ADONIS OLIVEIRA - LÍNGUA FERINA

Após uma diáspora de uma década e meia, quase duas, cheguei finalmente de volta ao meu querido e saudoso Pernambuco e, muito especialmente, à minha querida cidade Maurícia onde nasci e me criei: Recife.

A imagem que me tinha ficado na mente, finamente temperada pela saudade, era de uma terra encantada, onde os rios Capibaribe e Beberibe se encontravam languidamente para, mais adiante, formarem o oceano atlântico.

Mesmo assim, a surpresa foi encontra-la mais bonita ainda do que eu me lembrava.

É uma cidade belíssima! E está cada vez mais bonita. Nunca, nem mesmo em meus mais delirantes sonhos, imaginei que esta terra abençoada pudesse estar tão bonita. Suas avenidas margeando os rios, suas belas e vetustas pontes, os belíssimos casarões senhoriais, testemunhas mudas de tempos mais amenos em termos econômicos, seus imensos bulevares à beira da praia, a mescla de prédios centenários com espigões de concreto, tudo isso me encheu o peito de alegria.

Meu Deus! Muito obrigado por me ter feito nascer nesta terra maravilhosa. Posso encher os pulmões de ar e gritar, alto e bom som:

SOU PERNAMBUCANO E RECIFENSE, MODÉSTIA À PARTE!

Mais eis que, sorrateiramente, a dura realidade dos tempos aziagos que estamos vivendo vai lentamente se impondo à minha mente. Vejam quem serão as opções colocadas diante da população, para que escolha que deverá ser o próximo prefeito desta maravilha de cidade.

O fedelho é o filho de Eduardo Campos. A lourinha, é prima dele. Ambos são representantes diretos da oligarquia Arrais que infelicita esta terra há já bem mais de meio século. As grandes credenciais apresentadas por ambos, ao almejarem a condução dos destinos da nossa cidade, é o fato de descenderem do “Genial Líder dos Povos” que foi defenestrado e exilado pela revolução de 1964. Fora disso, a competência para o cargo equivale à do nosso mascote, Polodoro.

A lourinha se apresenta bem mais sinistra pois está mancomunada com a escória humana que insiste em se dizer petista. Vejam sua cara de felicidade ao lado do Drácula. Mais ridículo e desastroso, impossível! Já o garotão, está de parelha com a gangue que atualmente está encarregada de dilapidar as verbas federais enviadas por Bolsonaro, ao tempo em que tumultua a atividade econômica com centenas de ordenações absolutamente imbecis, e em que libera hordas de esbirros, municipais e estaduais, distribuídos em cada uma das esquinas da cidade, sempre infernizando e aterrorizando a população com as exigências mais idiotas que se possa imaginar.

HAJA SACO para aguentar o terrorismo estatal nesta sua fase minimalista!

Chego a imaginar que veremos o dia em que será lançado um Decreto obrigando toda a população da nossa cidade a só sair às ruas com um portentoso maço de, no mínimo, 12 rosas enfiados no cu. Isto, e com o maço enrolado em uma pequena bandeira da Jamaica. Diz o prefeito:

– Estudos científicos demonstraram que a seiva liberada pelos talos de rosa enfiados no rabo são o único antídoto eficaz para proteger a população contra os malefícios do famigerado CORONA VIRUS, versão 2021. A Organização Mundial da Saúde, através do genial Tedros Adhanon, já emitiu uma declaração neste sentido e obrigando todos os países signatários a seguirem esta orientação. Estamos protegendo vidas!

– Mas Prefeito. E a bandeira da Jamaica? Para que serve?

– Ah! Excelente pergunta, meu jovem. É uma singela homenagem que prestamos a Bob Marley e à religião Rastafári. Esta foi uma decisão pessoal minha. SOU VIDRADO EM REGGAE!!! Alguma coisa contra? Olhe que eu posso lhe processar por preconceito contra a laboriosa classe dos Rasta.

É exatamente por estarmos submetidos a este tipo de opressão que

NÃO VOU VOTAR EM NINGUÉM.
CONSTITUINTE JÁ!
SE NÃO…GUILHOTINA JÁ!!!

Ajudem as urnas a dizerem a estas multidões de canalhas que estamos absolutamente de saco cheio das patifarias e canalhices deles. Chega de oligarquias hereditárias! Chega de políticos profissionais! Vão trabalhar em alguma coisa útil, bando de parasitas e ladrões!

Como complemento a tudo o que acima detalhei, segue uma pequena seleção de algumas pérolas de nosso cancioneiro, todas bem representativas daquilo que vai na alma de nossa população. Vejam que não possuem nada em comum com as platitudes viadais de Caetano Veloso e Paulo Coelho, dignos representantes de tudo o que existe de pior em nossa corja dominante.

Estas músicas são dedicadas, com muito amor e carinho, a todos os nossos políticos e à briosa classe dos causídicos encastelados nas miríades de procuradorias, defensorias, ministérios públicos, auditorias, corregedorias, tribunais de 1ª à décima instância e por aí segue, juntamente com todos os seus comparsas nas administrações estaduais e municipais.

Música 01 – Verdadeiro Canalha – Bezerra da Silva

Música 02 – Vossa Excelência – Titãs

Música 03 – Filha da Puta – Ultraje a Rigor

Para não dizerem que eu só faço avacalhar, sem dizer qual é a direção correta a ser tomada, segue uma pequena palestra de Ronald Reagan. O cara diz exatamente tudo o que eu gostaria de ouvir, assim como de ver implantado em nosso malsinado país. FUI!

7 pensou em “PERNAMBUCO

  1. Infelizmente nossos partidos (todos de esquerda) só nos apresentam candidatos similares aos que o amigo elencou… Não há grandes nomes na política… Sempre mais do mesmo. O que assusta é que se não comparecermos às urnas, a extrema-esquerda brasileira lá estará, galgando todos os postos disponíveis.

    Faça como Sancho: vote no menos ruim.

    Votar, atualmente é igual mineração: muita lama, maioria cascalho e pouquíssimas pedras preciosas. Garimpemos…

    • Dr. Adonis,

      Sob a força dos meus desejos digo que estou de acordíssimo com o senhor.

      O cabra retornar às plagas mauricianas e deparar com a mesma safadeza de sempre ou ainda mais danosa; uma terra que de oligarquia em oligarquia vai se fudendo mais a cada dia, todas movidas e lubrificadas sobre os males das reeleições continuadas ou, pelo menos tentadas.

      E, como se não bastassem os tempos da Oligarquia de Rosa e Silva, depois Arraes e agora outros infernizantes que desejam espetar nossos furicos, veja bem, só vejo uma solução para um brado retumbante, um grito pernambucano de revolta, como diria meu amigo Evaldo Armando Oliveira, na sua sabedoria dosada com um humorismo desbragado:

      “É de cagar abacate!” .

      Esta frase que corria no Banco de boca em boca, foi se reproduzindo e hoje é lembrada como sinônimo de revolta.

      Tinha mais, num jeep Toyota que ele tinha, pra vender seus ferrugens, fez dois cartões e os pregou nos vidros: “Qué eu? É só 2 mi”.

      Sabia disso?

      Um abração.

  2. Adônis Oliveira,

    Sinto-me um privilegiado em ler suas crônicas inteligentes. O nobre colunista tem uma visão de mundo abrangente.

  3. Adônis, de Pernambuco só conheço o Recife, onde estive por algumas poucas vezes, mas o suficiente para conhecer maravilhas, além de praias, como a Casa de Cultura no antigo presídio, o porto e a região portuária reformada, o casario por ali, o Instituto Ricardo Brennand e a Oficina Brennand (e nesta pude conhecer e conversar com o velho Francisco Brennand, em 2015).
    Uma das coisas mais surpreendentes é que no Recife tem o homem com o maior pau do mundo e até entrou no livro de recordes aquele.
    Consta o Guiness promoveu um concurso para encontrar a maior pica do mundo e que ele, Raimundo Severino, participou.
    Um a um foram pondo a jeba sobre uma mesa à frente dos jurados.
    Quando Raimundo Severino lascou sua bimba, todos olharam admirados e não houve dúvidas, foi eleito o maior pau do universo.
    Nisso, uma jurada, curiosa, perguntou a Raimundo Severino:
    – Por favor, me diga, o que quer dizer “REBUCO”, que está tatuado no teu cacete?
    E Raimundo Severino respondeu:
    – Não, essa minina, não é “REBUCO” não, é que ele está mole. O que está escrito é “RECORDAÇÃO DE PERNAMBUCO”.

  4. O bom filho a casa torna. E para continuar escrevendo para nós, in loco, no JBF

    Venha Mestre Adonis, pra cantar o frevo de Nelson Ferreira “Pernambuco Você É Meu”

    https://youtu.be/R49HkfJEDFE

    Terra boa meu Pernambuco que faz
    Frevo bom e maracatu tem mais
    Banho em Beberibe cachaça gostosa
    Mangaba cheirosa ai ai ai
    Tudo isso minha terra tem (bis)
    Tem rede macia pra gente sonhar
    Buchada peixada, bate-bate pra enganchar
    Tem morena formosa
    Que o seu coração não me deu
    Mas por isso não choro porque
    Pernambuco você é meu

  5. Como dizia Ascenço Ferreira,

    Dos engenhos de minha terra
    Só os nomes fazem sonhar:

    – Esperança !
    – Estrela d’Alva !
    – Flôr do Bosque !
    – Bom-Mirar !

    Eu digo o mesmo das ruas do Recife:

    As ruas da minha terra
    Só os nomes fazem sonhar,

    Rua da Aurora!,
    Rua da União!
    Rua da Concórdia!
    Rua da Saudade!

    P.S. Raimundo Severino é meu primo. É uma característica familiar. ahahaha

  6. Recife e São Paulo: duas capitais que estão fudidas no rol de candidatos dispostos a população para ocupar suas respectivas prefeituras nos próximos quatro anos.

    O fedelho descendente de Eduardo Campos foi o mesmo que falou um dia que se defender de bandido infringe o princípio da legítima defesa do bandido.

    https://twitter.com/danielpmerj/status/1175753405928751104

    Quanto a Marília Arraes, a melhor coisa que ela tem são os peitos.

    Só isso. Apenas isso. Nada mais do que isso.

Deixe uma resposta para Carlos Eduardo Carvalho dos Santos Cancelar resposta