PACTO DA EXTREMA-DIREITA COM O COISA RUIM

O maior perigo do governo de Jair Messias Bolsonaro mora precisamente nisso: o seu sucesso.

Com a melhora de resultados na economia e outros indicativos favoráveis no governo de Jair Messias Bolsonaro, vemos, ao lado dos efeitos positivos, a elevação do tom de voz da extrema-direita, animada por acreditar estar com tudo para calar a boca dos adversários.

Se esse é o governo-maravilha, que garante ser, assegurando, até, ter vencido o primeiro ano sem um único caso de corrupção, pode a extrema-direita bater no peito e assegurar que seus métodos são os corretos.

O fato é que os piores instintos do ser humano, que estavam escondidos ou disfarçados, sentem-se agora à vontade para vir à tona com mais força e, até, com orgulho, uma vez que os extremistas se julgam guardiões de patriotismo, nacionalismo, religiosidade e conservadorismo, bem como próceres na luta contra a corrupção.

O agravamento de preconceitos, a minimização das lutas e conquistas ambientais, o estímulo à violência são vendidos à população como valores, uma vez que quem os pratica está fazendo o que se diz ser “um bom governo”.

Floresce o discurso contra os direitos dos índios e negros, ameaçam a posse de suas terras, armam-se os fazendeiros, cresce o entendimento de que direitos humanos são só para humanos bons, aumenta a crença de que bandido bom é bandido morto, por aí vai.

Caso se confirme que o atentado à produtora de vídeos Porta dos Fundos foi realmente feito por quem o assumiu – um tal de Comando de Insurgência Popular Nacionalista da Grande Família Integralista Brasileira – teremos a noção clara de que o Efeito Bolsonaro chegou a elevado grau de periculosidade.

Ao mostrar as suas garras, o Integralismo e o Fascismo não deixam dúvidas de que com Jair Messias Bolsonaro vendendo a sua alma ao diabo a extrema-direita trará ao Brasil um desenvolvimento dos infernos.

41 pensou em “PACTO DA EXTREMA-DIREITA COM O COISA RUIM

  1. Hoje eu aprendi que existe um tal Comando de Insurgência Popular Nacionalista da Grande Família Integralista Brasileira.

    O que tem comprido tem de pomposo este “Comando fascista”.

    Só que é incompetente e tá de sinal trocado.

    Onde já se viu, fazer atentado em um feriado de Natal. Jogar dois coquetéis Molotov (Epa!, isso não é coisa de Integralistas) no colo do segurança de modo a não explodir?

    Fascista de verdade mandaria logo uma bala de canhão para destruir tudo.

    Como têm Deus a seu favor, pediriam para mandar um raio fulminante na cabeça oca do Porchat, que chegou a comparar este “atentado” ao cometido por terroristas islâmicos contra o Charlie Hebdo na França, onde morreram 12 jornalistas.

    Uma comparação surrealista deve ter também uma interpretação no mesmo nível.

    Quem sabe isso também não foi uma piada do “atentado Fascista”? Afinal eles fazem piada de tudo e de todos.

    • João Francisco, estás bem arranjado de filosofia, tens a mesma orientação que Olavo de Carvalho que, por coincidência, é o guru da família Bolsonaro, guru cujo o qual compartilhou nesta quinta-feira (26/12/2019) uma notícia falsa que acusa o jornalista Fábio Pannunzio e o humorista Fábio Porchat de terem arquitetado o atentado contra a produtora responsável pelos vídeos do Porta dos Fundos.
      O guru da extrema-direita é tão ridículo que a “notícia” por ele compartilhada aponta o Padre Fábio de Melo e Fábio Pannunzio como os outros dois envolvidos.
      Tua postagem, João Francisco, indica que desconfias disso (de que se tratou de um falso ataque, fabricado pelos próprios atacados), o que te coloca em excelentes más companhias.

      • Goiano, o nosso Papa Berto, no post que segue a este disse que na língua portuguesa tem o ponto de interrogação, o ponto de exclamação e ainda não havia sido criado o ponto de ironia.

        Acho que, no seu caso, ponto de ironia ainda não serviria para entender nossos comentários.

        • Goiano, eu disse que minha interpretação ao “atentado” é tão surrealista quanto a comparação deste com o ataque terrorista islâmico do Charlie Hebdo da França, onde morreram 12 pessoas, comparação esta feita pelo Porchat.

          Quanto ao Olavo, deixa o coitadinho quietinho lá na Virgínia, onde mora.

          De lá ele incomoda mais os esquerdistas do que qualquer um aqui no Brasil.

          Vão ter tara por ele assim na casa do Capeta.

          • Olavo de Carbalho convenceu um grupo de pessoas que a Terra é plana, esse grupo alugou um barco e foram para a beirada do mundo, desapareceram, caíram no oco. As eleições de 2021 podem estar comprometidas, eram todos bolsonaristas, como tu.

  2. Só uma sugestão ao grupo Porta dos Fundos:
    Esse desrespeito que tiveram com Jesús e a religião Cristã, experimentem fazer com Maomé e o Islamismo.
    Com o Sagrado não se brinca. Liberdade de expressão tem limites.
    Salvador Pedroza
    Sobral-Ce.

    • Salvador, lendo teu comentário fiquei convencido de que apoias o atentado.
      Se apoias, estás perto de aderir ao fascismo e ao integralismo, além de candidatar-se a pupilo de Olavo de Carvalho, o guru de Jair Messias Bolsonaro, de seus filhotes e do restante do grupo. Ou já dentro e não deste pelo coiso?

  3. Não, não, Goiano. O Bolsonaro não está vendendo a alma para o Lula e a extrema-direita não fez pacto com o PT. Você se enganou.

  4. Goiano, observo que o movimento conservador não é uma coisa nascendo internamente no Brasil.
    Parece-me muito mais um movimento de fora para dentro, vindo de outras culturas até bem mais velhas que a nossa.
    Se em um mundo sem comunicação “em tempo real” alguns movimentos chegavam por aqui e tinha naturalmente os seus admiradores, imaginemos hoje em dia quando o mundo é – de novo – um grande e único continente; uma espécie de Pangeia virtual, sem limites traçados pela liberdade da Grande Rede.
    O mundo anseia por organização social, por respeito individual, por ética coletiva e, acima de tudo, por liberdade com responsabilidade.
    Coisas que as esquerdas só auguram quando estão no poder, para os que comandam esse poder.
    E olhe lá!

    • Jesus, és parente do Salvador, que postou um comentário aí em cima?
      Sim ou não, tudo bem, vamos ao que interessa.
      Vou me ater ao governo de esquerda de Lula. Devias ser muito criança, não te lembras que no governo dele a miséria no Brasil diminuiu sensivelmente, e não sou eu quem o afirma, quem garante isso são as instituições nacionais e estrangeiras que acompanharam o processo.
      Nessa época, seus oito anos de comando, tivemos paz e organização social respeito individual, ética coletiva, liberdade e responsabilidade, com as exceções que não faltarão no governo de direita extremada que passamos a viver.
      “As esquerdas” hoje costuma ser uma expressão algo vaga, porque abrange o comunismo russo, o comunismo chinês, o comunismo da Coréia do Norte, o comunismo de Cuba, o bolivarianismo da Venezuela e o petismo brasileiro, cada um com suas características, similitudes e, acima de tudo, enormes e gigantescas diferenças.
      Esquerda, hoje, quando não nos referimos ao comunismo, significa preferencialmente “vanguarda” e “justiça social”, que é o que atribuimos ao PT eao esquerdismo brasileiro.
      Não por acaso, encontra-se o conceito de que há um consenso geral de que a esquerda inclui progressistas, sociais-liberais, ambientalistas, social-democratas, democrático-socialistas, libertários socialistas, secularistas, socialistas, comunistas e anarquistas, enquanto a direita inclui neoliberais, económico-libertários, conservadores, reacionários, neoconservadores, anarcocapitalistas, monarquistas, teocratas (incluindo parte dos governos islâmicos), nacionalistas, fascistas e nazistas.
      Evidentemente, destrinchar isso requer um tempo enorme de estudos e pesquisas, mas aceitando-se o pacote, tem tudo a ver.
      Há um certo campo e leque de equívocos a respeito das esquerdas, que procura-se confundir com a corrupção apurada durante os governos petistas, sendo claro e evidente que a corrupção não faz parte do programa, das teses, dos planos, projetos e objetivos do partido, cuja convenção visa ao bem estar do povo e cuja ação se dirigiu nesse sentido – basta analisar detidamente cada ano dos governos do PT, suas realizações, o atendimento e justiça sociais, a paz, a tranquilidade e o desenvolvimento do País.

