MAURÍCIO ASSUERO - PARE, OLHE E ESCUTE

Esse texto é dedicado a Goiano e Ceguinho Teimoso, dois grandes diáconos da Igreja daqueles que trabalham muito e roubam pouco.

No esteio do que foi publicado aqui no JBF sobre o texto do jornalista Ascânio Seleme, sobre já ser tempo de perdoar do PT, teci alguns comentários por ai falando sobre o contexto e a extensão do perdão. Eu acho que todos nós, independente de credo, sabemos que o perdão é um ponto fundamental na base da doutrina cristã. Difícil de ser adotado. Eu, particularmente, conheço pessoas que diziam não rezar o Pai Nosso por conta daquele “perdoai as nossas ofensas assim como nos perdoamos a quem nos tem ofendido”.

Mas, fiquei intrigado com a matéria. Eu não tenho muita disposição pra ler ou ver o que o Grupo Globo produz, então um colega compartilhou e por atenção, a ele, li o texto. Fiquei deveras intrigado e sem entender bulhufas do que o cara estava falando. Como pode se conceder o perdão a quem não fez nada? A quem é inocente? Como se sabe o PT, numa manobra da força tarefa da Lava Jato, mais atualmente, teve seu nome envolvido em desvios de recursos públicos e até o momento nem o Ministério Público e nem a Polícia Federal conseguiram entender como o dinheiro saiu, por encanto, dos cofres públicos e foi parar em contas pessoais de José Dirceu ou em obras promovidas pelo IGD – Instituto das Graças Divinas, presidido pelo Sr. Gilberto Carvalho, que reformou apartamentos no Guarujá, em São Bernardo do Campo, com alugueis pagos no dia 31 de junho, que reformou um sítio em Atibaia, etc.

Anteriormente, o PT tinha sido vítima de um movimento promovido pelas elites com o interesse de sufocar a vida dos trabalhadores brasileiros, que se transformou na ação 470 no STF, relatada pelo Ministro Joaquim Barbosa. Pessoas maldosas, tentando manchar a estrela vermelha da decência, da moral e das boas práticas administrativas passaram a chamar esse movimento elitista de mensalão e Lula, então presidente, indignado ocupou o horário nobre da TV, em cadeia nacional, e pediu desculpas ao povo brasileiro. Meses depois, Paris, perguntaram a ele sobre o “mensalão” e ele disse que nunca existiu e que foram apenas recursos de campanha não contabilizados. Gostei do “apenas”. Campanha cara da peste.

O PT não tem culpa nenhuma. O que se praticou no Brasil foi uma injustiça inominável com esse partido. Dallagnol com seu maldito PowerPoint, enlameou a imagem de um partido probo, idôneo, com dirigentes de caráter ilibado. Três tesoureiros presos, dirigentes como Lula, Palocci, José Dirceu, também presos pela insanidade dessa justiça brasileira e outros tantos enrolados com a justiça como Paulo Bernardo, Gleisi Hoffman, João Paulo Cunha, Guido Mantega, Marco Maia, Jacques Wagner, Humberto Costa, etc. pessoas que nunca derrubaram uma folha de uma árvore, que dirá botaram a mão em dinheiro público. Todos ostentam uma aureola milagrosa, não vê quem nçao quer. Multiplicaram seus patrimônios como Jesus multiplicou pães e peixes. Assim, do nada.

Um fato que surpreendeu na matéria foi que estamos apenas a uma eleição da derrocada do PT. Saiu do poder em 2016 e já devemos pensar em perdoar o PT, ou seja, esse perdoar significa dar uma chance para o PT voltar ao poder. São 30% do eleitorado que não pode ser desprezado, mas, de acordo com dados do IBGE, 31% da população brasileira são evangélicos e estão sendo humilhados, menosprezados, ironizados, tratados como imbecis porque pagam dizimo, obedecendo a Bíblia, porque não votam na esquerda.

Lula, na cadeia, deu ordens para que a gerente do cabaré desenvolvesse ações para atrair evangélicos. Não sei como vai se colocar evangélicos num puteiro, mas o cara é santo e tudo pode. Então, para isso os evangélicos são importantes, são fundamentais e fora disso são “gado, boiada, alienados”.

Lula, fora da cadeia, disse na Bahia, em novembro de 2019, que o PT não tinha que fazer autocrítica. Lembro de entrevistas nas páginas amarelas de Veja, do senador Humberto Costa, falando nos erros cometidos e nessa necessidade de dizer que erraram. José Dirceu confessou em entrevista que foi “confundindo” as coisas, que começou a gostar das facilidades e vai por ai. Rui Costa, salvo engano, foi o último a dizer que era necessário fazer autocrítica. Todos foram devidamente repreendidos pelo dono do cabaré. Puta não tem preferência, tem que atender o freguês.

