No caso concreto, tentei uma leitura dinâmica de alguns dos votos e parei, porque o material estava muito complicado para uma análise rápida, mas pude notar uma tendência, creio que no voto do Gilmar Mendes, de revolver uma visão do assunto à luz do Direito Comparado.

É preciso compreender, de uma vez por todas, que o Direito não é para principiantes, melhor dizendo, para leigos, e que os magistrados, muito especialmente os Ministros do STF, dispõem de elevado saber jurídico, sendo possível confiar neles.

48 pensou em “PODEM CONFIAR, GENTE: ELES DISPÕEM DE ELEVADO SABER JURÍDICO

  1. Gilmar também disse que o “afastamento da letra da constituição” era para “promover objetivos constitucionais de elevado peso normativo”.

    Vou tentar traduzir para o português claro de principiantes e leigos (99% dos leitores desta Gazeta Escrota): “Vamos rasgar esta merda de Constituição Federal para manter o Nhonho mais o Batoré e fuder com os planos do Biroliro de modernizar o país, o que o levaria a mais um mandato”.

    • João Francisco:

      O Goiano deveria ser mais claro e objetivo já que ele é o guru do pedaço e dizer que o boca que boca de buceta de vaca velha, Gilmar Mendes, no “Direito Comparado”, quis dizer exatamente isso:

      “Vamos rasgar esta merda desta Constituição Federal para manter o Nhonho mais o Batoré e fuder com os planos do Biroliro de modernizar o país, o que o levaria a mais um mandato”.

    • Mas o STF decidiu a teu favor, João Francisco, de modo que configurou-se a verdade verdadeira de que podes confiar nele, ao invés de quereres vê-lo pelas costas.

  2. Vou começar o dia me mijando de rir com o notório saber jurídico dos ministros do STF. Toffoli foi reprovado duas vezes em concurso de primeira instância. Lewandowski não cassou os direitos políticos de Dilma e mandou prender um cara sem crime em flagrante e sem ordem da autoridade judicial competente. Alexandre de Morais defendeu uma tese que ele próprio desrespeitou. Sabe Goiano?! O cabaré de Nita, na minha terra, tem mais moral que esse puteiro. Lá, cada um desempenhava bem o seu papel. Todo mundo sabia quem eram as putas, quem eram os clientes, quem era garçom, enfim…..

    • Assuero, mostre-me um juiz que nunca errou e terás me revelado o Paraíso!
      O mesmso vale para economistas, advogados, médicos, dentistas, psicólogos, professores, bem como articulistas e comentaristas do JBF, menos eu.

      • Goiano, economista erram dentro de uma margem de erro. Ao contrário do Ibope que errou por mais de 10 pontos percentuais. Toffoli é juíz? Quantos juízes de carreira tem o STF?

        • Assuero, começando pelo fim, por enquanto não é preciso ser juiz de carreira para ser ministro do STF. Consta que não é preciso nem ser formado em Direito… E, aliás, também, em muitos países, como no Brasil, os magistrados dos tribunais superiores não precisam ser juízes de carreira, como é o caso do Canadá, por exemplo,na Espanha idem, e também em Portugal, e mais na Itália e o et cetera a quatro.
          Em penúltimo, temos o caso do IBOPE, cujo o qual citaste não sei por que cargas dágua, uma vez que não tem nada a ver, não decide chongas e em geral não erra por tanto (10%), mas tanto erra que sempre anuncia a margem ordinária de erro, sendo que muitas circunstâncias podem determinar os desvios, inclusive sacanagem, o que, se acontecer, vai acabar minando a credibilidade do sacaneador – o que não é bom para as empresas de pesquisas. De modo que a avaliação de Jair Messias Bolsonaro pode estar completdamente errada e a gente não estar sabendo.
          Quanto aos economistas, a primeira parte da conversa, sua margem de erro não me consta que tenha sido determinada, mas, porém, todavia, contudo, se eles erram não há recurso, de modo que uma nota fora como aquele famoso confisco daquele plano de estabilização de março de 1990, lasca tudo, te lembras? Já quando um juiz erra sempre há um recurso, para o próprio juiz, para a segunda instância, à última instância e podendo em certos casos chegar so Supremo Tribunal Federal, existindo mesmo a ação rescisória, que pode anular um processo já terminado, quando não havia mais recurso…
          Ou seja, o Direito, ou melhor, o Poder Judiciário, tem mais sistemas de controle do que todas as demais ciências juntas conjuntamente reunidas

  3. O que o MInistro(eca) Gilmar Mendes fez foi um analise culposa da constituição, ou seja, uma analise sem desejo de analisar !!!

