OLHEI, OLHASTES, NOS OLHAMOS; NO FINAL NOS PERDEMOS…

Comme le dit une phrase très éculée, de Heráclito, “ningún hombre puede cruzar dos veces el mismo río porque ni el hombre ni el agua serán los mismos”.

Goiaba, goiabão… Sancho é o bichinho da goiaba da goiabeira do pomar de Deus…Amante, Coxa, galinha… isso faz o leitor fubânico lembrar de algo? Sancho lembra de seu caminhão, o Quixote Véi di Guerra entregando mercadoria de primeira para a confecção da melhor EMPADA resendense. E quem faz a melhor de Resende, lá no Sul Fluminense? Só podia ser amigo de Sancho. Sancho fala do SABOR CAFÉ, no Shopping Goiabão, no Manejo, em Resende-RJ, onde sempre é atendido pelo Gláucio (Gláucio Barbosa, o simpático proprietário), amigo de longa data do amigo do Quixote, o velho e fubânico Sancho.

Segreti dell’alcova – Para não dizerem que não falei de flores, belas flores, silenciarei sobre minhas amantes…♫ ♬ ♩Nesse mundo desamante, só você amada amante faz a vida de nós dois…♫ ♬ ♩. Agora phuddeu (vão rolar, ou não, segredos de alcova?) Amantes em Brasília e Sampa? Fala aí, Allam Brado, do Sexta “Libre”. Ou melhor, fala não, porra!! E a velha cumplicidade entre “nosotros, los hombres”!?Onde fica? Psiuuuuuuuu, silêncio, señor Prudêncio!!!!

Vamos filosofar? “O mundo não será destruído por aqueles que fazem o mal, mas por aqueles que o assistem acontecer sem nada fazer”, ouve pacientemente Sancho, em filosófico momento com a rapariga mais “guapa” do cabaré da “Bago Mole”, onde Goiano faz faxina nas alcovas e Cícero Tavares é porteiro, ginecologista e segurança, atribuindo tal “gaja” a sábia frase ao grande Albertinho Einstein. Subimos as escadas, em direção ao quarto, para ela fazer algo útil com essa grandiloquente mensagem que a deixou sorridente, ego inflado por sua (dela) incrível capacidade de espalhar sabedoria para fregueses que sempre vão a tais lugares em busca de filosofia, como ensinam sempre DuduSantos, José Ramos, Beni e Rodrigo de León. Como são interessantes as pepekas filosóficas (perseguida, pupuca, inhanha, prochaska, tchorna e milhões de outros apelidinhos carinhosos para algo tão formoso), diria Maurino, tradutor das coisas fubânicas e priquitânicas (E o que diria Berto? Arremataria: “Ô coisa boa é priquito!”).

Tem Sancho o ofício de “camioneiro” (em Portugal assim se diz) e trabalha assídua e “suadamente” para dar uma boa vida a tais moçoilas desmioladas, de vida nada fácil, afinal, não havia melhor lugar para socializar, distribuir irmãmente o frete conseguido. Sancho sempre contribuiu para o programa “Garota de Programa Esperança”, tentando levá-las ao “bom caminho fubânico”…

Recorro a um portuga, a meu amigo Luís Vaz de Camões: “Pede o desejo, Dama, que vos veja”. Deixemos o soldado (sim, o gajo era desses) de lado e falemos de… Excelente volante; bom em botar na banguela (para assanhamento das velhotas, não é mesmo , Tia do Zap?) e um escritor para a eternidade. Sonhei que alguém assim dizia ser Sancho. Terá sido Paulo Terracota? Não, o gigante Terracota não teceria loas a Sancho (ele não faria esse “troca-troca” com Sancho). Afinal, sonhar não custa nada, nadica de nada, não é mesmo, Arthur Tavares!? Caríssimo leitor só você pode ajudar Sancho neste dilema terrível… Tentem entender, João Francisco e Joaquimfrancisco; Sancho, partidário da extrema-esquerda, recebeu encomenda de seu vinho “Dom La Pança • Cabernet Quixoton” para ser entregue na sede do partido de extrema direita, o Partido dos Atrapalhadores. (Oh lelê. Oh lalá. Espere um pouquinho. Vamos faturar. Assim cantaria Raul Gil – abração, Raul). Mas (ideológico mas), e as cores partidárias? E o mais cruel, iria encontrar-se com a mulher que mais desejou em toda sua vida, a galega curitibana Razzy Svretylliana Cofffmã. Resistiria? Me ajude, fiel leitora sanchiana, Heloisa, o que faço? Fui até a adega, conferi o estoque e separei as mil garrafas encomendadas, que ao preço de 25 mil euros cada, me daria uma grana considerável (faz as contas aí, Adônis), “pero” e meus valores partidários? E os gritos de “elenão”? (abração, general Heleno).

