J.R. GUZZO

Este dr. Kassio, o jurista do Piauí e do “Centrão” que o presidente Jair Bolsonaro indicou para ocupar uma cadeira no Supremo Tribunal Federal pelos próximos 27 anos, está dando mais trabalho do que se poderia esperar. O homem, segundo Bolsonaro, foi escolhido porque tomou “muita tubaína” com ele, não se chama Sergio Moro e, no entender do presidente, é um homem “leal” à sua pessoa – algo que jamais fez parte dos requisitos exigidos para o cargo.

Mas ele próprio, Kassio Nunes Marques, já foi além. Cinco dias depois de ser anunciado o seu nome, comprovou-se que ele copiou e colou na “tese” que apresentou na “Universidade Autônoma de Lisboa” (escola particular paga; não confundir com a verdadeira Universidade de Lisboa) trechos inteiros (incluindo os erros de português) do trabalho escrito por um advogado do Piauí que é seu amigo. Não citou em nenhum lugar o nome do amigo; chama-se a isso de “plágio”.

Não que a descoberta vá atrapalhar a sua vida em alguma coisa. O dr. Kassio conta com o apoio integral e simultâneo do presidente Bolsonaro, do ministro Gilmar Mendes e da massa de políticos enrolados com o Código Penal – que, como se sabe, são os que resolvem as coisas na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, a quem cabe aprovar o nome indicado. Daria na mesma, exatamente, se revelassem que ele é o verdadeiro Jack, o Estripador, ou algo assim.

Bolsonaro, o mundo político da extrema esquerda à extrema direita, e mais tudo o que passa por gente “responsável” neste país, estão convencidos que a sua nomeação é essencial para a “governabilidade” do Brasil. Diante desta evidência, quem é que vai ficar regulando detalhes como “plágio”, etc. etc.?

A realização mais decisiva do dr. Kassio Nunes como jurista foi ser indicado para a magistratura federal por Dilma Rousseff; ali, manifestou-se contra a prisão de criminosos condenados em segunda instância e a favor da compra de lagostas, com dinheiro do erário público, para os seus futuros colegas do STF. Sabe-se, agora, como foi escrita a sua “tese”.

A sua indicação, pelo que se pode observar dos fatos como eles são, foi péssima; ele está conseguindo fazer com que fique mais péssima ainda.

23 pensou em “O PLÁGIO DO DR. KASSIO

  1. J. R. Guzzo está se deixando levar pelas falácias da imprensa.

    Sobre o suposto plágio veja o que o suposto plagiado disse (no conjur):

    O advogado Saul Tourinho Leal negou nesta quarta-feira (7/10) que o desembargador Kassio Marques, do TRF-1, indicado do presidente Jair Bolsonaro à vaga de Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal, tenha cometido plágio de textos de sua autoria.

    “Os artigos acadêmicos citados na referida reportagem (do jornal O Globo) são frutos de debates, discussões e troca de informações acadêmicas que, em conjunto com o desembargador Kassio Marques, constituíram um acervo doutrinário comum para ser utilizado na produção acadêmica de ambos. Por isso, são infundadas as acusações feitas pela reportagem”, afirmou o advogado”

    Ora, se o suposto plagiado disse que plágio não houve e justifica, fica caracterizada a falácia.

    Kássio foi indicado pela Dilma. JB já disse que em listra tríplice já indicou muito membro do PSOL, PT e PCdoB para Universidades Federais. Tarcóso e todos os militares que trabalham com ele já serviram governos do PT.

    Kássio não é contra prisão em 2ª instância, apenas disse que tal situação não é obrigatória (uma obviedade).

    Na questão das lagostas, liberou, pois nada havia de ilegal na compra. Era imoral, mas cabia ao Tóffoli decidir e ele decidiu pelas lagostas.

    Caso Batisti, mesma coisa, o STF decidiu que cabia ao PR decidir pela extradição e ele não passou por cima da decisão do STF.

    Me admira ver o grande Guzzo repetir estas falácias. Deve ter as razões dele.

    • Só pra entender, um presidente conservador e diz que escolheu cara do PSOL
      e PT e você acha normal?
      Porque o próprio Kássio não deu essa desculpa? A dissertação do amigo foi escrita a 4, 6 ou mais mãos e foi aceita?
      E porque o amigo diz que não foi plagiado ( pelo que o Guzzo escreveu,até os erros de português) não é plági, é o que entã?

      • Airton,

        Quando vem a lista tríplice para uma escolha do Reitor de uma Universidade Federal (vou desenhar: tem que escolher 1 dentre 3 viu?). Um é do PSOL. outro é do PT e outro é do PCO. Aí v. escolhe o menos pior.

        Quanto ao suposto plágio; leia, se puder interpretar, o parágrafo no comentário acima (o que está entre aspas viu?) as palavras do suposto plagiado.

          • Airton, pois ele complementou com esta frase, é só procurar e ver, se não tiver preguiça, assim como teve com o Russomano.

            • Eu não vou ficar procurando o que Bolsonaro disse . Simplesmente comentei algo que você escreveu . Porque você não colocou a frase completa?
              Quanto a Russomano , se a minha não falha , ele tinha um programa nas madrugadas de sexta pra sábado chamado Night and Day , no tempo que se podia passar putaria na TV , e ele sempre tinha um quadro dentro do estilo .
              Ficou famoso gravando e mostrando o atendimento feito a mulher dele pelo Hospital São Camilo , e depois disso virou o Defensor do Consumidor

  2. A emenda e os adendos. Péssimo ver “argumentos” tão desprovidos de conteúdo para justificar uma cagada dessas.

    Já vi sujeito dizendo que com a saída do juiz de merda, o STF seria bafejado por uma lufada de vento ético.

    Vento fedorento do cadete.

  3. Se Kassio Nunes Marques, for pessoa decente, renuncia o convite feito pelo Presidente, evitando o desgaste que este vem sofrendo

  4. O pior de e que Bolsonaro caiu no conto do vigário. Primeiro porque foi pedir bênção pro Gilmar Mendes e centrão pra indicação .
    Agora se vê que foi um golpe. Além de enfiar um petista no STF, deu munição pra imprensa expor a ma reputacao do kassio e tirar o apoio que Bolsonaro tinha de seus correlegionario da direita para eleição de 2022. Além de traidor foi burro.

    • Rapaz, colocação perfeita…. começando com um nome com essa grafia, estudando numa universidade que não é a verdadeira, e ainda assim precisando plagiar, só poderia terminar onde está: no supremo de banânia !

  5. KKKKKKKKKKKK
    O editor dessa “gazeta escrota” é muito esperto!
    Já que o ceguinho teimoso da esquerda estava apagado, foi criado o ceguinho teimoso da extrema direita, com direito a todas as explicações mirabolantes a que a função exige.
    Parabéns editor, o macete é não deixar a peteca cair!

Deixe uma resposta