DEU NO JORNAL

A crise atingiu gravemente a ditadura de esquerda de Cuba, onde faltam comida, emprego, energia, vacinas e, claro, democracia e liberdade.

As Olimpíadas no Japão são um luxo e a delegação de 70 competidores enviada aos Jogos Olímpicos de 2020 é a menor desde 1964.

Em 2016, Cuba enviou quase o dobro (124) ao Rio.

Além dos atletas que fugiram, cansados do salário de 160 reais por mês, ou desertaram para uma vida melhor, Cuba quebrou e não pôde mandar mais atletas para o Japão.

* * *

Eu só quero ver qual será, desta vez, a quantidade de atletas cubanos pedindo asilo político lá no extremo oriente.

O ex-presidiário Lula,  defensor ferrenho da ditadura cubana e medalha de ouro em Levantamento de Copo, poderia convocar os zisquerdóides do Brasil para integrar a delegação da ilha.

Eles seriam um excelente reforço para a equipe cubana que está nas Olímpiadas do Japão.

Os tabacudos daqui iriam faturar inúmeras medalhas de ouro nas modalidades Falação de Merda e Cagação de Tolôtes Orais.

Jean Wyllys, na modalidade Engolimento de Bimba, e Gleisi, na modalidade Botação de Chifres, seriam imbatíveis!

Deixe uma resposta