Então, vem esse “Lascânio” da vida, numa matéria tendenciosa, falar de perdão para um partido que não reconhece que errou, que não se arrepende do que fez e que, de acordo com o que disse o presidente do diretório do PT em Laje de Muriaé, Sr.Liedo Luiz da Silva, deve “fazer muito e roubar pouco”. O sr. Lascânio tem um sobrenome interessante: SELEME, que é um anagrama de MELE-SE outro é SE MELE. Então, peço encarecidamente ao Sr. Lascânio que Se Mele sozinho nisso. Chega.

O PT já foi devidamente perdoado. Os condenados no mensalão foram indultados por Dilma. Ninguém mais está preso. O aliado do PT, “o homem de R$ 51 milhões” foi solto ontem. Na verdade, usando a poesia de Chico Buarque – cara visionário, pois escreveu Meu Guri sem saber que Lula ia se encaixava nos versos – eu chego a conclusão de que eu devo pedir perdão ao PT. Eu traí o PT quando acreditei nessas mentiras que foram propaladas, quando achei interessante aquele maldito powerpoint. Como diz Chico, “te perdoo por te trair.”

21 pensou em “O PERDÃO

  1. A putada petralha fica puta da vida ao reclamar e perguntar: por que comparam tudo com o Seboso de Caetés e a Vaca Terrorista da Dilma? RESPONDE-SE: por uma questão de parâmetro (característica ou variável que permite comparar algo). Entenderam, hipócritas com abstinência de corrupção?!?!?!

    P.S.: – Lula e o PT tornaram-se odiados e insignificantes por esforço próprio…

  2. Antes que esqueça (maldito alzheimer!), aproveito para aplaudir o texto primoroso do Assuero (grande novidade, Sancho. Assuero é desses que só fazem primor).
    ¿Quién dijo que no hay motivos para creer? Son mas onestos que los otros.

    Pede a mídia: é hora de perdoar o PT.

    Diz quem entende: “Lula é o político mais honesto que Lula conhece.” Josias de Souza

    Son, al fin y al cabo, seres humanos, con sus pulsiones, sus deseos y sus pecados. Nada nuevo bajo el sol. El dinero y el poder siempre han corrompido a los seres humanos. Ha sido así históricamente y así será por los siglos de los siglos. No se puede confiar en nada ni en nadie.

    Por essas e outras, voto BOLSONARO.

    PS: O PS do Altamir foi certeiro como flecha de Hobin Hood: – Lula e o PT tornaram-se odiados e insignificantes por esforço próprio…
    (grande novidade, Sancho. Altamir é desses que não desperdiçam PS, sempre de grande utilidade).

  3. Maurício,

    Esse discussão de perdoar ou não quem nos fez o mau remete ao assassino de John Lennonn, Mark David Chapman, que pegou prisão perpétua pelo assassinato do ex Beatles, com direito a pena ser revista de 10 em 10 anos.

    Considero o argumento dos jurados (não sei se é isso mesmo) que optam pela manutenção da condenação, justíssima porque um sujeito que teve a coragem de matar com cinco tiros um inocente não é digno de conviver em sociedade.

    Lula e sua quadrilha mereciam o mesmo destino! Mas como estamos no país avacalhado com um Código Penal e um Código de Processo Penal bosteis, tudo vira festa no Puteiro de Brasília, o maior cabaré de mundo.

  4. Maurício , o Ascânio poderia explicar o porque o Silvinho Land Rover aceitou fazer trabalhos comunitários se o partido nunca cometeu erros .

  5. O partido que deveria ser perdoado , na verdade deveria ter o seu registro cancelado , porque recebeu dinheiro do exterior , do Muamar Kadhafi .

  6. Eu, Hades fubânico, sacerdote do submundo desta gazeta escrota, lanço a súmula do perdão ao PT:

    LAPA DE CORRUPTO, VACA PEIDONA BÚLGARA, POSTE JAIMINHO ANDRADE E TURBA, QUE TOMEM BEM NO OLHO DO CU!

    VÃO SE FUDER LÁ NA PUTA QUE LHES PARIU!

    BEM DEPOIS DA CASA DO CARALHO!

    QUE A BÊNÇÃO DO SANTO COVID ESTEJA SOBRE VOCÊS, INGLÓRIOS CLEPTÔMANOS INÍQUOS E OS AGUARDO EM MINHA MORADA ONDE SERÃO INQUILINOS POR TODA A ETERNIDADE!

    EM NOME DA “BOBÔNICA”, DA PESTE E DA “FEBETIFE” DO RATO: AMÉM!