      • Um texto enorme para, no fundo, confirmar o que eu falei quando generalizei “as esquerdas”, e servindo para confirmar o que eu já sabia: você realmente acredita no que quer.
        Somente.

  5. Goianovski, vamos supor que o Porta dos Fundos fizesse uma sátira a Maomé (lembra do Canard Enchainé?). Ai as consequências seriam bem sérias e o Bolsonaro não teriam (como não tem no caso da Porta) nada com o fato. Em seu delírio, o Bolsonaro é o responsável por tudo isso. Te manca, Goianovski!!!

  6. John Doe, sim, as conseqüências poderiam ser bem mais graves, o que – deves convir – não significa que as do atentado atual são pequenas. Trata-se de um atentado à democracia, aos direitos individuais e coletivos, à liberdade de expressão, o que deve merecer de Jair Messias Bolsonaro e de Sérgio Moro alguma palavra, seguida de providências.
    Contudo, é também grave que, a vir a confirmação da autoria por uma entidade que se classifica como Integralista, grupos justifiquem e até apoiem práticas de natureza fascista.
    Dizes que Bolsonaro nada tem a ver com isso, mas, abrigado sob uma alcunha que tradicionalmente se usa quando o nome verdadeiro de uma pessoa é desconhecido ou está sendo ocultado intencionalmente, finges não ter compreendido o texto comentado, que escrevi demonstrando que o pensamento e as atitudes de Jair Messias Bolsonaro estimulam a sociedade a deixar extravasar de seu íntimo as ideias e sentimentos mais baixos e vis do ser humano, uma vez que um líder surgiu e tomou o poder. Trata-se de um dos ramos do Efeito Bolsonaro, esse que estimula o povo a seguir pelo mau caminho.
    Vou me estender mais um pouco, por algo que deixei de incluir na coluna para evitar de dispersar o foco:
    O sucesso do governo Bolsonaro é relativo.
    E relativo, porque, temos afirmado, não basta encher os cofres de dinheiro e não é suficiente obter as boas graças de investidores, e assim aquecer a economia.
    É preciso mais do que isso.
    É necessário usar métodos, planos, projetos e políticas corretas, tais sejam as que não estrangulem classes menos favorecidas, ainda que em favor da sociedade como um todo.
    É que a pobreza não pode financiar o desenvolvimento, pois o que se faz com os recursos que a ela seriam destinados constitui crueldade, pagando-se a recuperação da economia com a saúde e a vida de quem pouco ou nada tem.

  7. Goiano, Parabéns por reconhecer que o governo Bolsonaro é um sucesso,
    apesar de relativo.
    Confirma também que a economia está bombando, com os cofres cheios de
    dinheiro e reconhecimento dos investidores. LOCAIS E ESTRANGEIROS.
    Entendendo que as classes menos favorecidas receberam o 13 do bolsa
    família, portanto não foram esquecidas (estranguladas, no seu dizer ).
    O seu último parágrafo é sem dúvida uma mensagem ao congresso e
    não ao Bolsonaro. Veja o que o congresso está tirando do setor
    social, bilhões para aplicar na politicagem ladroeira.
    Realmente , concordo com você, tudo tem uma visão relativa.

    Concordo com o papai John Doe, queria ver se os animais
    da porta dos fundo teriam culhões para chamar Maomé de Pederasta.

  8. Mas é claro como o sol, a esquerda representada do que há de mais fanático, não suporta o sucesso, como caranguejos no balde, só sabe puxar para baixo. Os seus seguidores são incapazes de reconhecer a realidade , pura inveja e frustração pelo que foram incapazes de realizar!

    • Não fomos incapazes de realizar, Karl (és parente do Marx?!).
      Nós realizamos pra caralho, porra.
      Tavas dormindo nos governos do Lula?
      Ou não tinhas nascido e agora te informas pelo Augusto Nunes?

  9. Carái, Johnny, essa do Jair Messias Bolsonaro pagar 13º no Bolsa Família é um golpe de mestre.
    Não quero nem saber de argumentos do tipo de que tem fins políticos, tudo que o governo fizer em favor dos pobres eu aplaudo de pé.
    Aliás, essa foi a acusação que “vocês” faziam ao Lula, te lembras? De que era “apenas” uma forma de manter o curral eleitoral.
    Pois, comigo não tem dessa: aplausos para Bolsonaro!
    Já quanto â economia estar bombando, tenho minhas reservas, como tenho exposto. Podes me dizer como está sendo feito para que os cofres públicos se recomponham?
    Devo aderir à extrema direita?
    Falamos do Efeito Bolsonaro e tem gente que ainda não entendeu o que é, por isso vou desenhar com a seguinte manchete de hoje: Sem-teto acusam PMs de truculência sob lema “agora é Bolsonaro” em AL.
    Entendes? Agora é Bolsonaro, podemos descer a porrada.
    Isso é ruim, entendes?
    Tem outras coisas ruins. O 13º para o Bolsa Família é bom para os pobres, para ti e para mim, mas pergunta para Adônis.
    Quanto aos culhões, não se trata se a ofensa é a esta ou àquela religião, a este ou àquele Deus, o que estamos tratando, meu caro, é da liberação da truculência: estás de acordo com ela?
    Achas que por ter havido ofensa pode-se praticar atentado?

    • Caro Goiano.

      Eu nunca afirmei que praticar atentado é coisa legitima.
      O que eu acho é que o ato de difamar uma religião
      (para seu governo não é a minha religião ) é um ato de
      covardia e mau caratismo, isto porque os cristãos (não digo
      a igreja católica ) são mais cordatos e muito raramente
      vingativos. Porisso mesmo eles atacaram vilipendiando
      a sua crença e aos seus deuses, de forma covarde, estúpida,
      imoral e debochada.
      Eu os desafio a fazerem o mesmo com os muçulmanos e
      ofender o seu líder religioso Maomé.
      Quem tem cú tem medo, não é verdade

      Para terminar. O que tem a ver o Bolsonaro com a
      pretensa truculência à porta dos fundos ? Truculência essa
      que não deixou nenhum vestígio e mais parece encenação
      para se passarem por vitimas.

      Se eu fosse cristão e encontrasse um desses calhordas
      eu partiria pra porrada, mesmo levando algum contratempo,
      mas valia para servir de exemplo.

