DEU NO JORNAL

A Unicred emitiu nota para informar que resolveu rescindir o contrato publicitário que mantém com a Rádio Gaúcha, RBS, em protesto contra comentários feitos no programa Time Lime de ontem.

No programa, os jornalistas Kelly Matos e David Coimbra comentaram os eventos relacionados com o assalto realizado por quadrilha de ladrões no município de Criciúma, aterrorizando a população do Brasil.

A empresa diz que respeita a liberdade de imprensa, mas não quer ver seu nome emprestado ao programa.

* * *

Vou reproduzir algumas frases que a dupla de descerebrados jornalisteiros falou durante o programa:

“Crime não é roubar um banco, mas fundar um banco.” – Kelly Matos

Detalhe: o programa no qual ela trabalha era patrocinado por um banco, a Unicred. Que rescindiu o contrato com a emissora na hora.

“Os criminosos tiveram respeito pelos cidadãos.” – David Coimbra

Depois de digitar estas frases aí de cima, tive que sair correndo pra procurar o pinico, pois a ânsia de vômito foi grande demais.

Fiz um esforço danado pra continuar editando esta postagem.

A parelha de jornalisteiros debilóides justificou as ações dos bandidos em Criciúma, glorificando os vagabundos por “não estarem roubando do povo”.

Tem mais:

“…Estou agora falando para você, que é bandido. Tome consciência e seja como os caras de Criciúma, que respeitam a população. A ação tem que ser para outros alvos, e não o pobre, trabalhador.” – David Coimbra

Vocês intenderam, num é?

O tabacudo David Coimbra se dirigiu aos bandidos, seus parceiros e camaradas, dando um conselho pra eles: roubem bancos e ricos, mas respeitem “o pobre trabalhador”.

E ele disse mais:

“Dão uns tiros, é verdade, tem bomba, mas eles fazem aquilo ali só para pegar o dinheiro do banco, não é algo contra o cidadão… eles até deram dinheiro para as pessoas.” [Risos…]

Pra encerrar (não aguento mais mexer com isso…) apenas mais duas frases desse canalha durante o programa:

“Existe uma filosofia no assalto deles… “

“É verdade que teve um policial que levou um tiro, mas se não tivesse uma intervenção, tudo teria saído numa boa.”

“Se não tivesse uma intervenção”, ou seja, se a polícia não tivesse cumprido o seu dever de não dar trégua  a bandidos…

É phoda!!!!!

Sobre esta última barbaridade cometida pelo idiota, vejam o comentário de Leandro Ruschel no Twitter:

As petralhas Maria do Ossário e Marcia Tiburra devem ter aplaudido delirantemente essa tempestade de insanidades detonada pela parelha de jornalisteiros gaúchos.

E dito isto, está tudo dito.

Está perfeitamente explicado o tipo de bosta que existe na cabeça dos militantes zisquerdalhas que infestam as redações deste país.

Aliás, uma bosta que não está apenas na cabeça dos jornalisteiros canhotos, mas na cabeça de todo idiota zisquerdelha.

Simples assim.

É pra arrombar a tabaca de Xolinha!!!

3 pensou em “O RETRATO CAGADO E CUSPIDO DA MÍDIA ZISQUERDÓIDE

  1. Os comentaristas da RBS foram contra o patrocinador do progama que é um banco. Noutro dia este banco tirou o patrocínio. Vejam em :https://polibiobraga.blogspot.com/2020/12/saiba-o-que-disseram-kelly-matos-e.html.
    Como a RBS vai consegir patrocínios de bancos se os seus empregados criticam quem paga os salários de todos(do presidente até o zelador).

    Na Polônia tem um ditado que diz tudo:

    NÃO MIJE NO SEU PRATO DE SOPA.

  2. Esses esquerdopatas que habitam grande parte da mídia brasileira devem ser esquecidos.
    Parabéns as empresas que cancelaram os contratos com a RBS

Deixe uma resposta