DEU NO JORNAL

Rodrigo Constantino

A ditadura socialista comandada por Nicolás Maduro foi responsável por assassinatos extrajudiciais e uso sistêmico de tortura, concluiu uma missão independente estabelecida pelo Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas após investigar mais de 200 casos individuais de violações de direitos humanos que ocorreram na Venezuela a partir de 2014.

Isso vindo da ONU, um tanto tarde, é verdade, merece mais destaque ainda, pois a entidade não é exatamente imparcial, e costuma aliviar bastante a barra de regimes socialistas. Daí a constatação de que não dava mais para ignorar o que se passa na Venezuela.

“A Missão encontrou motivos razoáveis para acreditar que as autoridades venezuelanas e as forças de segurança planejaram e executaram graves violações dos direitos humanos desde 2014, algumas das quais – incluindo execuções arbitrárias e o uso sistemático de tortura – constituem crimes contra a humanidade”, disse Marta Valiñas, presidente da Missão.

Nada novo sob o sol. Simplesmente todo experimento socialista resultou na mesma tragédia, pois os meios pregados e adotados pela extrema-esquerda levam inevitavelmente a tal destino. Ao concentrar tanto poder arbitrário no governo, ao abolir a liberdade econômica, mata-se junto a liberdade política, como já alertava o liberal Hayek, e se instaura um regime de opressão e terror, que espalha apenas miséria.

Foi assim em todo país que flertou com a utopia comunista, mas seus crentes insistem que o problema não está na essência da ideologia, e alguns ainda tentam jogar Maduro para a direita, na velha e surrada desculpa de que “deturparam Marx”. Uma piada de mau gosto!

O que chama a atenção, porém, é o silêncio ensurdecedor da turma “humanista”. Por onde andam Freixo, Lula, Jean Wyllys e tantos outros ávidos por denunciar qualquer abuso ou desvio em governos de direita? Cadê o pessoal que fazia alarmismo com o governo Bolsonaro, que perseguiria gays e negros, além de críticos? Sumiram.

O jornalista Guilherme Fiuza ironizou: “Os crimes de Nicolás Maduro contra a humanidade foram reconhecidos pela ONU, mas os empáticos do zoom não viram nada. Eles estão ocupados patrulhando quem vai à praia”. De fato, as prioridades dessa turma que se diz tão preocupada com a vida humana e com as minorias são bastante estranhas, para dizer o mínimo.

Essa postura diante do que ocorre na Venezuela socialista é a prova cabal da hipocrisia do discurso “democrata” da esquerda, que enxerga ameaça “fascista” no atual governo. Enquanto isso, a Argentina também caminha a passos rápidos rumo ao destino venezuelano, ao abismo. É o resultado inevitável do socialismo. É bom acompanhar de perto para lembrar da maldição de que nos livramos, mas que sempre ronda como ameaça…

17 pensou em “OS HUMANISTAS SE CALAM

  1. Como assim “OS HUMANISTAS SE CALAM” se foi
    precisamente
    o CONSELHO DOS DIREITOOS HUMANOS
    da
    ONU
    que investigou os casos e concluiu pelas violações?!
    Só é possível estabelecer as violações de direitos humanos quando elas são observadas e constatadas. Antes de uma apuração, podem-se levantar suspeitas e protestos.
    Agora, o Rodrigo Constantino sugerir que a ONU está infestada de comunistas é digno de um baba-ovos das ideias de Jair Messias Bolsonaro.

    • A função da tal onu é apenas fazer pomposos relatórios? Isso qualquer fubânico faz, porra! Um órgãos formado para a união de países, cheio de gente perfumada, usando ternos de grife, ganhando grana considerável para fazer relatórios? Os proprietários de Cuba, Nicarágua e Venezuela (apenas para exempificar três) olham para tais relatórios e soltam gargalhadas e baforadas de charutos cohiba enquanto molham suas gargantas com uísque doze anos e vinhos de safras caríssimas. Que merda de mundo é este que nos enfiaram?