  10. ***
    Goiano!
    Primeiro uma heresia (Lula não ser candidato) e depois esta!
    Reconhecer que as coisas estão melhorando, mesmo que seja um pacto com o coisa ruim!
    Neste grau de misticismo está o segredo da seita sobre seus associados, acreditam em qualquer coisa.
    ***
    Utilizando a lógica do capitalismo de estado, posto que aqui é um país comunista, o que se tem é um bom ajuste das contas públicas, ínfimo, incompleto e ainda deficitário, mas algo que faça acreditar que o governo honrará sua dívida.
    Coisas estranhas aconteceram como terem autorizado emissão de dívida para cobrir despesas correntes o que, bem visto, não coaduna com um governo que queira acabar com a crise fiscal.
    Ainda estamos num País dos Coitadinhos, já dizia alguém…
    ***
    Os próximos passos seriam no sentido de liberalizar de fato a economia.
    A esse respeito trago a luz a portaria nº 465 de 12/12/19 do MME a qual estabelece regras para a quebra do monopólio na comercialização de energia elétrica.
    Como tudo no Brasil, é uma coisa enroscada, lenta e titubeante, contudo, é um sinal de que há vida inteligente e livre dentro da burocracia nacional.
    Há o que comemorar.
    Se a Dilma, ao invés de baixar o preço da energia de maneira stalinista, comunista e autoritária, tivesse feito uma portaria assim, não teríamos tido a crise que tivemos no setor elétrico.
    Era bem capaz de não ter tido nem sequer impeachment!
    ***
    Ocorre que não vejo mais relevância em criticar ou apoiar essas manobras baseadas na mediação social pelo dinheiro. Elas tendem ao fracasso devido à contradição interna do sistema baseado em mercadoria.
    Mas, pelo menos, mostra um povo que sabe fazer contas e, mesmo que operando um sistema anacrônico, já começa a destruir os bastiões de incompetência e ineficiência herdados dos governos anteriores, leia-se os governos comunistas de estado: os estalinistas do PT.
    ***

  11. ALERTA de PERIGOS do
    GOVERNO BOLSONARO

    Em 19 deste postei um comentário na coluna de José Paulo Cavalcanti indignado com o tratamento que o presidente vem dando ao Paulo Feite (energúmeno) . Disse que
    “Houve uma época ,agora há pouco, que boa parte dos alemães (uns 20 e poucos por cento) desesperados com a crise seguram um maluco ditando regras e deu no que deu. Revejamos o filme ” O ovo da serpente”, de Bergman. e tomemos alguma precaução. Não se trata aqui de exagerar na análise da situação atual, mas verificar que estamos num patamar elevado de irracionalidade politica-social-cultural-educacional…. . Quando chegamos ao ponto de tratar Paulo Freire como o Presidente da República vem fazendo creio que é o momento de botar a barba no molho. Ainda mais quando já se organiza o Partido político, mantido com verba pública, para angariar os cães raivosos, que são muitos, mais de 20% dos eleitores”.

    E conclui dizendo que
    “Esta é a minha reflexão e contribuição que envio aos leitores do JBF,um jornal que admiro em muitas colunas que mantêm, oportunas e necessárias atualmente”
    .
    Vejo agora que contribui com um um primeiro sinal de alerta consistente dos perigos do governo Bolsonaro que ameaçam o País. Vejo também que o texto do sr. Goiano Braga Horta é o segundo sinal de alerta consistente. Trata-se de um texto de um petista com o qual discordo em grau, número e gênero quando ele trata de assuntos ligados ao PT, mas que concordo inteiramente quando se refere ao momento atual sem menção alguma ao famigerado partido.

    Deveríamos prestar muita atenção quando ele fala que o dono dos cachorros loucos soltou seus animais , incentivando-os ao ataque. Até agora há pouco, o cara que era de direita tinha vergonha de se expor como tal e agora se declara na TV e batendo no peito com certo orgulho. O pessoal integralista, que considerávamos desaparecidos há uns 80 anos, volta às ruas dom sua bandeira, devidamente uniformizados e atacando com bombas quem pensar diferente.

    Por fim, reitero o alerta e convido todos a rever o filme “O ovo da serpente”. Estão lá os modos sorrateiros de como as coisas acontecem sem nos darmos conta dos perigos que atravessamos.

    • ***
      O ódio à liberdade personalizado na seita e na nomenklatura em geral sofreu um golpe quando da retirada dos pardaizinhos da indústria da multa e agora esta afronta de você poder escolher de quem comprar a energia que usa!
      ***
      Para detonar o aparelhamento do estado e devolver um pouco de livre iniciativa aos cidadão o Presidente tem que ser muito corajoso, teimoso e, as vezes, temerário.
      E não é que vem conseguindo sofridas vitórias.
      ***
      O sistema baseado em mercadorias e a mediação social pelo dinheiro não resiste a análise lógica e revela ao amante da sabedoria a sua verdadeira face monstruosa, porém, sob a égide do perda total é um mostrengo hediondo, pois nem sequer permite um laivo de esperança ou de vida fora da seita.
      Há que se comer, beber e respirar pela mão do estado petista e seu deus Lula.
      ***
      Ocorre que com um pouco de bom senso o sistema, de per si ineficiente, torna-se menos dogmatizado o que deve doer demais na turma alijada do comando da economia.
      Portanto, dentro da lógica capitalista o governo do Capitão e infinitamente melhor que o dos petistas.
      Aceita que dói menos, táoquei?!

      • Sim, Saniasin, dentro da lógica capitalista, o governo de Jair Messias Bolsonaro é infinitamente melhor do que o do PT, ou do Lula, que foge da “lógica capitalista”.
        É aí que mora o perigo: o capitalismo, em sua melhor lógica, é o do lucro acima de tudo, liberdade total, voracidade, selvageria.
        Esse é o bom capitalismo.
        Dá excelentes resultados, Saniasin.
        É contra os métodos e os resultados do capitalismo dentro de sua mais perfeita lógica que as esquerdas combatem.
        A lógica das esquerdas, forçadas a conviver com o capitalismo, na ausência de outras formas possíveis de organização política e econômica do Estado fora do capitalismo, é de furar a lógica do capitalismo, subverter a noção de enriquecimento mediante o social-capitalismo, aquele que mantém as bases do capitalismo, livre iniciativa e direito de propriedade, porém com acentuada intervenção do Estado na distribuição da riqueza, mediante assistência à pobreza, diretamente, e indiretamente, por meio de ações de saúde pública, habitação e reforma agrária, em destaque, pois envolve outras atividades de cunho social.
        Além disso, as esquerdas promovem um outro tipo de “pensar social”, distanciando-se das fórmulas conservadoras (nós queimamos sutiãs, se bem me entendes).

      • ***
        Pois é… Goiano.
        É da natureza do opressor, seja de que viés for, escamotear o fato de que é um monstro. Mas, mesmo com todas as meias verdades que diga, ela, a verdade, se desvela diante da analítica fenomenológica.
        Ferramenta hermenêutica que nos faz voltar a ter aquele olhar de criança, apenas apontando o fenômeno, o fato, o que surge ao olhar, deslumbrado e atônito, dos que tem sua atenção chamada para fora do falacioso mundo do dogma.
        Esse olhar tem aquele impacto da frase “o rei está nu”, de Anderson, sendo que, subjacente a essa limpidez de olhar “as coisas mesmas”, está um sólido conhecimento das coisas e do mundo. Técnica, Poiesis e Teoria.

