NOTÍCIAS SUPREMAS

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal nem mesmo discutiu as provas dos crimes de corrupção que condenaram Aldemir Bendine, ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil.

Mesmo sob risco de abrir as portas da cadeia para ladrões indiscutíveis, a Segunda Turma se apegou a tecnicalidades processuais para anular o processo e devolvê-lo à estaca zero. E deu grande alento à velha impunidade.

Horas depois da decisão que livrou o “bode na sala” Bendine, com insultos à força-tarefa da Lava Jato, Lula já apresentava seu recurso.

Agora faz sentido o aviso categórico de Paulo Okamoto a petistas, em intrigante visita a Brasília, sexta (23): “Lula será solto em dois meses”.

Em gravação de 2016, o ex-senador Romero Jucá apontou “grande acordo nacional, com o Supremo, com tudo”, para anular a Lava Jato.

*

Ainda ontem, o ministro Edson Fachin (STF) já mandou reabrir o prazo à defesa de Lula para apresentar suas alegações finais no caso da documentadíssima propina de R$12,5 milhões para Lula.

Como sempre, mais um recurso de Lula vai tramitar na velocidade da luz.

Diferentemente de todos os demais réus da Lava Jato.

E dos cerca 3.500 que estão na fila do Supremo Tribunal Federal.

* * *

Nesta notícia aí de cima, eu gostei foi da expressão “documentadíssima”.

Tá arretada!

Uma propina “documentadíssima” é coisa típica deste nosso país surrreal.

Mesmo assim, o fubânico lulo-petista Ceguinho Teimoso não se cansa de dizer que a única coisa “documentadíssimo” em relação a Lula é o seu RG.

RG que nos últimos tempos foi substituído por uma Ficha Prisional.

Uma ficha que está em vias de ser apagada por um esgoto banânico mais conhecido como STF.

Deixe uma resposta