Aguardo seu pronunciamento, querida leitora. O que fazer? tic, tac, tic, tac… Helô possivelmente desistiu de ler Sancho e nenhum outro leitor se pronunciou; Sancho (a cada dia com menos leitores) partiu, com o Quixote Véi di Guerra carregado de viño e luxurientos pensamentos, pois a señora Coffmã tinha fama de devoradora de homens e sempre fui facinho, facinho (sonhara diversas vezes que ela o arranhava, mordia, fazia escorrer filetes de sangue do peito do caminhoneiro e o torturava com cera derretida de vela acesa escorrendo por sua virilha até a “zona do agrião” – isso dói demais, Jesus de Ritinha de Miúdo). Lá chegando, com a previsível dose de chá de cadeira que a moça reservava a todos, eis que surge a galega mais linda do mundo, mulher madura, 40 anos, 1,79, olhos cor de mel, sangue oriundo das terras vikings, olhar altivo, andar de gata, vestido vermelho, batom vermelho, esmalte vermelho, certamente calcinha vermelha, se estiver usando alguma. Êita tentação. Mil arre éguas Jose Ramos ofertaria à beldade vermelha.

Sorrisão, fala mansa, olhares, experimentamos o vinho, pois ela disse gostar de experimentar tudo que é bom, mais sorrisos, o flerte pairando no ar, o polpudo cheque na mão de Sancho, o cumprimento final de despedida com beijinho no rosto, bem próximo dos lábios carnudos da galega. “Loucura, loucura, loucura”, diria certo apresentador televisivo (zero chance em 2022? Algum fubânico votará nele?). Observara Sancho a foto de Coffmã abraçada a Bolsonaro, Damares, Weintraub, Tereza Cristina, Tarcisio de Freitas, Goiano e Paulo Guedes no porta retrato sobre a mesa da bela (gosto e desgosto não se discute). Sancho sai em direção ao estacionamento com o coração alegre e o pensamento mais pecaminoso do que quando chegara. Mulherão para 1313 talheres, no mínimo. Sorri da piadinha infame, entra no Quixote e quase atropela a esbaforida secretária, que estendeu um envelope a Sancho e voltou correndo em disparada para o interior do prédio. Instantes depois quem disparou foi o coração do caminhoneiro ao abrir o envelope.

Escondia o envelope papel timbrado do Partido dos Atrapalhadores onde Sancho leu:” Pequemos em grande estilo. Catedral às 19 horas”. No papel ela timbrou com batom vermelhíssimo seus belos lábios. Êita que o coração acelerou quase saindo do peito ( Sancho Pança ergue o punho, vibra, é a vitória! Sancho, Sancho Pança, do Brasil!”, narraria dessa forma Galvão Bueno). Uau, a noite seria maravilhosa, mas, Catedral? Ela queria trepar no Catedral da Sé? Algo estava errado. Resolveu consultar Carlos Ivan, que tudo entendia de mulher e igreja. A ligação foi rápida e Ivan, El Terrible, disse que não havia dúvida alguma que a doida queria gozar na sacristia, na hora da missa – “Sancho, tem doida pra tudo nesse mundo”, disse El Terrible. Será possível? Liguei para outro entendedor da alma feminina, o Brito que confirmou – “Sancho, se bobear ela convoca o padre e a freira para uma suruba”.

