A PALAVRA DO EDITOR

Quando alguém acessa esta gazeta escrota, encontra aí do lado direito, logo abaixo do cabeçalho e no comecinho da fila, a informação de quantos leitores estão conectados naquele momento.

Olhem lá agora e vejam quantos dependentes estão neste instante satisfazendo seu vício horrendo.

O último recorde foi há quase um ano, em setembro de 2019, com 98 leitores conectados.

Sempre que este número bate um novo recorde, o sistema faz o registro.

Foi o que aconteceu na última quinta-feira, dia 6, às 10:59 da manhã.

E vejam que chic: tudo escrito na língua dos zamericanos.

Em ingrês!!!

Naquele dia e naquela hora, estavam conectados 220 viciados, sem outra coisa mais importante e decente pra fazer que não fosse ler as besteiras aqui publicadas.

Num é nada, num é nada e, no final, num é merda nenhuma mesmo.

Mas, em se tratando de um recanto safado feito este, um jornal artesanal e caseiro, que não recebe verbas públicas desviadas por políticos ladrões, é coisa que só a porra!

É gente que só a peste pra gostar do que não presta!!!

Como editor de um jornal que é da Besta, eu fico besta de ver como tem gente besta no mundo.

Vôte!!!

“É um jornal tão safado e indecente que até eu leio todos os dias”

5 pensou em “Ô POVO PRA GOSTAR DO QUE NÃO PRESTA

  1. Caro Berto, tens que dar um desconto, pois nestes duzentos e tantos deve haver muitos esquerdóides dentando derrubar a página ou passando raiva.

    O sucesso é muito merecido, me deixa orgulhoso, assim como todos os fubânicos que aqui frequentam regularmente. (o meu caso já é para internação, pois é várias vezes ao dia).

  2. Vou acompanhá-lo na bestice, Berto. É muita besta seguindo um Besta metido a besta. E todos abestalhados com a maior convicção e devoção. O que sobra aqui, está faltando nos quatro cantos do agora, mundo chato e politicamente correto. Se besteiras e inutilidades fossem conserto e concerto. Este planeta não teria defeito algum e muito menos música com som de barulho. Salve! O Jornal Besta Fubana. Parabéns efusivos para seu Editor Luiz Berto Filho.

  3. Caro Berto,

    Vim parar aqui por causa de um jornalista ( Ricardo Setti? ), da Veja ( argh…),que postou algo no sentido que seu blog valia à pena ver..cliquei e, coincidência, naquele dia você tinha postado fotos de Jupi ( cidade satélite da Grande Lajedo do meu coração ..rssss)…rapaz, que fotos bonitas, aquele chão de areia, o curral das cabras, tudo me remeteu à minha infância. Berto, tudo isso prá te dizer : muito obrigado, você merece o sucesso que faz e cada elogio que recebe ! Essa Besta Fubana é da gota serena !

  4. Bestiais… Falando em besta e bestage, quem não faltaria? Aparece Sancho…É muito besta o besta do Sancho seguindo um Besta metido a besta com tanta gente besta ficando besta . Tô besta!!!!!!

Deixe uma resposta