        Para destruir a argumentação de que o pt algo fez de bom basta-me apontar para a etiqueta de preço e todo o sistema que a coloca sobre tudo e todos no mundo capitalista, fundamentalmente segregacionista e excludente, para saber que a palavra “social-capitalismo” nem existe, posto que, ou o trabalho é social e, portanto, visa o bem comum, sem excluídos, ou é capitalista, um sistema sociopata que destrói o tecido social através do desemprego estrutural, concentração de riqueza, exclusão de parcelas imensas da população, utilização da ciência com o propósito de destruir os ecosistemas, as famílias, a comunidade e a solidariedade humana, em resumo, uma forma desumana de existir e ser no mundo.
        Pois bem, o seu perda total, ao orgulhar-se de atirar migalhas aos pobres, para, na verdade, promover (como de fato se deu) a concentração imoral de riqueza das aristocracias tropicais (campeões nacionais – lembra os açougueiros de Anápolis?) e permitir um neo-colonialismo, via spread desavergonhado entre juros nacionais e internacionais, sempre por via autoritárias, sufocando quaisquer tentativas de crítica e de uma impossível autocrítica.
        Organizado de maneira verticalizada no sentido de perpetuar-se na posição de conciliador de classes a soldo dos donos (pelego, sabe?), algo que nunca existirá, pois não existe um conflito real a ser conciliado, mas sim, mera subordinação à lógica impessoal e autotélica do capital e sua teleologia de lucros infinitos.
        Por isso, no pt, o discurso é um e a prática é outra. E pior, o pta nem discurso tem. O que ele tem é uma narrativa que não admite outra, mesmo que os fatos apontem a incoerência entre o que foi dito e o que é feito. E narrativa é fake news.
        Por outro lado, o capitão é de uma coerência ímpar. O que disse fez ou quer fazer. As medidas econômicas são do capital em si e buscam um maneira de melhorar a competitividade, pois, parece, não tem “campeões” a apaniguar. Então, mesmo que eu saiba, da vacuidade do sistema que ambos (esquerda e direita) defendem, vejo que é mais virtuosa a maneira como o grupo atual lida com o poder e governa o país. Lutando bravamente para desaparelhar o estado, enxugá-lo, e fazê-lo voltar a sua condição original de bem gerir a nação. Sem heterodoxias, Goiano, sem heterodoxias!
        ***

  12. Penso que o mesmo sucesso do capitão é o mesmo que o vagabundo do Lula obtve quando virou presidente,ocorre que o poder tornou o vagabundo num lobo babando por poder e resolveu dividir essa baba com os amigos,tornando o Brasil uma Passargada onde só os amigos do rei se dão bem e o resto todo foda-se.
    Isso tambem pode acontecer com o capitão, de minha parte, se isso acontecer vou fazer socialismo com as pedras que jogo no vagabundo do PT e vou jogar no capitão tambem.
    Simples assim.