Por todos os caráleos priápicos (priapismo de baixo fluxo), Seria muita areia para meu caminhãozinho? Sancho queria ficar bonito; reservou a tarde para cabelereiro, manicura, pedicura, perfumista, dentista, cardiologista e outros istas, menos o urologista, of course.

19 horas em ponto. os dois foram pontuais. Chegaram ao local combinado quando o relógio cuco da sala do Berto “cuco,cuco,cuco,cuco”, gritou avisando, “em Brasília, 19 horas” (O Guarani, Carlos Gomes tocando ao fundo – Aline Berto todo dia sintoniza o radinho na “Voz do Brasil”, velho hábito de Luiz Berto). Em São Paulo, onde estavam os “amantes”, 19 horas…Sancho percorreu toda a Catedral Metropolitana da Sé sem avistar a bela.

Coffmã, totalmente nua, vestida, ou melhor, despida, como Marilyn Monroe – usando apenas e tão somente o perfume Channel (N°5 Chanel Eau de Parfum), devidamente instalada na suíte presidencial, a 69, ligou dez vezes para a portaria do Motel Catedral, sendo avisada pelo educado rapaz da recepção, um certo José Hinácio, na décima ligação, que que nenhum Sancho aparecera na noite que findava.

PS1: A registrar: imperdoável esquecimento de Sancho do aniversário do imensurável Luiz Berto Filho, no dia 7 de agosto; deixo aqui meu abraço às três “joias” (Berto, Laudenor e Lúcia) dos “coroas” Quitéria e Luiz, e à Família Real Fubânica, da Rainha Aline e do príncipe João.

PS2: Beijão para a fubânica Heloisa, a única leitora de Sancho.

PS3: O JBF, sempre empenhado em ampliar a conexão com nossos leitores e comentaristas estuda implantar em novembro o serviço de “asinoterapia (asnoterapia)” com Polodoro. Semanalmente serão pré-selecionados os melhores comentários postados no Jornal da Besta Fubana. Os felizes ganhadores deverão entrar em contato com a secretária Chupicleide para maiores detalhes.

PS4: Beijão para a grande amiga de Sancho, a resendense com a maior fé que Sancho conhece, a belíssima Ana Lúcia Justino, fubânica de longa data e presidente das coisas religiosas deste Brasilzão de meu Deus.

36 pensou em “OLHEI, OLHASTES, NOS OLHAMOS; NO FINAL NOS PERDEMOS…

  1. Sancho, adorei o texto. Sou muito branquinha e fico linda de vermelho, apesar de não votar nos “vermelhos”.Como você tocou nos “extremos políticos”, lembro que estamos em ano eleitoral…Povo que “vota nas coxas” acaba tomando na…
    Eleições 2020 – CRONOGRAMA – Conforme a emenda aprovada pelo Congresso Nacional, o primeiro e o segundo turno das eleições acontecerão, respectivamente, nos dias 15 e 29 de novembro. O Goiano continuará votando na extrema-esquerda?.

    • Que bom que você gosta, Natércia. E o mais incrível em Sancho é que ele o faz usando o “teorema do macaco infinito”, com apenas dois neurônios produzindo sinapses, consegue o gajo produzir alguma coisa que alguns chamam de literatura. Quanto a uma bela mulher, de pele alva, vestida de vermelho, é melhor Sancho nada dizer… Beijão, bela!!!!

      E, por favor, não fale mais sobre “branquinha linda de vermelho”, pois irá atiçar a imaginação da turma fubânica, não é mesmo, rapazes?

  2. Senhor Pança, posso chamá-lo de meu amigo?
    Leio sempre que você sugere sempre ao presidente “PRIVATIZAR SAPORRA TODA…

    O que você achou da declaração do Matar? Ele escreveu: “Diferentemente do que propagava, o Brasil não tinha apenas 134 empresas estatais, número este que nos foi informado no período de transição de governo. Iniciamos uma análise mais detida e encontramos 698 empresas entre as de controle direto, suas subsidiárias, coligadas e com simples participações.” Salim Mattar.

    Os fubânicos Maurício, Marcelo, Arthur, João Francisco e Joaquimfrancisco bem que poderiam enrar nessa sua campanha de privatização.