      • Injusto, Sancho, e mais inócuo do que atacar com lanças os moinhos de vento estocado.
        A ONU não é apenas uma fazedora de relatórios e graças a suas ações as leis e atitudes mundiais têm mudado para muito melhor em relação aos direitos humanos, cujos os quais foram mencionados sete vezes na Carta de fundação da ONU, fazendo da promoção e proteção dos direitos humanos um propósito fundamental e um princípio orientador da Organização, de tal forma que, em 1948, a Declaração Universal dos Direitos Humanos trouxe os direitos humanos para a esfera do direito internacional. Desde então, a Organização vem protegendo diligentemente os direitos humanos por meio de instrumentos jurídicos e atividades locais.

        • Injusto, meu caro Goiano (a quem admiro e respeito a inteligência e o ótimo humor) é o cara instalado no ar condicionado fazendo bonitos relatórios e o mundo do jeito que está. Injusto é ver não sei quantos milhões de seres hmanos debaixo das botas de ditadores espalhados por vários continentes, enquanto os relatórios dos direitos humanos dão a volta ao mundo. Peguemos um imaginário disco voador (escolhido pela rapidez de deslocamento) e façamos uma visita a cubanos, venezuelanos, nicaraguenses, norte-coreanos, a moradores da zona rural chinesa, os de alguns países da África subsariana, alguns “campos de concentração” espalhados pelo planeta e façamos a seguinte pergunta: infeliz cidadão do mundo cheio de relatórios de direitos humanos, o que fez a maravilhosa ONU por você?

          Direitos humanos mencionados sete vezes na Carta de fundação da ONU… Isso só interessa a burocratas. O ser humano clama por liberdade, comida no estômago, água na boca, salário digno e dignidade.

          Não se esqueça que tem gente se “phoddendo’ sob o jugo de ditadores há mais de meio século, caríssimo.

          Vamos bien, diria Fidel…

          • “Não se esqueça que tem gente se “phoddendo’ sob o jugo de ditadores há mais de meio século, caríssimo.”

            Nomear os ditadores que é bom, nada, hein Boiano?

            Ou Bolsonaro governa o Brasil há mais de meio século de acordo com sua narrativa torpe?

          • Nobre Sancho, errata:

            li muito rapidamente e julguei que o Boiano tivesse lançado dessa aí para nos dizer que a ONU vem prestando um serviço muito efetivo para a defesa dos direitos humanos dos países assolados pela miséria e tirania do Socialismo aliado ao Islã.

    • Boiano, na sua condição de chicaneiro nato, que desconhece (ou finge desconhecer) qual o viés majoritário dos países que constituem a ONU (socialistas aliados a teocracias islâmicas), devia se ater a somente lidar com sua clientela que se acomoda em seu divã manicomial.

      • Trapaceiro, meu queridíssimo Nikolai Hel, é o teu rabo.
        Quanto aos viés comunista da ONU, trata-se, evidentemente, de mais uma das distorções paranoicas de Jair Messias Bolsonaro, para cujo o qual e cujos os quais seguidores a ONU é algo “mais aparelhado que universidade pública”, serve de “trampolim” para aprovar “leis globalistas” no mundo e seu Conselho de Direitos Humanos é um “local de reunião de comunistas” que não serve “para absolutamente nada”, mas ele, Jair Messias Bolsonaro, foi lá discursar e tentar passar para o mundo uma falsa imagem do que acontece em seu governo.
        Quanto a ater-me a cuidar de meus pacientes, isso constituiria uma alienação. Talvez agrade aos bolsonaristas não existirem pensamentos divergentes. Vai sonhando.

  2. E POR FALAR EM “OS HUMANISTAS SE CALAM”…
    … os governos que se recusaram a ouvir as recomendações científicas ou que menosprezaram uma coordenação global, como o de Jair Messias Bolsonaro, tiveram resultados negativos ao lidar com a pandemia. Trata-se de um crime contra a humanidade, uma vez que tais governos violaram as obrigações legais que tinham de proteger suas populações.

