A PALAVRA DO EDITOR

Ai embaixo está a manchete de primeira página de ontem, domingo, do Correiro Braziliense.

O Correio é o principal jornal de Brasília e um dos integrantes da “grande mídia” de Banânia”.

Vejam que lindo:

O POR – Partido Oposicionista das Redações, presidido pela Folha de S.Paulo, está numa atuação incansável.

Atentem bem para a frase, para o autor da frase e para o tema contido na frase.

Sarney, parceiro-irmão de Lula e antigo Donatário da Capitania do Maranhão, continua, como desde o século passado, cagando grossos tolôtes orais por baixo daquele fedorento e desmoralizado bigode.

Enfim, o pitaco do pai de Roseana é um atestado de honradez e de competência dado de mãos beijadas ao presidente Bolsonaro.

Se juntarmos isto com um comentário feito pelo lulo-petista Ceguinho Teimoso aqui no JBF, aí é que o Messias pode mesmo dormir tranquilo.

Ceguinho escreveu o seguinte:

Bolsonaro é burro, tosco, incompetente e feio.

Só faltou completar dizendo “mais burro, mais tosco, mais incompetente e mais feio do que Lula“.

Claro que não chamou de corrupto e desonesto. Claro. Lógico. Aí já seria caso pra internação em camisa de força.

Todos nós sabemos que, dependendo de quem ataca, a cacetada é um elogio, uma declaração de competência e de probidade.

Se um cabra que vive dizendo que Lula é um santo inocente e honesto, este mesmo cabra ao escrever este tipo de apreciação sobre Messias, é sinal irrefutável de que Messias é bom e tá no caminho certo.

Conclusão lógica e indesmentível.

Resumindo:

O Presidente Bolsonaro pode ficar tranquilo e continuar trabalhando normalmente, fazendo muito neguinho ficar emputiferado e babando de raiva.

O que, convenhamos, é ótimo pro Brasil e pra todos os cidadãos que prezam a honestidade e a competência.

Deixe uma resposta