    • Rogério, talvez fosses uma pessoa muito novinha, ou nem fosses nascido, nos governos petistas, e estás sendo alimentado por informações espúrias das redes sociais burras a respeito. Vou te ajudar: REALIZAÇÕES DO PT: 1) Reduziu a inflação de 12,5% (2002) para 5,91% (2010) ao ano. 2) Aumentou o salário mínimo para o seu maior patamar em 40 anos, com um aumento real de 74% entre 2003/2010. 3) Reduziu a relação dívida/PIB de 51,3% (2002) para 39% do PIB(2010). 4) Acumulou um superávit comercial de US$ 252 Bilhões (2003/2010). 5) Pagou toda a dívida com o FMI e com o Clube de Paris e o Brasil se tornou credor do FMI. 6) Reduziu o déficit público nominal de 4% do PIB (2002) para 2,6% do PIB (2010). 7) Aumentou as exportações de US$ 60 Bilhões/ano (2002) para US$ 201,916 bilhões/ano (2010) , recorde histórico. 8) Aumentou as reservas internacionais líquidas de US$ 16 Bilhões (2002) para US$ 285 Bilhões (Novembro de 2010). 9) Ampliou o Pronaf ( Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar que se destina a estimular a geração de renda e melhorar o uso da mão de obra familiar, por meio do financiamento de atividades e serviços rurais agropecuários e não agropecuários) de R$ 2,5 Bilhões/ano (2002) para R$ 16 Bilhões/ano (2010). 10) Gerou 15 milhões de empregos formais entre 2003/2010. 11) Reduziu o percentual da população brasileira que vive abaixo da linha de pobreza de 28% (2002) para 6,1% (2010), segundo o IPEA. 12) Elevou os gastos sociais públicos de 0,60 % em 2002 para 15,54% do PIB em 2010. 13) Incrementou a assistência social, com programas sociais inclusivos, como o Bolsa-Família, ProUni (Programa Universidade para Todos (ProUni) criado pelo governo federal em 2004, que oferece bolsas de estudos, integrais e parciais (50%), em instituições particulares de educação superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, a estudantes brasileiros sem diploma de nível superior), Brasil Sorridente, Farmácia Popular, Luz Para Todos, entre outros, que beneficiaram aos pobres e miseráveis e contribuíram para melhorar a distribuição de renda. 14) Iniciou novas grandes obras de infraestrutura (rodovias, ferrovias, usinas hidrelétricas, etc) financiadas tanto com recursos públicos como privados. Exemplos: Usinas do Rio Madeira, Transnordestina, Ferrovia Norte-Sul, recuperação das rodovias federais, duplicação de milhares de quilômetros de rodovias. 15) Iniciou a construção de dezenas de Institutos Superiores de Educação Tecnológica (são 214 novas escolas técnicas federais construídas entre 2003/2010). 16) Criou o Reuni, que iniciou um novo processo de expansão das universidades públicas, aumentando consideravelmente o número de universidades, de campus e de vagas nas mesmas (Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni), que tem como principal objetivo ampliar o acesso e a permanência na educação superior. Com o Reuni, o governo federal adotou uma série de medidas para retomar o crescimento do ensino superior público, criando condições para que as universidades federais promovam a expansão física, acadêmica e pedagógica da rede federal de educação superior. Os efeitos da iniciativa podem ser percebidos pelos expressivos números da expansão, iniciada em 2003. 17) Elevou o volume de crédito na economia brasileira de cerca de 23% do PIB, em 2002, para 46% do PIB, em 2010. 18) Criou o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) em 2007. 19) Reduziu a taxa de desemprego de 10,5% (2002) para 6,7% (2010). 20) BOLSA FAMÍLIA – Lula não só « unificou o que já existia », ele criou o Programa Bolsa Família. E ao criá-lo incorporou o que já existia, especialmente os indicados no art. 1º da Lei 10.836, de 2004.
      Mas não foi só unificar, como eu antecipei: o Programa Bolsa Família tem inovações e regras para a participação, diferentes das regras existentes, e, além do mais, ampliou bastante o universo de atendidos: em 2009 foram DOZE MILHÕES E NOVECENTAS MIL FAMÍLIAS ATENDIDAS! 12.900.000 multiplicados por três projeta um atendimento a TRINTA E OITO MILHÕES E SETECENTAS MIL PESSOAS! (se tomarmos a média de três pessoas por família). 21) TRANSPOSIÇÃO DE ÁGUAS DO RIO SÃO FRANCISCO: “Uma das principais obras do PAC, o Projeto de Integração do Rio São Francisco tem o objetivo de assegurar a oferta de água para 12 milhões de habitantes de 390 municípios do Semiárido Nordestino, distribuídos entre os estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. O empreendimento é dividido em dois eixos – Leste e Norte – e conta com investimento de R$ 8,2 bilhões. São 470 km de canais, túneis, aquedutos e barragens. São ainda 38 ações socioambientais, como o resgate de bens arqueológicos e o monitoramento da fauna e flora, num investimento total de quase R$ 1 bilhão. A obra emprega 11 mil trabalhadores. : “O sertão nunca mais voltará a ser motivo de estudos sociais para medir a fome e a miséria. O sertão vai fazer parte do Brasil desenvolvido”, disse Lula. VÍDEO: https://www.youtube.com/watch?v=ss-4qUjkyws&nohtml5=FalseVÍDEO: https://www.youtube.com/watch?v=hD8YEGxj9iw&nohtml5=False
      22) OUTROS RECURSOS HÍDRICOS :
      Realizações do PAC na área de recursos hídricos (além da Transposição do rio São Francisco)durante o governo do Lula, que é o de que estamos tratando, de 2007 a 2009:
      “Obras estruturantes na área de recursos hídricos – Somado à integração do São Francisco, são R$ 33 bilhões para obras que vão garantir a tão sonhada segurança hídrica no Nordeste.
      Os investimentos do PAC na construção de adutoras, estações de tratamento e reservatórios de água são realizados em parceria com governos estaduais e municipais e setor privado. De 2007 a 2009, o programa contratou R$ 9,3 bilhões para executar 3.045 empreendimentos, para ampliar e melhorar os sistemas de abastecimento de água de 1.596 municípios de 26 estados e Distrito Federal.” 23) COPA DO MUNDO DE FUTEBOL 2014 NO BRASIL:
      Além do afluxo de turistas estrangeiros, trazendo divisas para o Brasil e aquecendo a indústria hoteleira, criando empregos temporários e incrementando o comércio em geral, o evento determinou a recuperação e construção de estádios e determinou a ampliação das obras da chamada “mobilidade urbana”, frutos dos quais muitos estão aí; e se nem todas foram concluídas deverão sê-lo e as que estão prontas já representaram uma melhora no setor para a população. 24) CONCESSÃO DE AEROPORTOS :
      Ao trazer a Copa do Mundo de Futebol 2014 para o Brasil, Lula sabia que seria preciso ampliar a estrutura aeroportuária e não deu outra: aeroportos foram objeto de concessão para o setor privado e foram investidos de 2011 a 2014 onze bilhões e trezentos milhões de reais, aquecendo o setor de obras, criando empregos e ampliando em 70 milhões de passageiros por ano a capacidade dos aeroportos. 25) OLIMPÍADAS DE 2016 NO BRASIL :
      Olimpíadas de 2016 para o Brasil. Repete-se aquela conversa: construção da vila olímpica no Rio de Janeiro, incremento do setor de obras, criação de empregos, entrada de turistas estrangeiros, plena ocupação de hotéis, mais empregos para hotelaria e comércio, desenvolvimento do esporte nacional, utilização de estádios preparados para a Copa de 2014 pela Olimpíada. 26) CONCESSÕES NO GOVERNO LULA E PRIVATIZAÇÕES :
      aSobre as concessões, que a oposição insiste em chamar de privatizações, confundindo institutos diferentes (é como confundir “calúnia” com “difamação” que se parecem mas não são) pode-se verificar o seguinte:
      O governo Lula concedeu à administração privada 2.600 quilômetros de rodovias federais.
      E já que falamos de privatizações, sejam elas concessão ou não, tivemos no governo Lula mais as seguintes, entre outras:
      1 – Banco do Estado do Ceará;
      2 – Banco do Estado do Maranhão;
      3 – Hidrelétrica Santo Antônio;
      4 – Hidrelétrica Jirau;
      5 – Linha de transmissão Porto Velho (RO)–Araraquara (SP);
      6 – Alguns campos da bacia de petróleo do pré-sal descoberta em 2006, a exemplo do Campo de Libra.