    Quanto ao texto, dei uma viajada imaginando a Razzi nuazinha no motel…

    • Nazário, meu bom Nazário, pode me chamar de irmão, de lindão, de feião, do que lhe aprouver. Sancho só existirá enquanto vocês existirem aqui no JBF. Abraço de urso para você e para todos que gostam de Sancho. Não somos nada sem vocês.

  3. Sancho, sempre passo as férias de inverno em Resende e adoro Penedo, Visconde de Mauá, Serrinha e Pedra Selada. Depois que passar a pandemia estarei na cidade dos Cadetes para matar a saudade deste lindo recanto e provarei a empada por ti recomendada lá no Goiabão.
    Beijão, bichim da goiaba de Deus (hilário você).

      • Lívya,
        Como é bom ter suas gentis palavras aqui no JBF, terra de gente maravilhosa. E aproveite para dar uma passada pelos demais colunistas, pois hoje a turma está mais inspirada do que O COSTUME.
        Beijo de Sancho

  4. Meu prezado amigão Sancho. Sua leitura alegre e descontraída é o melhor remédio para todos os males que a idade nos traz, Agora, fica aqui, uma dica: não exagere na goiaba.

    • Irmão, meu irmão Beni,
      Saber que alguém de seu gabarito “curte” as insanidades sanchianas me enche de orgulho e alegria. Palavras suas caem como sinfonia beethoviana em meus ouvidos.
      Beijão em vosso coração manda este vosso irmão camarada. Até sempre!!!!
      Ancho sempre está Sancho, pois tem na gente fubânica os melhores irmãos que alguém pode encontrar neste mundão de meu Deus… A phé num custuma faiá…

  5. Hoje nosso fiel escudeiro tá com a corda toda, com a cachorra da molesta, com a febre do rato, com a bixiga lixa……

    • Eis Sancho, o seu fiel escudeiro, mestre Brito. És dono do MEMORIAL, dono de textos belíssimos sobre nossa gente brasileira, um cara que mexe com nossa memória, ao buscar no passado gente como a gente, que transformou o Brasil.
      Sou seu fã e possuo crachá e carteirinha. Até sempre, grande amigo…

    • E que mais dizer? Poderia dizer que Sancho é seu amigo de fé e irmão camarada. Ficaria de bom tamanho. Poderia, ainda, dizer que Sancho gosta de suas intervenções nos textos políticos, pois Francisco, como ninguém, tira do sério nossos comentaristas mais à direita. É sempre um prazer participar das “brigas” entre nós, pois são “trocas” de ideias entre pessoas que se respeitam. Abração, grande Francisco.
      Quanto a Dali (Salvador Dalí i Domènech, 1º Marquês de Dalí de Púbol), que ele, lá da eternidade, não nos ouça… Mas (genial mas), vai que ele é fubânico e acessa a internet celestial, eis que Sancho, DAQUI, manda beijão para ti, DALI.

    • Infelizmente não, meu caro, agente provocador.
      E por um único motivo. Estou de viagem marcada para o condado de Oxfordshire, onde tomarei a de Oxford.
      Senão, vejamos: Vacina de Oxford é segura e gerou resposta imune contra covid-19.
      Resultados preliminares foram divulgados na revista científica The Lancet

  6. Passei aqui só para SACANEAR o GOIANO:
    CHUPA ESSA, GOIANO:
    Os resultados prévios dos indicadores de confiança empresarial, divulgados hoje pela FGV, continuam apontando para retomada da atividade econômica na indústria, comércio, serviços e construção civil.

    O Índice de Confiança Empresarial, agregado dos quatro setores (fantastic 4) avançou de 87,5 para 93,3 pontos em agosto. Releia, por favor…O Índice de Confiança Empresarial, agregado dos quatro setores (fantastic 4) avançou de 87,5 para 93,3 pontos em agosto… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

    • José, meu bom Jose,

      Sancho pensou que você não mais iria passar por aqui. Que bom que não desistiu de Sancho.

