A PALAVRA DO EDITOR

A combativa militante zisquerdista Alcione, vestida com a bandeira da sua terra natal, a Paraíba do Norte, brilhando no palanque do grande estadista banânico Zé Sarney

Alcione caiu de pau em Bolsonaro por conta do “paraíba” que o presidente usou pra se referir ao nordeste.

Uma coisa comum, normal, rotineira, um tratamento carinhoso e original que se usa lá no Rio de Janeiro pra se referir a nós outros, os cabeças-chatas.

Agora, sugiro a Bolsonaro que caia de pau (êpa) em Alcione (vôte! precisa de muita coragem), por conta dessa música que ela gravou.

Uma composição cuja letra classifica de “Paraíba do Norte” o estado natal dela, o Maranhão.

De modo que, na cabeça bostífera dessa sujeita, chamar o Maranhão de “paraíba do norte” não é ofensa.

Só é ofensa se for dito por Bolsonaro pra designar o nordeste todo.

* * *

E pra fechar a postagem com chave de ouro, mais dois vídeos.

Duas declarações de voto de uma autêntica, combativa e sincera sarneyzista, lulista, dilmista, sérgio-cabralista, petista e zisquerdista.

Deixe uma resposta