    • Ronaldo, nesse caso das reeleição de presidente da Câmara dos Deputados, vedada para mandato subsequente, como se sabe, pelo art. 57, 5º, da Constituição, tem coisas difíceis de compreender direito:por exemplo: se o Gilmar Mendes tivesse emplacado esse relatório dele, o Maia poderia ser eleito pela quarta vez consecutiva para a presidência da Câmara!
      Ele já tinha conseguido driblar a Constituição e todo mundo ficou caladinho.

      • Então se vc errar uma vez esta liberado para errar quantas vezes quiser , mesmo que alguém reclame que vc esta errado ???
        Apesar do Gilmar Mendes achar isso , não quer dizer que é verdade.

  4. Porra….!!!!

    Constituição nao é para ser analisada…… é pra ser lida e respeitada.

    Grande saber juridico ???!!!!
    Os “anarfa” cafajestes nem sabem entender o que leram ……

    Vedada = proibida…….

    em termos mais populares tanto que até a netinha do João Francisco sabe o que é “proibida”…..

    PQP ….. imagino o cabalga “boca de buceta” nao entendendo também o que aconteceu já que pra ele vedada = permitida…..

    Hi hi hi…….

    • Caro Arthur, de uma coisa v. pode ter certeza; minha netinha (que é uma graça) já sabe muito bem o que significa a palavra proibido.

      Faz bico, mas entende.

      Um abraço.

      • Eu sabia “craro” ……

        Mas como todo avô serio, cuidador e responsável a mantém na linha …….

        OU

        mais provavelmente, quase certeza absoluta, ela o faz de gato e sapato ….

        ha ha ha ……

    • Arthur, certamente não és do ramo: Toda lei é sujeita a interpretação (hermenêujtica).
      O que não significa que todas as interpretações são corretas.
      Nesse caso do Gilmar Mendes aí eu tenho minhas dúvidas, mas não dei meu voto ainda.

  5. Resumo da ópera:

    SOMOS GOVERNADOS POR CANALHAS!

    E ainda tem babaca, que se acha as pregas do cu e vem com esse papo de que “O Direito é uma coisa hermética (de Hermes Trimegisto)”. Só os iniciados na seita esotérica podem entender.

    Vocês, babacas, enfiem a língua no rabo e só obedeçam!

    Até mandar esse imbecil tomar no centro do olho do cu é ruim. O cara parece que gosta!

    • Sim ….. !!!!!

      Mas com um pouco mais de tempo vamos aprender a eliminá-los, começando pela canalhada do Senado e eles vão fazer sua parte com a cafajestada do STF…

      Depois os “De Puta dos” federais, seguindo para as assembleias legislativas e finalizando nas camaras municipais …..

      Isso é bem mais dificil do que guilotinar os canalhas …… ou um tirinho ….. hi hi hi

    • Meu caro Adônis, o Direito não é uma coisa hermética, no sentido de que a Engenharia Mecânica também não o é, mas quem não estudou sistematicamente Engenharia Mecânica não vá além das botas.
      Não adianta a raivosidade para defender absurdidades: Se não conheces o Direito vais, certamente, pensar errado, achando que estás certo.
      O Direito não é uma seita isotérica, assim como a Engenharia não é uma religião primitiva, são ramos do conhecimento, os quais, para serem compreendidos, precisam ser estudados, sistematica e metodicamente.
      Forme-se em Direito, se gostas tanto, depois deites falação à vontade, com conhecimento de causa.
      Enquanto isso, vai tomar café.

      • Caro Goiano,

        Esse teu raciocínio é uma tremenda falácia! Quer dizer: uma grande mentira enrolada para parecer verdade.

        A seguir teu raciocínio, para falar de futebol, o cara teria de fazer um curso superior. Para consertar um automóvel, o cara teria de fazer um curso superior de engenharia mecânica. Para plantar alguma coisa, só se fosse agrônomo. Para fundar e dirigir uma empresa, só se tivesse o grau de bacharel em administração.

