O LEGADO DEIXADO POR UM PAI QUERIDO

Comentário sobre a postagem O NOSSO GENERAL

Carlos:

É… esta academia é uma porcaria mesmo.

Meu pai foi aspirante da artilharia em 1953 e faleceu como coronel aos 49 anos, estudando a vida toda, primeiro na EsPPA, depois AMAN, EsAO, ECEME, etc.., fora os cursos intermediários como CEP, no forte Duque de Caxias, EsNI, etc.

A academia foi tão ruim que ele não aprendeu a roubar, enganar, nada e quando encantou-se, deixou-nos um apartamento recém comprado em Brasília e uma dívida de 25 anos com a CEF (que o seguro obviamente quitou).

Infelizmente, pela péssima academia e ensinamentos que frequentou e teve, não nos ensinou a roubar, mentir, enganar e eu e meu irmão tivemos que nos virar na época de sua morte para sobreviver, acadêmicos que éramos da UnB, meu irmão no quinto ano de Medicina e eu no terceiro ano de Engenharia Mecânica e nossa querida mãe teve que voltar a dar aulas em colégios, com seus quase 45 anos, professora formada que era.

A pensão era de chorar na rampa, naquela época.

Finalizando, este foi o legado que nosso querido pai nos deixou, por ter frequentado uma péssima escola.

Uma família íntegra, unida, tendo como exemplo um cara formado numa escola que preza a retidão de caráter e a camaradagem sem fim.

E o imenso amor por este país.

Salve a AMAN, Salve o Exército Brasileiro.

* * *

2 pensou em “O LEGADO DEIXADO POR UM PAI QUERIDO

  1. Se todos os brasileiros tivessem tido acesso a AMAN, não haveria delinquência nem marginalidade! Uma Escola de Civismo!
    Salve o Exército Brasileiro! Salve a AMAN! Parabéns, Carlos!

Deixe uma resposta