DEU NO JORNAL

O voto do ministro Dias Toffoli, relator do processo no Supremo Tribunal Federal sobre o compartilhamento de dados dos órgãos de controle sem autorização judicial, não foi claro para pelo menos dois magistrados da Corte.

Toffoli foi favorável à imposição de restrições tanto à Receita Federal quanto à Unidade de Inteligência Financeira (UIF), que é o antigo Coaf, mas não conseguiu explicar bem quais serão as regras para cada um desses órgãos.

– Tem que chamar um professor de javanês – ironizou o ministro Luís Roberto Barroso após o fim da sessão.

Depois do julgamento, questionado por jornalistas se poderia explicar o voto de Toffoli, o ministro Edson Fachin respondeu com outra pergunta:

– Tem uma pergunta mais fácil?

* * *

Agora eu já sei adonde é que o colunista Goiano vai buscar seus arrazoados surrealistas pró-Lula e pró-PT.

É nos compêndios ajavanezados do companheiro de militância petista Dias Toffoli.

Quem quiser traduzir do Javanês toffoliano pro Português do homem comum, é só acessar o Tradutor do Google.

Lá se pode traduzir do Português pra tudo quanto é língua do mundo.

E vice-versa.

É só clicar aqui pra acessar.

Vejam, por exemplo, uma expressão traduzida do Português para o Javanês no Tradutor do Google:

Deixe uma resposta