    • Quais os paises que fizeram a tal coordenação global? Leio nos jornais mundo afora apenas governantes iguais a baratas tontas, cada um tentando se livrar das responsabilidades com relação à pandemia, Vacinas, então, a cada dia parece surgir algum país tentando inventar uma. Não vi nenhuma coordenação mundial. A próprria OMS se contradice inúmeras vezes com relação ao que julgava certo ou errado.

      • Sancho Pança, Nova Zelândia foi dada como exemplo de acatamento aos conselhos dados pela OMS e pelas orientações da ciência. Também é sabido que a União Europeia aconselhou os 27 países-membros a agir lentamente no retorno à vida normal e a basear suas medidas em pareceres científicos. A Alemanha e o Reino Unido em um primeiro momento resistiram a adotar as medidas cientificamente recomendadas, mas em seguida passaram a adotar as providências necessárias à conten ção do avanço do vírus, com bons resultados.
        Na contramão, já em junho o Brasil era considerado um dos mais afetados pelo Covid 19 dentre 75 países e sabe-se disso o por quê.
        Quanto às contradições da OMS, se deram pelo desconhecimento da ciência de como se desenvolvia a pandemia do novo Covid, de modo que as marchas e contramarchas ocorreram em muitos setores da ciência, sendo que ainda hoje há bastante desconhecimento e pesquisas tentando avançar no entendimento das circunstâncias da doença e do seu causador. Mas o mundo não ficou parado, nem as instituições.

        • A União Europeia aconselhou os 27 países-membros? pareceres científicos? Goiano o mundo inteiro está batendo cabeça com relação à pandemia. NENHUM país fez o correto, pois NINGUÉM sabe até agora o que é correto em uma pandemia como essa. Temos apenas políticos de todas as cores e ideologias pavoneando-se quando algo dá certo e se escondendo quando dá errado.

          Desconhecemos ainda hoje o inimigo nesta guerra biológica e invisível. Se a gente fizer um vídeo sobre governantes falando sobre a tal pandemia seria algo bizarro de tanta estupidez que foi dita aos quatro cantos do mundo.

          A única certeza que ficou: NÃO ESTAMOS PREPARADOS. Seja em que país for, só temos bartas tontas emitindo pareceres, pitacos, palpites e opiniões.

          Arrancaram, sae-se lá de onde “especialistas” de tudo que é tipo para falar sobre vacina, infecção, tratamento e a única coisa que concordamos até agora é que todos aprenderam o que os japoneses já sabiam desde quando os samurais dominavam o oriente: lavar as mãos é um santo remédio.

          Feliz o Batman que sempre usou máscara…

  3. Rodrigo Constantino vai morrer de calor por estar tão coberto de razão.

    Afinal pergunto ao nosso chicaneiro-mor, Boiano, alguma palavra acerca dessa denúncia por parte do ₢ maior humanista ₢ que já surgiu na história da civilização, o Mula multi-réu?

  4. Ao tempo em que respondo que caloteiro é o teu lorto arrombado, lembro ao bandalho que já em abril de 2019 Lula dizia que não concordava com a política econômica da Venezuela, mas que reconhecer Guaidó era pouca vergonha.

    • “já em abril de 2019 Lula dizia que não concordava com a política econômica da Venezuela”

      ₢ Oh…!!!! O problema da Venezuela é só a Economia.

      Fora isso está tudo bem. Inclusive os direitos humanos do povo venezuelano.

      Como é humano esse Mula! Nossa…!!!! ₢

      (só falta dizer que o Mula foi quem denunciou a condição da Venezuela a ONU enviando a Amante Coxa para a cerimônia de reeleição do Maduro como infiltrada para relatar o que se passa por lá)

Deixe uma resposta