        Esse é o raciocínio típico dos caras que desejam uma reserva de mercado para si e tem montanhas de defensores brasil a fora, mesmo sendo de uma imbecilidade acachapante.

        Sabes por que é que as pessoas não se operam com um cirurgião que não seja diplomado? Porque sabem que estão sujeitas a morrer.
        Sabes por que é que as pessoas não vão morar em prédios que não tenham um calculista responsável perante o CREA? Porque sabem que aquela bosta pode cair a qualquer momento e matá-lo.

        Sabes por que é que eu fujo às léguas de contratar um advogado, seja para o que for? Porque é tudinho ladrão e parasita! São os vermes que se alimentam da ruína e da desgraça dos demais!
        Onde houver um assassinato, haverá um crápula desses relativizando e se apoderando do que o assassino possuir. Onde houver um desfalque, haverá um crápula desses relativizando e se apoderando de boa parte do roubo. Onde houver uma agressão, haverá um crápula desses relativizando e açambarcando parte dos bens do agressor.

        Onde houver um governo, composto majoritariamente por filhos da puta e parasitas como é o nosso, negando criminosamente direitos que são do cidadão e pelo qual ele passou quarenta anos pagando, como é o caso das aposentadorias de quem não faz parte da gangue vampiresca, haverá sempre um crápula causídico, se apoderando da parte do leão nas migalhas que conseguirem arrancar do governo de bandidos.

        Malditos sejam para todo o sempre!!!

        E você, vá com suas teorias hermenêuticas para o Diabo que o carregue, juntamente com todos os seus colegas advogados, pois aqui não tem criança nenhuma chupando chupeta ou de fraldas.

        • Tu, nessa matéria, és uma criança cupando chupetea, molhando fraldas e berrando de birra, pura birra. Vai tomar mingau rsrsrs
          Teus argumentos nessas questões jurídicas são tão pueris que o debate se perde por falta de pregas, digo, pegas.
          Queres falar de Direito? Pois eu vou projetar um motor, posso fazer isso tão bem quanto qualquer engenheiroi mecânico, basta trabalhar um ano numa oficina de conserto de automóveis. E os engenheirdos mecânicos, uma cambada de enganadores que fazem esses motores que pegam fogo e explodem, que vão tudo pra guilhotina|!

        • Perfeito, Adonis.
          Como sempre.
          Relativizando, sempre haverá desculpa para tudo.
          Advogados são treinados para isso.
          Escola de canalhice.

  6. Nessa capela de babuínos, outrora denominado país do futuro, tudo o que convém à esquerda, mesmo que infrinja a constituição, a lógica e tudo mais, recebe amor, carinho, requer um amplo conhecimento, é preciso analisar o contexto e por aí vai. Os votos de alguns “nobres” partícipes do Pretório excelso, contrariando um artigo da CF, é de um banditismo sem limites! Mas, e sempre há um mas, encontra nas sumidades esquerdiotas, alguém que relativize, diga que o óbvio nem sempre é tão óbvio assim…
    É muita cafajestagem! Só não afirmo que seja falta de caráter, pois, muitas vezes há excesso dele (caráter)…só que mau!!!

    • H. Romeu Pinto Eba Lança, em Direito, muitas vezes o que parece óbvio não é tão óbvio assim. Para conhecer o Direito, saber das coisas do Direito, falar de Direito… é preciso o quê? Ora, como em qualquer ciência, é preciso estudar! Estudar o Direito!
      Quanto ao “caso concreto”, ou seja, o parecer do Gilmar Mendes e os votos que o acompanharam, não basta a panfletagem, é preciso que críticas sejam feitas em termos científicos, ou fica-se no ramo da pura bobajada.

      • Pois é Goybraga, digo Goiano….

        O relatório do “boca de buceta” está sendo ridicularizado no próprio meio jurídico..

        Ficou ridículo, até porque o bom senso é bem distribuido pela populacao……

        Leis sao feitas embasadas em principios e no bom senso.

        Na dúvida….. o bom senso.
        Reeleição é contra a democracia que preve alternancia do poder, evitando sempre os “donos” do poder…

        O canalhismo não é bem distribuido.
        Canalhice é privilégio apenas de alguns, somados aos seus comparsas advogados…..

