A PALAVRA DO EDITOR

DIA DE SÃO JOÃO

24 de junho. Dia de São João.

Hoje é feriado aqui no Recife e o dia amanheceu chuvoso nesta quinta-feira em toda a cidade.

Eu e Aline fomos tomar o café da manhã lá na padaria de onde somos fregueses.

A pamonha, o bolo de milho, o pé-de-moleque e a canjica estavam deliciosos!

Ontem à noite a festa foi grande aqui perto de onde moro.

Do outro lado do rio, o fogueteiro foi de lascar o cano e durou até a madrugada.

Se apareceu alguma guarnição da polícia pra cumprir a ordem de isolamento do ditador estadual, os soldados devem ter caído na dança, pois a som da música não parou de jeito nenhum!

A turma matou pisado tudo quanto é micróbio contagioso que teve a infelicidade de aparecer por lá.

Adormeci embalado pelo doce som do forró cobrindo os ares.

Um Feliz São João pra toda a comunidade fubânica!!!

DEU NO TWITTER

A HIPOCRISIA ZISQUERDÓIDE

Senadora Kátia Abreu, ex-ministra da Agricultura no governo petista de Dilma.

* * *

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

VIOLANTE PIMENTEL – NATAL-RN

UMA SAUDADE COM CHEIRO DE “SÃO JOÃO”

Sonho sempre com Nova-Cruz, e de ontem para hoje o meu sonho teve cheiro de “SÃO JOÃO”. Vi a Praça Barão do Rio Branco transformada em um corredor de fogueiras. Do lado da nossa casa, as fogueiras maiores e mais bonitas eram as de Seu José Henrique e Dona Eugênia, e a de Seu Manoel Silvério e Dona Conceição. Todas as casas tinham a sua fogueira.

Meu pai ornamentava o terraço da nossa casa com lanternas coloridas, enquanto minha mãe preparava a mesa com iguarias deliciosas, típicas dessa época do ano. Não faltavam canjica, pamonha, milho cozido e pé-de-moleque. O maior destaque viria em seguida: O milho assado na fogueira de São João. Isso encantava minha alma de criança.

É fim de tarde. Está na hora de acender a fogueira.

A notícia de que o fogo havia pegado e a fogueira estava acesa era sinal de Sorte, recebida com alegria por crianças e adultos. O cheiro de lenha queimando inundava o ar. A fumaça da fogueira fazia chorar. Mas eram lágrimas misturadas com sorrisos. Lágrimas de felicidade.

A noite de São João era uma festa! E a alegria era contagiante. Não havia luz elétrica e os balões eram permitidos, sem qualquer perigo.

As lembranças doem dentro de mim. Trago na memória bandeirinhas tremulando, fogueiras acesas e o céu iluminado por estrelas e luar. Todos os corações estavam em festa. Era o nascimento de São João Batista, primo de Jesus Cristo. Os fogos, bandeirinhas e lanternas coloridas completavam o cenário da história do nascimento de São João Batista, o dono da festa.

A fogueira aquecia e iluminava a nossa alma. E o sereno era o bálsamo que caía sobre as famílias que enchiam as calçadas, nessa noite de magia.

Hoje, ao recordar o antigo São João de Nova-Cruz, meus olhos ficam molhados de saudade…

Saudade de Nova-Cruz, da antiga paz que existia na cidade, e do meu porto seguro, Dona Lia e Seu Francisco.

COLUNA DO BERNARDO

DEU NO TWITTER

CORRESPONDÊNCIA RECEBIDA

JACOB FORTES – BRASÍLIA-DF

QUEM É O DONO DO CURRÍCULO?

Nascimento: 24 de junho de 1898. (Serra da Colônia, Município de Afogados da Ingazeira, Estado de Pernambuco).

Falecimento: 04 de dezembro de 1970, Garanhuns/PE.

Aos oito anos, trabalhando com os pais, os camponeses Henrique Bezerra da Silva e Marcolina Bezerra da Silva, aprendera a manejar armas com um parente.

Aos quatorze anos, depois de moído por uma edificante sova de relho, aplicada pelo pai por contravir ordens de não se inclinar para as bandas de uma moça, desertou para a capital, Recife.

Tempos depois, 1919, alicerçado de algum estudo, ingressou na Polícia Militar de Alagoas onde permaneceu por mais de trinta e cinco anos. Ainda jovem, assustou a todos do seu chão natalício matando uma onça que dizimava os animais. Isso lhe rendeu gordas prendas por parte dos criadores da região.

Essas breves citações referem-se à pessoa de João Bezerra da Silva que, em julho de 1938, ainda tenente, deu cabo do cangaceiro Lampião e seus sequazes, em combate mortífero travado na Grota de Angicos, atual município de Poço Redondo, estado de Sergipe.

Com uma Folha de Serviços apinhada de elogios, promoções, condecorações e atos de inexcedível coragem, além de delegatário em doze cidades, e interventor de Piranhas, fora recebido e condecorado pelo então Presidente Getúlio Vargas, no Palácio do Catete, Rio de Janeiro, 1938, ocasião em que o mandatário brasileiro estadeou, orgulhosamente, para a imprensa nacional e internacional, a pessoa do destemeroso tenente João Bezerra. Na sequência, o homenageado fora convidado pelo Presidente Vargas para um churrasco na sua casa de campo, Petrópolis, RJ.

Curiosidades:

a) quando ainda soldado, numa missão, parou numa casa para pedir água ao que foi atendido por uma linda menina que brincava de boneca à porta: Cyra Gomes de Britto, 1935 -1970. Tempos depois Cyra tornou-se a amada esposa de João Bezerra;

b) por encontrar-se longo tempo em missão de rastejar o banditismo nas longínquas caatingas, veio a conhecer a sua primeira filha somente quando esta tinha vários meses de nascida.

Lázaro, o matador que vem aterrorizando comunidades do estado de Goiás, instou-me a estes lampejos de história com os quais ponho em relevo e exalto a figura desse heroico legionário, João Bezerra, de olhos claros, o xerife da volante que exterminou o bando nômade e sanguinário, embora os escritores de esquerda prefiram enfatizar as façanhas dos cangaceiros ao invés de enaltecer o trabalho árduo dos valorosos militares que arriscaram suas vidas para combater as hordas facinorosas que infligiam agruras às comunidades pacatas, indefesas.

RODRIGO CONSTANTINO

PROMOÇÕES E EVENTOS

DEU NO JORNAL

TEM CURA

A aceleração do Plano Nacional de Imunização no mês de junho gerou a expectativa de que o Brasil tenha um terço de toda a população vacinada contra Covid-19 até o próximo fim da semana.

Já são quase 68 milhões de pessoas com ao menos uma dose, segundo o portal independente vacinabrasil.org, e deve ultrapassar a marca de 70 milhões amanhã, sexta (25), 160 dias após o início da campanha de imunização.

Se esse ritmo continuar, terão sido aplicadas 100 milhões doses até o fim do mês.

* * *

Notícia boa que não sai na mídia funerária.

E que deixa babando de raiva a turma que torce pela desgraça e pelo “quanto pior, melhor”.

Pra completar:

Os estados foram informados ontem, quarta-feira, 23, pelo Ministério da Saúde, que uma nova remessa de doses de vacinas será entregue amanhã, sexta-feira.

No dia de hoje, quinta-feira, 24, o mundo ultrapassa a marca de 165 milhões de pessoas que contraíram a Covid-19 e se curaram.

É isso mesmo: essa coisa tem tratamento e cura.

Um excelente dia de São João Batista pra toda a comunidade fubânica!!!

COLUNA DO BERNARDO