O ESGOTO ESTÁ EM QUEDA

Em queda livre na audiência, Globo decide encerrar o programa ‘Combate ao Coronavírus’

A TV Globo tomou a decisão de encerrar o programa ‘Combate ao Coronavírus’, exibido nas manhãs da emissora.

O ‘especial’ passou a ser exibido desde 17 de março.

O telejornal perdeu fôlego na disputa pela audiência.

Após contínuas derrotas no ibope, a atração chegará ao fim na próxima sexta, dia 22.

* * *

Vocês podem acreditar: ainda tem gente que sintoniza a Globo, aquela emissora que abandonou o jornalismo sério e isento pra se transformar num partido de oposição.

Tô falando sério: tem gente que ainda sintoniza.

Podem acreditar mesmo, mesmo, mesmo!!!

Tenho uma vizinha aqui no meu edifício que não perde um único programa.

E, por uma incrível coincidência, esta tal vizinha tem a mesma cara do noticiário da Globosta: é feia que só a porra.

Horrivel!!!

8 pensou em “O ESGOTO ESTÁ EM QUEDA

  1. Não sabia nem que havia um programa ‘Combate ao Coronavírus’ da Globo, pois não assito mais TV. Mas um parente que é lulista de carteirinha me informou que a GloboNews está falando do número de mortes no Brasil e fez uma entrevista com os governadores sobre a ajuda aos estados que a camara aprovou e o presidente ainda não sancionou. Aí fiz uma única pergunta à esse parente lulista: os governadores entrevistados são aqueles que compraram ventiladores super-faturados? Ficou bravo e disse que é preciso tirar o Bolsonaro e o Mourão e colocar no lugar o Andrade e a Manuela no lugar que aí o Brasil vai dar certo, pois os dois vão fazer tudo que o Lula mandar!

  2. Quem já teve furunculose vai entender bem o que estou dizendo: essa merda dói pra carai e dois mais ainda quando está sendo espremido. Mas depois deste sofrimento o alívio é enorme.
    Qualquer semelhança com a Globolixo não é mera coincidencia.

    • Abandonei a tv dos Marinho quando demitiram o WW. Hoje, mesmo não sendo evangélico, perco meu “nada precioso” tempo com o jornalismo da Record.

  3. Tarcísio,
    Furunculose é um negócio ruim prá daná.
    Ainda guardo a cicatriz dessa porra na minha coxa direita.
    O negócio não acabava nunca.
    Foi quando minha mamãe mandou meu irmão me segurar e ela espremeu a porra até sair aquilo que chamávamos de carnegão.
    Eu tinha só uns 10 ou 11 anos.
    Doeu “bragaraio” mas resolveu. A coisa sumiu depois de alguns dias. Cicatrizou, mas a marca ficou, bem mais sutil, afinal, já estou com o pé na cova, 70 bem ou mal vividos anos.
    Quanto à “Globolixo”, a última atração que assisti foi bem “pratrazmente”, como dizia Odorico Paraguaçu, personagem do nosso saudoso e genial Paulo Graciando, “O Bem Amado”.
    No jornalismo, nada mais, tentei ver o tal “Globo News”, mas logo percebi o viés esquerdopata e desonesto de seus jornalista e “sartei de banda”.
    Agora, só documentários e seriados nos canais pagos.
    Furunculose! Até fiquei com saudades do meu furúnculo. Quem não teria saudades de seus 10 ou 11 anos de idade, mesmo com furunculose, quando já está com o pé na cova? KKKK
    É por isso que eu não arredo pé do JBF.
    Aquele abraço, Tarciso.

  4. Pratrazmente também sofri com o tal carnegão. Misericredu!!! E o jovencito Pança mijou-se todo de dor enquanto minha querida vovozinha, com um olhar de ursa enlouquecida no cio, espremia minha alma por entre os calejados dedos de roceira, enquanto uns três tios tentavam segurar o piá que fui um dia.

Deixe uma resposta