O ORIFÍCIO RUGOSO QUE POVOA AS MENTES CANHOTAS

Comentário sobre a postagem UM DEBATE ARRETADO

Silas Chaves:

Pobre alma inculta, essa tua, meu caro Berto!

Como pudeste pensar que um tema de tanta pobreza intelectual como “Literatura Pernambucana”, pudesse atrair as mentes canhotas que dominam a universidade brasileira – o professor Rodrigo Jungmann que o diga!

Santa ingenuidade!

Tivesses incluído aquela palavrinha mágica – aquele monossílabo tônico de duas letras que descreve o orifício rugoso do corpo humano, como o nomeia a professora Paula Marisa – no título de tua palestra, terias uma platéia de centenas de esquerdopatas e assemelhados, atentos à ordem dada pelo palestrante de enfiar o dedo no tal orifício do outro sentado ao lado ou à frente …

Mas, que pena! na próxima vez que te convidarem para esses saraus literários não te esqueças: inclui o monossílabo na tua fala.

Sugestão:

O cu e a literatura pernanbucana” ou “Literatura pernambucana: o cu entre a tradição sexual vitoriana e a revolução LGBT”, ou ainda “Literatura Pernambucana: a imagem do cu como elemento disruptivo contemporâneo”.

Não precisa me agradecer pelas sugestões!

Abraços.

* * *

Acrescentando:

Que tal publicar no Jornal o vídeo a seguir?

Deixe uma resposta