      27) RISCO BRASIL :
      Durante o governo Lula o Risco Brasil teve o mais baixo índice já visto na história do nosso País.
      28) ÍNDICE GINI E A DESIGUALDADE SOCIAL :
      O índice de Gini, criado pelo matemático italiano Conrado Gini, é um instrumento para medir o grau de concentração de renda em determinado grupo. Ele aponta a diferença entre os rendimentos dos mais pobres e dos mais ricos.
      No governo do Lula, ou melhor, de 2003 a 2011, a desigualdade, ou a concentração de renda, caiu 9,22%, resultado considerado muito bom.
      29) PODER DE COMPRA DOS SALÁRIOS :
      No governo Lula o poder de compra de cestas básicas dobrou em 2010, alcançando o patamar de 2,17%, ou seja, cada cidadão já podia comprar duas cestas básicas com o mesmo rendimento.
      30) AMPLIAÇÃO DA JUSTIÇA FEDERAL :
      A Justiça Federal, que, em 2003, tinha cerca de 100 Varas em todo o País, chegou a 513 Varas, em 2010. Ou seja, 413 novas Varas da Justiça Federal, com um juiz titular e um substituto, foram criadas nesse período, no período do Governo Presidente Lula.
      31) FORTALECIMENTO DA POLÍCIA FEDERAL :
      Total das operações da Polícia Federal de 2003 até 2011, durante os oito anos de Lula: 1.273.
      Isso ocorreu porque a Polícia Federal foi fortalecida nessa época.
      32) TAXA DE JUROS :
      A taxa de juros que já fora, anteriormente, entre 38% e 25%, comportou-se no governo do Lula da seguinte forma:
      09/12/2010 – 19/01/2011 =10,75
      10/12/2009 – 27/01/2010 = 8,75
      11/12/2008 – 21/01/2009 =13,75
      06/12/2007 – 23/01/2008 =11,25
      30/11/2006 – 24/01/2007 =13,25
      15/12/2005 – 18/01/2006 =18,00
      16/12/2004 – 19/01/2005 =17,75
      18/12/2003 – 21/01/2004 =16,50
      33) POSIÇÃO DO BRASIL NA ECONOMIA MUNDIAL :
      Quando o Lula assumiu o governo o Brasil era a 15ª economia. Em 2010, quando ele deixou o gov erno, o Brasil era a 7ª Economia mundial. 34) CRESCIMENTO DO PIB :
      PIB (nominal) e Tamanho do Crescimento (real) *
      2010 – R$ 3,887 trilhões – 7,6%
      2009 – R$ 3,328 trilhões – -0,2%
      2008 – R$ 3,108 trilhões – 5,0%
      2007 – R$ 2,718 trilhões – 6,0%
      2006 – R$ 2,410 trilhões – 4,0%
      2005 – R$ 2,172 trilhões – 3,1%
      2004 – R$ 1,959 trilhão – 5,7%
      2003 – R$ 1,720 trilhão – 1,2%
      * Nota: Ao dividir o PIB de um ano pelo ano anterior não resulta o valor do crescimento. Isto se deve à diferença entre o PIB nominal e o PIB real que desconta a inflação. O tamanho do crescimento é medido pelo PIB real que desconta a inflação. 35) LEGADO DOS GOVERNOS LULA :Segundo o UOL, ao deixar o cargo de presidente dia 1º de janeiro de 2011, Luiz Inácio Lula da Silva legou, de oito anos de governo, avanços nos setores de economia e inclusão social, com índices históricos de crescimento econômico e redução da pobreza. É o Globo que diz: a taxa de mortalidade infantil caiu no Brasil, de 2003 a 2012, 47,6% (sendo que no Nordeste a diminuição foi de 50%). Isso não vos comove? Para saber mais: de 1990 a 2012 essa taxa caiu 75%. 36) O MAPA DA FOME, LULA, DILMA E PT: O Brasil ainda está fora do MAPA DA FOME: isso é incontestável! Não tem desgraça mais vergonhosa para um país do que a fome. Com toda sua riqueza natural e sendo uma potência agrícola, o Brasil ainda convivia com a fome e a subnutrição crônica até há pouco tempo. Com Dilma e Lula o Brasil cumpriu e até mesmo ultrapassou a meta do Primeiro Objetivo do Milênio da ONU de reduzir à metade a prevalência da fome e desnutrição entre 2000 e 2015. Melhor do que isso: se mais de um em cada dez brasileiros passavam fome em 2002, hoje apenas uma proporção não quantificável (menor de 5%, segundo a ONU) sofre de subnutrição. Graças a isso, o Brasil saiu completamente do Mapa da Fome elaborado pela FAO/ONU, e está na mesma categoria dos países desenvolvidos. 37) LEI DO ACESSO À INFORMAÇÃO E DILMA:DIlma patrocinou e aprovou a Lei do Acesso à Informação (Lei 12527, de 18 de novembro de 2011) também chamada Lei da Transparência, para que qualquer cidadão possa acessar os documentos internos produzidos pelos governos federal, estadual e municipal em seu trabalho. É a melhor ferramenta que a imprensa já ganhou em muitas décadas, elogiada por especialistas internacionais no assunto. Se você hoje fica sabendo, pelos jornais e pela TV, de mais denúncias e impropriedades cometidas por políticos e funcionários públicos, é graças à Lei da Transparência, que os jornalistas usam sem parar desde que ela entrou em vigor há dois anos. E para facilitar mais ainda o controle e a fiscalização, a Dilma criou o Portal da Transparência, o Portal do Acesso à Informação e o Portal Dados Abertos, para ajudar a imprensa (e qualquer cidadão, até você mesmo!) a conhecer seus direitos, requisitar documentos e conferir onde estão sendo feitos os gastos do governo. Há um trabalho intenso para implementar a lei nos Estados e Municípios e mudar para sempre a cultura de sigilo de muitas repartições públicas. 38) MAIS MÉDICOS E DILMA: Dilma criou o Mais Médicos e a Saúde da Família: 50 milhões de beneficiados, 95% de satisfação. Em um só ano. Enquanto isso, isto é, enquanto milhões de brasileiros que não tinham assistência á saúde são atendidos, os eternos descontentes partidários do docontrismo ficavam condenando os programas, dizendo que os médicos cubanos eram escravizados, que ganhavam pouco, que o dinheiro do convênio ia para financiar o governo cubano, que os médicos iriam fugir para os Estados Unidos etc… e o programa está aí. 39) CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS E DILMA:Criado no governo Dilma, O Ciência Sem Fronteiras concedeu bolsas de estudo, até 2014, em nível de pós-graduação, para mais de 83 mil estudantes brasileiros estudarem no exterior, em universidades e instituições de pesquisa reconhecidos. 40) O PLANO BRASIL SEM MISÉRIA E DILMA: O Plano Brasil Sem Miséria foi lançado pela Dilma em 2011 com o objetivo extremamente ambicioso de erradicar completamente a miséria (definida conforme a linha da miséria do Banco Mundial de renda até US$ 1,25 ao dia, ou R$ 70 ao mês) até o fim de 2014. Segundo o Censo 2010 do IBGE, apesar da enorme redução da miséria durante o governo Lula, 16,2 milhões de brasileiros, ou 8,5% da população, ainda se encontravam nessa situação em 2011. Impossível erradicar a miséria em pouco mais de três anos, não é? Pois, não é, não! Apesar da enorme ambição, a meta foi alcançada. Todos os sinais indicam que menos de 2% da população está abaixo da linha da miséria, abaixo do nível de 3% que o Banco Mundial considera um índice residual. 41) MINHA CASA, MINHA VIDA E DILMA: Considerado pela ONU como “um exemplo notável de programa de habitação de grande escala que beneficia a sociedade, em particular os grupos mais vulneráveis e os lares de mais baixa renda”, o Minha Casa, Minha Vida, lançado em 2009 pelo Governo Lula sob a gestão da então Ministra Dilma Rousseff, conseguiu em apenas cinco anos baixar em 16,8% o déficit habitacional do Brasil. Em seis anos, o governo entregou quase três milhões de casas. O investimento total no programa ultrapassa R$ 270 bilhões. 42) O ENSINO SUPERIOR, LULA E DILMA: Antes de Lula e Dilma, o Brasil levou 500 anos para ter três milhões e meio de alunos nas universidades. Hoje, são MAIS DE SETE MILHÕES de estudantes no ensino superior. Para isso, foram criadas 18 universidades federais, priorizando as cidades do interior – Dilma criou quatro, todas no Norte e no Nordeste. A presidenta inaugurou 47 novos campus, levando o ensino superior público e gratuito a um total de 275 municípios. No ProUni, Dilma manteve a média de 250 mil bolsas anuais e ampliou em 30% a concessão de bolsas integrais durante seu mandato. Para reduzir o grave problema da evasão no ensino superior, que atinge sobretudo os mais pobres, Dilma criou em 2013 o Bolsa Permanência, um benefício mensal de 400 reais para estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, indígenas e quilombolas que estudam em instituições federais.