      Já que você tocou no parisino, gostaria que você, o parisino e o señor Brickmann comentassem pesquisa fresquinha…

      COMENTA ESSA:
      O presidente Jair Bolsonaro está com a melhor avaliação desde que começou o seu mandato.

      Os dados são do Datafolha de hoje (UM JORNAL MUITO SIMPÁTICO AO atual governo), referem-se ao governo como um todo e os números entre parênteses são da pesquisa anterior do dia 24 de junho):

      Ótimo e bom, 37% (32%)

      Regular, 37% (23%). Achar algo regular no Brasil já e elogio. Ser regular é um passo para a aprovação. Estou errado?

      Ruim e péssimo, 34% (44%). Interessante este quesito…

      Deve estar péssimo o humor nas redações deste Brasil, nesta sexta-feira.
      O que acha disto o señor Carlos BrIckmann?

    • Cícero,
      Grande Cícero,
      Imenso Tavares,
      Sabes que és um gigante fubânico que ganhou morada permanente no coração de Sancho. Sempre é bom ler suas coisas em sua coluna, ler seus comentários nas colunas dos colegas, mas (anchíssimo mas), quando comentas no meu pequeno espaço, aí Sancho quase enlouquece de tanta alegria.

      Sabemos a resposabilidade que temos, pois TODOS NÓS ao escrever temos ciência de que GRANDE é a responsabilidade… Se errar a primeira frase do texto, vai-se o fubânico leitor embora para afazeres mais interessantes (sexo selvagem com a vizinha deliciosa e disponível para as coisas do amor, por exemplo) e fica o colunista a sós, com o causo que seria contado, num delírio de palavras que serão enterradas debaixo da inútil lavra.

      Beijão neste vosso coração. Até sempre!!!!

  7. Já que Sancho é da extrema-esquerda (está no texto, portanto, obra do próprio Sancho), gostaria que ELE falasse sobre o novo plano do governo Bolsonaro (de direita). Eis o que colhi na internet hoje:
    Jair Bolsonaro possui em sua mesa projetos do chamado Plano Pró-Brasil,coordenado pela Casa Civil (pasta do general Walter Braga Netto).

    Vários itens do Pró-Brasil. Destaco esses:

    – Investimento privado – atração de R$ 1 trilhão em 10 anos;
    – Carteira dinâmica – só entram projetos depois da conclusão dos previstos inicialmente;
    – Infraestrutura e privatizações – 160 leilões.

    E o melhor: preferência é por projetos com maior potencial de criar empregos até 2022.

    GOSTARIA QUE A ESQUERDA se pronunciasse, mostrando os erros que encontram em tais projetos.

    • Caramba, Zé,
      Creio que você é “um espírito que baixou em mim”, pois ultimamente não larga do meu pé…
      Bom, como não me furto ao “bom combate” e como fui provocado (apesar de que outros fubânicos são muito mais capazes para dar o troco em você no quesito politica), direi que:
      1) Nem Sancho é de esquerda e nem Bolsonaro é de direita (Jair é social-democrata);
      2) Leio tudo na internet relacionado à política e nunca vi nenhum projeto esquerdista que alavancasse o Brasil (infelizmente, pois ficaram muito tempo no poder. Poderiam ter transformado o país em uma grande potência)
      3) Jair fica com meu voto em 2022 não por achá-lo a oita maravilha, mas (eleitoreiro) mas, o faço por achar que não temos no horizonte político nenhum grande nome.
      Tenha um ótimo final de semana.

  8. La popularidad de Jair Messias Bolsonaro bate un récord desde que es presidente.
    El apoyo a Bolsonaro migra de las clases altas y medias a los más pobres gracias a su gobierno listo y su buena gestión. Casi el 40% de los brasileños cree que su gestión es “buena u óptima”

  9. Pule de 10 em 2022. Falamos de Jair. Falemos de Bolsonaro… ¿A qué se debe el incremento de su popularidad? Es muy simple, no es un politico tradicional, Bolsonaro es sincero, autentico y dice lo que piensa, le guste o no a la gente (y la gente le gusta).El indice de aprobacion que hoy tiene Bolsonaro es superior a cuando ganó la eleccion en 2018.

  10. Barcelona 2-8 Bayern Múnich
    GOLOS: Müller, Alaba, Perisic, Gnabry, Müller, Luis Suárez, Kimmich, Lewandowski, Coutinho y Coutinho.
    14.8.2020 – Estádio da Luz, lisboa, Portugal.

  11. Yo no creo en brujas, pero que las hay, las hay…
    Grandes noticias para los fanáticos. La serie The Witcher ya retomó el rodaje para su tan esperada segunda temporada.

  12. Sancho no cinema em 2021? Sancho quer ver o Pattinson vestindo o traje do morcego…
    The Batman ¿cuál es el alma de este personaje? Creo que realmente mirar a Mr. Wayne como alguien que ha pasado por un trauma, y ​​luego todo lo que está haciendo es una reacción a eso.

  13. Sr. Sancho Pança. Esse: “Olhei, olhastes, nos olhamos; no final nos perdemos…” Um escrito magnífico. Leitura prazeirosa. Que nos faz viajar por meio mundo, seguindo sua dissertação e descrição dos lugares, personagens e demais participantes dessa ficção/realidade/romance/tragédia/drama/humor… parece uma montanha russa de textos, contextos, palavras, indagações, exclamações. Com picardia, inteligência e uma memória “Rui Barboseana”. Com certeza faria inveja ao escritor “Miguel de Cervantes” que reconhecida e merecidamente trocaria o lugar dos protagonistas do seu livro: Dom Quixote passaria andar à pé e consequentemente seria o fiel escudeiro do Nobre Cavaleiro Sancho Pança em seu cavalo. Meus sinceros cumprimentos. É por essas e outras que sinto-me cada vez mais honrado e gratificado em ser leitor dessa Gazeta Escrotamente insuperável. Seu inigualável Editor Luiz Berto Filho. Demais colunistas, incomparáveis e inimitáveis. Além da dileta e seleta companhia, sempre crescente, de seus leitores. Sucesso sempre.

    • Luiz Carlos,
      Sancho que também é Luiz Carlos na certidão de nascimento, fica muito feliz e emocionado com suas palavras.
      É gratificante ler o que escreves, pois o acompanho em seus comentários sempre pertinentes, comprovantes de sua inteligência e bom senso.
      Quem escreve busca o outro, o leitor é nosso alvo, pois somos arqueiros da palavra e uma flecha que se perde no vazio sem atingir o objetivo, leva consigo o leitor, que perdido, jamais retorna.
      Abraço grande e um ótimo final de semana para nós dois, xarás e do mesmo Hell de Janeiro, apesar do amigo ter nascido em Piedade, na Recife de Berto.

  14. Meu caro Sancho.quando você for visitar o Gláucio lá no Goiabão, dê uma passadinha ali no restaurante Celeiro, do meu amigo Luiz. Como o Sabor Café, o Celeiro também fica no Manejo.

    • Caríssimo, Sancho é frequentador assíduo do “Celeiro” e do “Coronel”, que se não me engano, são do mesmo proprietário. Sancho é pé de valsa e o Celeiro bomb nas nites resendenses. Durante o dia serve refeições.
      Abração e ótimo final de semana

    • Já disse anteriormente que seu logo TERRA COTA é famoso no universo da internet e é gratificante por demais ver “selo” de tanta qualidade em uma página que leva minha assinatura. Há “pequenas grandes” conquistas que emocionam por demais. Ter sua presença por aqui, interagindo com Sancho, é uma delas.
      Fábio Júnior diria por Sancho: Brigaduuuuuuuuuuuuuuuu!!!!

  15. Agradabilíssima leitura que a coluna do Sancho nos proporciona.

    Predomina o fino humor.

    Misturar os perfumes? Certamente que a barregã queria rezar. Você só errou a CATEDRAL

    Aguardamos para o próximo capítulo a remarcação do encontro na(o) Catedral.

    • Um desastrado o Sancho… Errar a Catedral. Imperdoável erro.
      “Se você não sabe onde quer ir, qualquer caminho serve”… ensinou Lewis Carroll.

Deixe uma resposta