        Como diz Adonis…. VTNODSC

  7. O “Afastamento da letra da Constituição” significa o seguinte:
    Afaste a letra (ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTVWUYXZ) da Constituição da seguinte forma: pegue uma borracha e apague qualquer letra que aparecer na Constituição, apague também todos os numerais e qualquer pontuação. Depois de afastar todas as letra vai sobrar um papel branco que você poderá escrever a sua própria constituição como quiser.
    Isto vai gerar um probleminha afinal teremos 210 milhões de constituições para reger o Brasil, se com uma já está difícil imagina com 11 ou 210 milhões delas!!!!!

  8. Goybraga, se trocar o O por a, lascou, mas Goiano é espada. Sempre falaram que Bolsonaro estaca armando um golpe. E aí vem desse corrupto chamado Botafogo e propõe uma coisa dessa natureza. Com a ajuda daqueles que deveriam zelar pela constituição. Gostaria muito que você desse, opa!, seu voto. Não precisa ser 64 páginas.

  9. Meus caros,

    Gostem ou não o direito é ciência e para opará-lo é preciso estudo, simples assim. O senso comum só leva a opiniões indignadas, assertivas e erradas.

    Gilmar Mendes já tinha opinião formada a respeito do caso e usou aquela argumentação a fim de justificar seu voto.

    Apesar de discordar do ministro, não posso deixar de reconhecer que é, sim, possível afastar a letra da lei.

    A hermenêutica jurídica oferece diversos sistemas de interpretação ( toda lei deve ser interpretada). Gilmar Mendes usou duas: histórica e sistemática, afastando a interpretação gramatical; a tal letra da lei.

    Direito não é para leigos, assim como também não o são a medicina, a engenharia e muitas outras ciências, daí tanta polêmica.

    A própria reeleição de Rodrigo Maia em 2019 se deu em razão de interpretação do artigo 57 da constituição, e não causou maiores discussões.

    Desculpem a franqueza, mas se não entendem certas coisas, melhor estudar.

    • Caro Pablo,

      Em princípio, hermenêutica é o apelido do meu caralho.

      Esse papo de que só os iniciados na seita de Hermes podem interpretar uma lei de merda dessas é a maior das picaretagens já inventadas ao longo de toda a história humana.

      Quanto ao senhor me mandar estudar, aí o senhor começou a ficar de gozação.

      Eu sou detentor de 06 (Seis) títulos de mestre, no Brasil, nos Estados Unidos (MBA em Colúmbia), mais um no Japão (no JUSE – Japan Union of Scientists and Engineers), mais um na Espanha (Universidade de Valença) e mais dois na Universidade Federal de Pernambuco. Um em administração ( que não defendi a dissertação por problemas de saúde) e outro em Economia e Negócios internacionais. Trabalhei em dezenas de países (Islândia, Noruega, Romênia, Jordânia, Angola, Portugal, China, etc.
      Falo fluentemente alguns idiomas (Inglês, francês, italiano, espanhol e romeno), assim como consigo me comunicar em mais alguns (alemão, árabe, chinês), além do nosso português nativo,

      E O SENHOR VEM DIZER QUE EU TENHO DE ESTUDAR MAIS PARA ENTENDER UMA PATIFARIA DESSAS????

      O mínimo que eu posso lhe dizer é: VÁ PLANTAR BATATAS!!!

      Não precisa responder pois, para mim, este assunto está encerrado. Tenho mais o que fazer.

  10. Sei que não precisa, mas respondo assim mesmo.

    Desculpe senhor Adonis, quando falei em estudar, me referia à ciência jurídica, mas acho que isso o senhor entendeu.

    Só me admira que alguém com toda sua bagagem intelectual e academica reaja de forma tão ignorante.

    Quanto a plantar batatas, estou montando um jardim em casa. Vou ESTUDAR técnicas de plantio deste vegetal e depois lhe conto o resultado.

    Agora pode ir aos seus afazeres.

    • Prezado Pablo,

      Chamar os sofismas e as hermenêuticas de advogados de “Ciência” é de uma presunção atroz.

      Está imensamente longe de chegar nem perto disso!