    • (!)
      Rogério, talvez fosses uma pessoa muito novinha, ou nem fosses nascido, nos governos petistas, e estás sendo alimentado por informações espúrias das redes sociais burras a respeito. Vou te ajudar: REALIZAÇÕES DO PT: 1) Reduziu a inflação de 12,5% (2002) para 5,91% (2010) ao ano. 2) Aumentou o salário mínimo para o seu maior patamar em 40 anos, com um aumento real de 74% entre 2003/2010. 3) Reduziu a relação dívida/PIB de 51,3% (2002) para 39% do PIB(2010). 4) Acumulou um superávit comercial de US$ 252 Bilhões (2003/2010). 5) Pagou toda a dívida com o FMI e com o Clube de Paris e o Brasil se tornou credor do FMI. 6) Reduziu o déficit público nominal de 4% do PIB (2002) para 2,6% do PIB (2010). 7) Aumentou as exportações de US$ 60 Bilhões/ano (2002) para US$ 201,916 bilhões/ano (2010) , recorde histórico. 8) Aumentou as reservas internacionais líquidas de US$ 16 Bilhões (2002) para US$ 285 Bilhões (Novembro de 2010). 9) Ampliou o Pronaf ( Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar que se destina a estimular a geração de renda e melhorar o uso da mão de obra familiar, por meio do financiamento de atividades e serviços rurais agropecuários e não agropecuários) de R$ 2,5 Bilhões/ano (2002) para R$ 16 Bilhões/ano (2010). 10) Gerou 15 milhões de empregos formais entre 2003/2010. 11) Reduziu o percentual da população brasileira que vive abaixo da linha de pobreza de 28% (2002) para 6,1% (2010), segundo o IPEA. 12) Elevou os gastos sociais públicos de 0,60 % em 2002 para 15,54% do PIB em 2010. 13) Incrementou a assistência social, com programas sociais inclusivos, como o Bolsa-Família, ProUni (Programa Universidade para Todos (ProUni) criado pelo governo federal em 2004, que oferece bolsas de estudos, integrais e parciais (50%), em instituições particulares de educação superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, a estudantes brasileiros sem diploma de nível superior), Brasil Sorridente, Farmácia Popular, Luz Para Todos, entre outros, que beneficiaram aos pobres e miseráveis e contribuíram para melhorar a distribuição de renda. 14) Iniciou novas grandes obras de infraestrutura (rodovias, ferrovias, usinas hidrelétricas, etc) financiadas tanto com recursos públicos como privados. Exemplos: Usinas do Rio Madeira, Transnordestina, Ferrovia Norte-Sul, recuperação das rodovias federais, duplicação de milhares de quilômetros de rodovias. 15) Iniciou a construção de dezenas de Institutos Superiores de Educação Tecnológica (são 214 novas escolas técnicas federais construídas entre 2003/2010). 16) Criou o Reuni, que iniciou um novo processo de expansão das universidades públicas, aumentando consideravelmente o número de universidades, de campus e de vagas nas mesmas (Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni), que tem como principal objetivo ampliar o acesso e a permanência na educação superior. Com o Reuni, o governo federal adotou uma série de medidas para retomar o crescimento do ensino superior público, criando condições para que as universidades federais promovam a expansão física, acadêmica e pedagógica da rede federal de educação superior. Os efeitos da iniciativa podem ser percebidos pelos expressivos números da expansão, iniciada em 2003. 17) Elevou o volume de crédito na economia brasileira de cerca de 23% do PIB, em 2002, para 46% do PIB, em 2010. 18) Criou o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) em 2007. 19) Reduziu a taxa de desemprego de 10,5% (2002) para 6,7% (2010). 20) BOLSA FAMÍLIA – Lula não só « unificou o que já existia », ele criou o Programa Bolsa Família. E ao criá-lo incorporou o que já existia, especialmente os indicados no art. 1º da Lei 10.836, de 2004.
      Mas não foi só unificar, como eu antecipei: o Programa Bolsa Família tem inovações e regras para a participação, diferentes das regras existentes, e, além do mais, ampliou bastante o universo de atendidos: em 2009 foram DOZE MILHÕES E NOVECENTAS MIL FAMÍLIAS ATENDIDAS! 12.900.000 multiplicados por três projeta um atendimento a TRINTA E OITO MILHÕES E SETECENTAS MIL PESSOAS! (se tomarmos a média de três pessoas por família). 21) TRANSPOSIÇÃO DE ÁGUAS DO RIO SÃO FRANCISCO: “Uma das principais obras do PAC, o Projeto de Integração do Rio São Francisco tem o objetivo de assegurar a oferta de água para 12 milhões de habitantes de 390 municípios do Semiárido Nordestino, distribuídos entre os estados de Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. O empreendimento é dividido em dois eixos – Leste e Norte – e conta com investimento de R$ 8,2 bilhões. São 470 km de canais, túneis, aquedutos e barragens. São ainda 38 ações socioambientais, como o resgate de bens arqueológicos e o monitoramento da fauna e flora, num investimento total de quase R$ 1 bilhão. A obra emprega 11 mil trabalhadores. : “O sertão nunca mais voltará a ser motivo de estudos sociais para medir a fome e a miséria. O sertão vai fazer parte do Brasil desenvolvido”, disse Lula. VÍDEO: https://www.youtube.com/watch?v=ss-4qUjkyws&nohtml5=FalseVÍDEO: https://www.youtube.com/watch?v=hD8YEGxj9iw&nohtml5=False
      22) OUTROS RECURSOS HÍDRICOS :
      Realizações do PAC na área de recursos hídricos (além da Transposição do rio São Francisco)durante o governo do Lula, que é o de que estamos tratando, de 2007 a 2009:
      “Obras estruturantes na área de recursos hídricos – Somado à integração do São Francisco, são R$ 33 bilhões para obras que vão garantir a tão sonhada segurança hídrica no Nordeste.
      Os investimentos do PAC na construção de adutoras, estações de tratamento e reservatórios de água são realizados em parceria com governos estaduais e municipais e setor privado. De 2007 a 2009, o programa contratou R$ 9,3 bilhões para executar 3.045 empreendimentos, para ampliar e melhorar os sistemas de abastecimento de água de 1.596 municípios de 26 estados e Distrito Federal.” 23) COPA DO MUNDO DE FUTEBOL 2014 NO BRASIL:
      Além do afluxo de turistas estrangeiros, trazendo divisas para o Brasil e aquecendo a indústria hoteleira, criando empregos temporários e incrementando o comércio em geral, o evento determinou a recuperação e construção de estádios e determinou a ampliação das obras da chamada “mobilidade urbana”, frutos dos quais muitos estão aí; e se nem todas foram concluídas deverão sê-lo e as que estão prontas já representaram uma melhora no setor para a população. 24) CONCESSÃO DE AEROPORTOS :
      Ao trazer a Copa do Mundo de Futebol 2014 para o Brasil, Lula sabia que seria preciso ampliar a estrutura aeroportuária e não deu outra: aeroportos foram objeto de concessão para o setor privado e foram investidos de 2011 a 2014 onze bilhões e trezentos milhões de reais, aquecendo o setor de obras, criando empregos e ampliando em 70 milhões de passageiros por ano a capacidade dos aeroportos. 25) OLIMPÍADAS DE 2016 NO BRASIL :
      Olimpíadas de 2016 para o Brasil. Repete-se aquela conversa: construção da vila olímpica no Rio de Janeiro, incremento do setor de obras, criação de empregos, entrada de turistas estrangeiros, plena ocupação de hotéis, mais empregos para hotelaria e comércio, desenvolvimento do esporte nacional, utilização de estádios preparados para a Copa de 2014 pela Olimpíada. 26) CONCESSÕES NO GOVERNO LULA E PRIVATIZAÇÕES :
      aSobre as concessões, que a oposição insiste em chamar de privatizações, confundindo institutos diferentes (é como confundir “calúnia” com “difamação” que se parecem mas não são) pode-se verificar o seguinte:
      O governo Lula concedeu à administração privada 2.600 quilômetros de rodovias federais.
      E já que falamos de privatizações, sejam elas concessão ou não, tivemos no governo Lula mais as seguintes, entre outras:
      1 – Banco do Estado do Ceará;
      2 – Banco do Estado do Maranhão;
      3 – Hidrelétrica Santo Antônio;
      4 – Hidrelétrica Jirau;
      5 – Linha de transmissão Porto Velho (RO)–Araraquara (SP);
      6 – Alguns campos da bacia de petróleo do pré-sal descoberta em 2006, a exemplo do Campo de Libra.
      27) RISCO BRASIL :
      Durante o governo Lula o Risco Brasil teve o mais baixo índice já visto na história do nosso País.
      28) ÍNDICE GINI E A DESIGUALDADE SOCIAL :
      O índice de Gini, criado pelo matemático italiano Conrado Gini, é um instrumento para medir o grau de concentração de renda em determinado grupo. Ele aponta a diferença entre os rendimentos dos mais pobres e dos mais ricos.
