O JBF DERROTOU AS PUTAS

Comentário sobre a postagem UM JORNAL BOM

Sancho Pança:

O JBF nasceu tão pequenininho e me orgulho de acompanhá-lo desde que Berto o pariu…

Um homem e um teclado, nada mais. Ninguém visualizava, ninguém curtia.

Berto possivelmente pensou em retornar á pracinha para jogar dominó, que largara para dedicar-se ao brinquedinho (filho) recém nascido.

Mas (bendito mas) o bebê de Berto cresceu a agigantou-se, mostrando ao Nordeste, ao Brasil, ao Mundo e até aos povos de Júpiter e Crypton as peripécias petistas em terras tupiniquins.

Graças ao JBF larguei a cachaça, as raparigas, o puteiro e a cantilena do padreco domingueiro.

Que seja eterno enquanto dure…

* * *

“O JBF é uma gazeta tão escrota que até eu leio”

Deixe uma resposta