A PALAVRA DO EDITOR

Sugiro a todos vocês que leiam os comentários feitos pelo colunista Goiano na postagem É SÓ NÃO ROUBAR, publicada ontem, quinta-feira.

Esta é uma dica pra dar umas boas risadas e começar este fim de semana pré-carnaval em alto astral.

Vejam só esta amostra, esta pérola petêlhal escrita por Goiano:

NÃO, NÃO É SÓ NÃO ROUBAR.
A PETROBRAS ESTAVA SENDO ROUBADA E LUCRAVA.
ENQUANTO A OPERAÇÃO LAVA JATO ATUAVA, A PETROBRAS PASSOU A DAR PREJU.

Vale a pena ressaltar esta frase:

A Petrobras estava sendo roubada.

Atestou, declarou e assinou o recibo.

Vamos resumir tudo:

Roubar dá lucro e Operação Lava Jato dá prejuízo.

E, já que estamos falando do nosso esforçado colunista – incansável defensor do indefensável, esforçado explicador do inexplicável e fantástico enxergador do que não existe – recomendo a todos vocês que não deixem de ouvir o magistral depoimento da colunista fubânica Bárbara, em seu vídeo que foi publicado hoje no JBF.

Está aí embaixo.

E qual é o principal motivo pra ouvi-la, além de sua fantástica pontaria e brilhante raciocínio???

É que Goiano diz que ela é “chata”.

“Chata” é sinônimo de irrespondível e incontestável na linguagem lulaica.

E isto já diz tudo sobre a genialidade de Bárbara. Nada mais a acrescentar.

Fechando a postagem, uma seleção de Frevos de Rua, modalidade do carnaval recifense, para alegrar a nossa sexta-feira.

2 pensou em “PARA LEVANTAR O ASTRAL DA SEXTA-FEIRA PRÉ-CARNAVAL

  1. Pelo que entendi o que não pode é haver atuação da Lava-Jato pois aí a Petrobras dá prejuízo. Se não houver atuação da Lava-Jato mesmo a Petrobras sendo assaltada dá lucro, é isso? Eita porra de explicação!

Deixe uma resposta