      No governo do Lula, ou melhor, de 2003 a 2011, a desigualdade, ou a concentração de renda, caiu 9,22%, resultado considerado muito bom.
      29) PODER DE COMPRA DOS SALÁRIOS :
      No governo Lula o poder de compra de cestas básicas dobrou em 2010, alcançando o patamar de 2,17%, ou seja, cada cidadão já podia comprar duas cestas básicas com o mesmo rendimento.
      30) AMPLIAÇÃO DA JUSTIÇA FEDERAL :
      A Justiça Federal, que, em 2003, tinha cerca de 100 Varas em todo o País, chegou a 513 Varas, em 2010. Ou seja, 413 novas Varas da Justiça Federal, com um juiz titular e um substituto, foram criadas nesse período, no período do Governo Presidente Lula.
      31) FORTALECIMENTO DA POLÍCIA FEDERAL :
      Total das operações da Polícia Federal de 2003 até 2011, durante os oito anos de Lula: 1.273.
      Isso ocorreu porque a Polícia Federal foi fortalecida nessa época.
      32) TAXA DE JUROS :
      A taxa de juros que já fora, anteriormente, entre 38% e 25%, comportou-se no governo do Lula da seguinte forma:
      09/12/2010 – 19/01/2011 =10,75
      10/12/2009 – 27/01/2010 = 8,75
      11/12/2008 – 21/01/2009 =13,75
      06/12/2007 – 23/01/2008 =11,25
      30/11/2006 – 24/01/2007 =13,25
      15/12/2005 – 18/01/2006 =18,00
      16/12/2004 – 19/01/2005 =17,75
      18/12/2003 – 21/01/2004 =16,50
      33) POSIÇÃO DO BRASIL NA ECONOMIA MUNDIAL :
      Quando o Lula assumiu o governo o Brasil era a 15ª economia. Em 2010, quando ele deixou o gov erno, o Brasil era a 7ª Economia mundial. 34) CRESCIMENTO DO PIB :
      PIB (nominal) e Tamanho do Crescimento (real) *
      2010 – R$ 3,887 trilhões – 7,6%
      2009 – R$ 3,328 trilhões – -0,2%
      2008 – R$ 3,108 trilhões – 5,0%
      2007 – R$ 2,718 trilhões – 6,0%
      2006 – R$ 2,410 trilhões – 4,0%
      2005 – R$ 2,172 trilhões – 3,1%
      2004 – R$ 1,959 trilhão – 5,7%
      2003 – R$ 1,720 trilhão – 1,2%
      * Nota: Ao dividir o PIB de um ano pelo ano anterior não resulta o valor do crescimento. Isto se deve à diferença entre o PIB nominal e o PIB real que desconta a inflação. O tamanho do crescimento é medido pelo PIB real que desconta a inflação. 35) LEGADO DOS GOVERNOS LULA :Segundo o UOL, ao deixar o cargo de presidente dia 1º de janeiro de 2011, Luiz Inácio Lula da Silva legou, de oito anos de governo, avanços nos setores de economia e inclusão social, com índices históricos de crescimento econômico e redução da pobreza. É o Globo que diz: a taxa de mortalidade infantil caiu no Brasil, de 2003 a 2012, 47,6% (sendo que no Nordeste a diminuição foi de 50%). Isso não vos comove? Para saber mais: de 1990 a 2012 essa taxa caiu 75%. 36) O MAPA DA FOME, LULA, DILMA E PT: O Brasil ainda está fora do MAPA DA FOME: isso é incontestável! Não tem desgraça mais vergonhosa para um país do que a fome. Com toda sua riqueza natural e sendo uma potência agrícola, o Brasil ainda convivia com a fome e a subnutrição crônica até há pouco tempo. Com Dilma e Lula o Brasil cumpriu e até mesmo ultrapassou a meta do Primeiro Objetivo do Milênio da ONU de reduzir à metade a prevalência da fome e desnutrição entre 2000 e 2015. Melhor do que isso: se mais de um em cada dez brasileiros passavam fome em 2002, hoje apenas uma proporção não quantificável (menor de 5%, segundo a ONU) sofre de subnutrição. Graças a isso, o Brasil saiu completamente do Mapa da Fome elaborado pela FAO/ONU, e está na mesma categoria dos países desenvolvidos. 37) LEI DO ACESSO À INFORMAÇÃO E DILMA:DIlma patrocinou e aprovou a Lei do Acesso à Informação (Lei 12527, de 18 de novembro de 2011) também chamada Lei da Transparência, para que qualquer cidadão possa acessar os documentos internos produzidos pelos governos federal, estadual e municipal em seu trabalho. É a melhor ferramenta que a imprensa já ganhou em muitas décadas, elogiada por especialistas internacionais no assunto. Se você hoje fica sabendo, pelos jornais e pela TV, de mais denúncias e impropriedades cometidas por políticos e funcionários públicos, é graças à Lei da Transparência, que os jornalistas usam sem parar desde que ela entrou em vigor há dois anos. E para facilitar mais ainda o controle e a fiscalização, a Dilma criou o Portal da Transparência, o Portal do Acesso à Informação e o Portal Dados Abertos, para ajudar a imprensa (e qualquer cidadão, até você mesmo!) a conhecer seus direitos, requisitar documentos e conferir onde estão sendo feitos os gastos do governo. Há um trabalho intenso para implementar a lei nos Estados e Municípios e mudar para sempre a cultura de sigilo de muitas repartições públicas. 38) MAIS MÉDICOS E DILMA: Dilma criou o Mais Médicos e a Saúde da Família: 50 milhões de beneficiados, 95% de satisfação. Em um só ano. Enquanto isso, isto é, enquanto milhões de brasileiros que não tinham assistência á saúde são atendidos, os eternos descontentes partidários do docontrismo ficavam condenando os programas, dizendo que os médicos cubanos eram escravizados, que ganhavam pouco, que o dinheiro do convênio ia para financiar o governo cubano, que os médicos iriam fugir para os Estados Unidos etc… e o programa está aí. 39) CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS E DILMA:Criado no governo Dilma, O Ciência Sem Fronteiras concedeu bolsas de estudo, até 2014, em nível de pós-graduação, para mais de 83 mil estudantes brasileiros estudarem no exterior, em universidades e instituições de pesquisa reconhecidos. 40) O PLANO BRASIL SEM MISÉRIA E DILMA: O Plano Brasil Sem Miséria foi lançado pela Dilma em 2011 com o objetivo extremamente ambicioso de erradicar completamente a miséria (definida conforme a linha da miséria do Banco Mundial de renda até US$ 1,25 ao dia, ou R$ 70 ao mês) até o fim de 2014. Segundo o Censo 2010 do IBGE, apesar da enorme redução da miséria durante o governo Lula, 16,2 milhões de brasileiros, ou 8,5% da população, ainda se encontravam nessa situação em 2011. Impossível erradicar a miséria em pouco mais de três anos, não é? Pois, não é, não! Apesar da enorme ambição, a meta foi alcançada. Todos os sinais indicam que menos de 2% da população está abaixo da linha da miséria, abaixo do nível de 3% que o Banco Mundial considera um índice residual. 41) MINHA CASA, MINHA VIDA E DILMA: Considerado pela ONU como “um exemplo notável de programa de habitação de grande escala que beneficia a sociedade, em particular os grupos mais vulneráveis e os lares de mais baixa renda”, o Minha Casa, Minha Vida, lançado em 2009 pelo Governo Lula sob a gestão da então Ministra Dilma Rousseff, conseguiu em apenas cinco anos baixar em 16,8% o déficit habitacional do Brasil. Em seis anos, o governo entregou quase três milhões de casas. O investimento total no programa ultrapassa R$ 270 bilhões. 42) O ENSINO SUPERIOR, LULA E DILMA: Antes de Lula e Dilma, o Brasil levou 500 anos para ter três milhões e meio de alunos nas universidades. Hoje, são MAIS DE SETE MILHÕES de estudantes no ensino superior. Para isso, foram criadas 18 universidades federais, priorizando as cidades do interior – Dilma criou quatro, todas no Norte e no Nordeste. A presidenta inaugurou 47 novos campus, levando o ensino superior público e gratuito a um total de 275 municípios. No ProUni, Dilma manteve a média de 250 mil bolsas anuais e ampliou em 30% a concessão de bolsas integrais durante seu mandato. Para reduzir o grave problema da evasão no ensino superior, que atinge sobretudo os mais pobres, Dilma criou em 2013 o Bolsa Permanência, um benefício mensal de 400 reais para estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, indígenas e quilombolas que estudam em instituições federais.

  13. Chatonildo, essas meias palavras servem ao comadrismo, ao fuxico, procuram sugerir coisas mentirosas para que as pessoas acreditem que o PT fez o atentado a sua própria carne e que o Porta dos Fundos jogou em si mesmo as bombas molotov. Isso não é legal. Faz parte de uma maneira redes sociais de convencer as pessoas de que mentiras são as verdades, e o pior é que elas acreditam e aí vira essa porra que está ai, chamada governo de Jair Messias Bolsonaro, O Burro, que tu ajudaste a colocar na presidência da república para transformar a sociedade brasileira em uma sociedade de burros.

Deixe uma resposta