    Nikolai Hel, Hades do panteão greco-fubânico

      • Digníssimo Assuero,

        não se preocupe com minha condição mental, pois gozo de minhas plenas faculdades cognitivas. Isso tudo que falei é apenas uma representação do perdão coletivo que o PT e seus asseclas tanto merecem.

        Porém, dessa vacina que o senhor tanto anseia eu diria que Boiano é, indubitavelmente, o maior necessitado, ainda que eu considere ali um quadro irreversível e incurável.

  7. Assuero, Assuero…
    Tantas verdades ditas assim, de uma vez só, pode causar um choque.
    Vou espalhar o link de sua coluna pelo oco do mundo.

  8. Jesus, só teu Xará apruma. Como diz o ditado “tem algo muito errado nisso aí que tá errado”. Se a Globo está publicando isso, sei não.

  9. E ainda lembro Maurício que na minha época de catecismo( O da religiao, claro. O da revista não conta) que pra ganhar o perdão além de se arrepender tinha a penitência , que as vezes minha avó me obrigava a ajoelhar no milho. Como penitência aos petistas uma temporada de 10 anos na corea do Norte aí vou pensar em perdoar

  10. Gonzaga, eu sou um cara comedido. Entendo que “perdão foi feito pra gente pedir”, como dizia Ataulfo Alves. Mas, essa coisa de perdoar, envolve o reconhecimento do erro. A desculpa é decorrente do ato acidental, é o culposo, mas o perdão é doloso.

  11. Mestre Assuero, como sempre, cirúrgico em suas colocações.

    Como perdoar algo ou alguém que diz não ter cometido erros???

    Ora, Lula/Dilma viveram um parlamentarismo pleno e ativo. Quem governava, na verdade, como uma espécie de primeiro ministro, era Marcelo Odebrecht. O sujeito montou uma estrutura/departamento exclusivo para gerenciar, administrar, contabilizar e desviar somas incalculáveis de verbas públicas. Verba que retroalimentava os ávidos bolsos dos parlamentares de partidos aliados. Marcelo tinha departamento exclusivo para redigir MPs de seu interesse pois, sabia, a aprovação era liquida e certa. Lula, como umboneco, vivia viajando, literlamente, na maionese preparada, com esmero, por João Santana e zédirceu.(pobre em avião, iogurte, empregada com o mesmo perfume da madame, pobres nas “faculdades” e outras sandices)

    O Lula, sempre fez uso de mentiras e subterfúgios para negar as marcas de baton na cueca (até as recheada de dólares). Mentiras que podem ser pesquisadas seja em ordem númérica ou alfabética.

    Dessa forma, Lula tornou-se o deus LOKI tupiniquim. Loki é o deus da mentira na mitologia nórdica. Também denominado o “pai da mentira”, trapaça e magia, com poder de tranfomar-se em outros animais (falcão, cavalo, etc). Sua imagem está associada ao “caos necessário” para a “busca do progresso”. Creia!

    Assim como Maradora é uma espécie de semi deus na Argentina (com templos/liturgias e mandamentos), Lula também o é, pelos petistas. Berto sempre posta uma charge em que ele é carregado num andor pelos seguidores da seita.

    VÁDE RETRO!!!
    .

  12. Marcos, de fato, muitas MP’s foram destinadas o Odebrecht. Marcelo, o príncipe, soube como fazer e eu acredito que ele não contou tudo que sabe. Veja a planilha com obras na casa de Toffoli e do irmão. O amigo do amigo do meu pai.

  13. Meu caro Maurício, agradeço chorando: é a primeira vez que me é dedicado um texto.
    Meu pranto mais se expande por relacionar-se a dedicatória ao perdão, benevolência máxima de um coração humano, na doutrina do Cristo.
    Para quem não quer seguir o mandamento do Pai Nosso, ““perdoai as nossas ofensas assim como nos perdoamos a quem nos tem ofendido”, recomendo a versão anterior.
    Para mim, a Igreja andava incomodada com a proposta anterior “perdoais as nossas dividas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores”.
    O que é isso, irmão, vou ter de aliviar aqueles dez contos?
    Eu, quando rezo sozinho, prefiro o texto anterior, acho tão radical quanto a viúva doar a sua única moeda.
    Isso, sim, é desprendimento.
    Mas… falava-se na verdade do PT.
    Não, o PT não precisa e não quer o teu perdão:
    – O PT QUER E PRECISA DO TEU VOTO!

    • Ilustre é mais fácil o perdão. Talvez daqui a cem anos, mas antes disso o partidi está extinto e eu não sei se aguento mais cem anos.

Deixe uma resposta