XICO COM X, BIZERRA COM I

Quis saber sobre o Amor:

disse-me o tolo
em sua tolice doentia:
– não, não há!

rebateu o sábio
em sua sábia sabedoria:
– talvez haja!

concluiu o louco
em sua louca euforia:
O amor há!

e eu,
meio tolo,
sábio pouco,
muito louco,
neste pus-me a crer
por mais são me parecer o seu parecer …

O amor há!

4 pensou em “O AMOR HÁ?

  1. Nesse assunto quem não for louco, tolo será. Sabio quem com o louco concordar.
    Abraços ao Padre José Paulo e ao Zé, que me honram com seus generosos comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *