DEU NO JORNAL

O Supremo Tribunal Federal abriu caminho para “melar” a Lava Jato, ao atingir maioria de votos para anular outra sentença de corrupto já condenado.

O STF levou em conta “interpretação criativa” da defesa de Adelmir Bendini, ex-presidente da Petrobras e do Bando do Brasil, que diz ter sido prejudicada por não fazer alegações finais após a acusação.

O STF ignorou o detalhe de que isso não está na lei.

A decisão do STF mal disfarça a intenção de criar condições objetivas para anular a sentença que resultou na prisão do ex-presidente Lula.

O intuito ficou mais claro depois que o presidiário desistiu de pleitear a progressão do regime fechado para o semiaberto. Quer liberdade total.

Os ânimos exacerbados de ministros favoráveis a teses dos petistas demonstraram que estava tudo decidido antes de a sessão começar.

O adiamento da conclusão para a próxima semana servirá para sentir o impacto junto à opinião pública e orientar a extensão da decisão.

* * *

Pois é.

A Suprema Bosta Federal quer “sentir o impacto junto à opinião pública” do gigantesco tolôte que cagou sobre o Brasil decente.

Só eles é que fingem que não sabem qual foi o impacto.

O resto do Brasil já sabe.

A revolta das pessoas de bem está clara e evidente.

Chega de pornografia lulo-petralha! 

Suprema vergonha brasileira.

Deixe uma resposta