DEU NO JORNAL

Tem custado muito esforço do pagador de impostos bancar os egos e os custos do casal presidencial na residência do Palácio da Alvorada.

Somente o consumo de água e luz da dupla & cia custou mais de R$ 1 milhão aos brasileiros, este ano.

Lula e sua mulher escalaram 74 funcionários, que se revezam 24 horas do dia paparicando o casal.

As extravagâncias incluem 11 motoristas para oito carros, aspones, maître, chef de cozinha, garçons, camareiras, fisioterapeuta e diversos outros.

A coluna acionou a Lei de Acesso à Informação para ter acesso às contas de luz do Alvorada no primeiro semestre, totalizando R$ 589,2 mil.

O consumo de água do casal presidencial e funcionários do Palácio Alvorada fechou em R$ 418,5 mil, de janeiro a setembro.

A estrutura milionária para garantir as mordomias do casal inclui o impressionante consumo de gás na cozinha palaciana: R$ 57,3 mil.

Os custos da mordomia não incluem o viveiro de pássaros do Alvorada, cuja conta de água, que já bateu R$ 265,8 mil, em agosto foi R$ 61,6 mil.

* * *

Com o dinheiro do impostro que sai dos nossos bolsos, o palácio-bordel luleiro pode pagar milhões pela conta d’água dessa parelha imunda.

Mas não tem água nesse mundo que lave a sujeira despejada nos ares brasileiros por esse casal asqueroso.

Um fedor horripilante que polui tudo de ponta a ponta.

É pra arrombar a tabaca de Xolinha!!!

Xolinha de tabaca arrombada por conta da gastança piramidal de dinheiro público, pelo casal mais inútil de toda história da república brasileira

2 pensou em “NUM TEM ÁGUA QUE LAVE

  1. Quando esse filho da puta desse velho bêbado e cagado bostejou “aqui tem passarinho, ó, escuta, o outro lado é só ódio…” ele deveria estar ouvindo é o canto de melancolia dessas aves presas no viveiro. Canalha dos infernos. Temos que saber também quanto até hoje foi gasto em fraldas pra segurar a merda desse cagado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *