DEU NO JORNAL

Lula bateu o martelo, e Gleisi Hoffmann continuará no comando do PT, informa Bela Megale, em O Globo.

O anúncio deve ser feito nos próximos dias.

Haddad, o poste, perdeu de novo.

* * *

Quem manda no estabelecimento é o proprietário.

E ponto final.

É o centralismo democrático lulaico vermêio-istrelado.

Vejam esta nota esclarecedora, publicada ontem na coluna da militante petista Mônica Bergamo, aquela que entrevistou Lula na cadeia e que é colunista da Folha de S. Verdevaldo:

A expressão usada por Mônica, Lula autoriza PT, dispensa comentários.

O dono da bodega chamada PT, o partido mais “democrático” de Banânia, é quem dá ordens. Os empregados apenas obedecem.

Vou aproveitar este assunto pra pedir a Ceguinho Teimoso, especialista em pesquisas na internet, que nos faça um favor.

É o seguinte:

Há muitos e muitos anos, bem antes do PT chegar ao poder e fuder o Brasil, o partido realizou uma eleição interna para escolher o seu presidente.

Lula era o candidato único.

Aí, em cima de hora, Suplicy resolveu lançar sua candidatura, pra concorrer com Lula, alegrando que a disputa seria mais saudável.

E Lula reagiu de imediato: disse que só participaria da eleição se fosse ele sozinho como candidato.

Resultado: Suplicy, convencido pela cumpanherada, retirou sua candidatura.

Pesquisa aí essa história, Ceguinho.

E manda um link pra gente publicar.

“Tu tás fora, cumpanhero. Já dei a ordem democraticamente: o candidato a prefeito de Sum Paulo vai sê o cumpanhero Cardozo”

Deixe uma resposta