      Mas o senhor pode ficar tranquilo que não vou entrar em discussões intermináveis sobre epistemologia, nem muito menos sobre o que seja o “Método Científico”, a Lógica aristotélica, a análise proposicional, de Bertrand Russel, e outras coisinhas de igual teor.

      Pode ficar confortavelmente embalado pelos seus sonhos pueris de impingir essas balelas sobre a massa da população ignorante, juntamente com se beneficiar imensamente da barafundas criada com todos esses relativismos e escrotices.

      Quanto ao Goiano, creio haveres chegado à tua zona de conforto, já que de BOSTA eu sei que tu entendes maravilhosamente bem.

      P.S, Para entender essas platitudes escritas na constituição não há a mínima necessidade de ser omnisciente, tal qual me cobras, devendo chegar a entender até de merda de cabrito. É só não se deixar empulhar por advogados filhos da puta como Gilmar e companhia.

  11. sou eng. mecânico e não entendo nada de direito, bem diz o colunista acima, para tanto perguntei ao dr. Pinguinha, assíduo frequentador do fórum do bar do Zé que fica perto de minha casa.
    segundo o estimado dr, o que o sinistro boca de buceta quis dizer com “Afastamento da letra da Constituição” é :
    _ já que não tenho a mínima ideia do que estou fazendo aqui, vou fazer uma cagada.

    alias, é a mesma coisa que um pastor falou dias desses, quando entrou na zona onde eu estava a beber uma cervejinha com as meninas.
    confio no dr. Pinguinha é letrado em direito e torto também.

    • É por isso que o Cabaré do Tio Berto é a obra-prima do Tio Berto, onde todo mundo debateboca, literalmente, e ninguém vai à noucaite!

      Gosto do rufá de tambores do mestre Adônis e do zanzibar do Goiano.

    • Pois é mestre, eu cheio de palavras elevadas, como hermenêutica, sistemas interpretativos e que tais; daí chega o Adonis e aumenta o nível: “hermenêutica é o apelido do meu caralho!”

      O JBF é uma delicia!!!

      Também tenho orgulho de frequentar este cabaré!!!!!

  12. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Depois dos filmes de Chaplin, com os quais quase morria de rir quando criança, os comentários da gazeta são o melhor programa de humor de Banânia;

  13. direito é CIÊNCIA…

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    • Adail, há pessoas que, estando ainda vivendo no mundo das trevas, acreditam que ciência é só, única e exclusivamente, aquilo que se pode cheirar. Mas não é mais assim. Hoje também há ciência além da matemática, da física e da química, não sabias? Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      As ciências são hoje classificadas em:
      Ciências matemáticas ou lógico-matemáticas: matemática, química, biologia, astronomia, geografia física, paleontologia, física.
      Ciências humanas e sociais: sociologia, psicologia, geografia humana, linguística, arqueologia, história, economia.
      Ciências sociais aplicadas: jornalismo, direito, engenharia, arquitetura, biblioteconomia, informática.
      Tás sabendo?
      Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        • Não, advocacia não é ciência. Advocacia é uma profissão, cujos praticantes precisam estudar direito, um dos ramos da ciência jurídica.

          Duvidar disso não muda o fato de que sem estudo sistemático dessa ciência, não há como operá-la.

          Aceita que dói menos.

          • Mais um advogado com a pretensao de que o direito é Ciência……

            Gostei da perfeição da Ana que trocou a história da Ciência juridica pela estória da Ciência juridica…

            Os próprios cafajestes nao sabem qual a sentença que vem da Ciência, digo da cabeça de um juiz, comparando-a com o que sai da bunda de um bebe e vem dizer que esta merda é Ciência.

            A unica certeza desta Ciência é quando as sentenças sao compradas…

            Direito é Ciência…. ??!!!

            PQP…. Os “anarfa” nem ler sabem…. hi hi hi

    • Depois da aposentadoria, resolvi fazer uma nova graduação. A primeira foi em engenharia. Acabo de me formar em… direito! Desde o 1º período escuto, atônita, essa história de que o direito é uma ciência. kkk^n

  14. Pingback: LEITOR IGNORANTE EM DIREITO LEVA UMA RESPOSTA EXEMPLAR | JORNAL DA BESTA FUBANA

Deixe uma resposta para João Francisco Cancelar resposta