O INSTITUTO DATA BESTA ESTÁ NAS RUAS

A “isenção” e o alto padrão jornalístico da grande mídia banânica estão retratados na imagem acima.

Trata-se de postagem feita pelo jornalista global Lauro Jardim em sua coluna, antecipando os presidentes que vão exercer o governo deste país.

Imprensa e governo: este é o tema da última Enquete do JBF que está no ar.

A pesquisa será encerrada hoje, domingo.

Não deixe de cumprir o seu dever cívico-patriótico.

Vá aí do lado direito e exerça a cidadania fubânica dando o seu pitaco.

2 pensou em “O INSTITUTO DATA BESTA ESTÁ NAS RUAS

  1. Ambos, Huck e Dória estão em decadência total.

    O melhor que Huck já fez até hoje foram a Tiazinha e a Feiticeira. Nem soletrar ele sabe, pesquisem para ver a vergonha que foi.

    Tem casa de praia embargada por avançar em área da união e jato financiado com subsídios nossos do BNDES, após tirar muitas fotos abraçado com o Lula.

    O Dória surgiu apoiado pelo Alckmin e se opôs ao Haddad, ganhando a prefeitura de SP em 1º turno de forma inédita. Parecia ser o retrato da modernidade.

    Um ano e meio depois larga a prefeitura para se aventurar no governo do estado contra um candidato de esquerda. Ganhou largando o Alckmin de lado, abraçou o Bolsonaro e se elegeu por pouco.

    Logo após se eleger, se lançou candidato à presidência e se coloca como contraposição ao JB.

    E adivinhem? Tem jato do programa: “meu jato minha vida” do Lula.

    São estes os candidatos ideais da extrema imprensa e da isentoleft.

    Tá bom assim ou querem mais?

  2. Essa postagem lembrou uma notícia que li sobre uma nave espacial que está sendo preparada para pousar no Planeta Terra, trazendo novos candidatos para as próximas eleições de Presidente da República. Confesso que não sei se é mais uma “falsa notícia”, tampouco não foi destacado se o veículo utilizado foi adquirido com dinheiro do governo sideral, no caso afirmativo, se foi cobrado juros e se as prestações estão sendo pagas em dia.

    Achei inteligente por parte dos novos postulantes avisar que só vão aterrizar em meados de 2022. Imaginem rebuscar a vida dos novos candidatos na “Internet Sideral”?

    Até lá, vamos continuar com as informações da mídia oficial, e a paralela noticiando novas eleições no dia seguinte a posse dos governantes.

Deixe uma resposta