A PALAVRA DO EDITOR

O ROMANCE DA BESTA FUBANA

Ganhou dois prêmios de Melhor Livro do Ano:

Prêmio Literário Nacional – Instituto Nacional do Livro/MEC
Prêmio Guararapes – União Brasileira de Escritores

Adquira a quarta edição da Editora Bagaço, com toda tranquilidade e segurança, e receba pelos correios.

E também todos os demais títulos deste autor.

Basta clicar aqui para acessar a página da editora.

31 pensou em “O COMERCIAL DO EDITOR !

  1. O último livro publicado pelo mestre Luiz Berto, “A Serenata”, é uma obra-prima do romanceiro nordestino, que só um gênio pode tratá-lo com a delicadeza que o tema o requer.

    Meus parabéns, mestre, por nos ofertar com essa maravilha de miniromance.

  2. Concordo com você Caro Ciço. Também gostei muito do livro A SERENATA , MAS NA VERDADE TAMBÉM FIQUEI ENCANTADO COM O LIVRO ” Memorial do mundo novo”. Livro esse que ganhei de presente do meu amigo Berto em Maio de 2019, autografado, como
    presente do meu aniversário no dia 8 de maio .
    É realmente muito dificil dizer qual o melhor livro do amigo Berto, pois tenho todos e já os reli por diversas vezes, isto sem falar do meu
    favorito que é o A PRISÃO DE SÃO BENEDITO , no qual é contada a estória do santo pretim que foi preso na coréia de Palmares, praticando
    algumas indecênças, indignas de um Santo.
    São várias as estorias hilárias, contadas com aquele molhp nordestino
    que somente ” Eles ” sabem contar, Eles, são todos aqueles talentosos
    e magnificos escritores nordestino que nunca fogem da autenticidade
    brasileira, e seus livros são escritos nas cores verdes e amarelas, em contraste com alguns escrevedores cujos escritos parecem terem sido traduzidos para o brasileiro e ficam insípidos.
    Falo de conhecimento de causa, pois garanto a vocês que já li, no
    minimo perto de 3 a 5.ooo livros. Acreditem ou não.
    Parabéns Berto, pela sua contribuição à literatura brasileira.
    Leio desde os 6 anos. quando ganhei de presente o meu primeiro
    livro ” Os três mosqueteiros ” , fiquei viciado e se leitura fosse
    droga eu já teria morrido.
    Mas feliz.

  3. Comprei O Romance da Besta Fubana, A Guerrilha, e A Prisão de São Benedito. E como palmarense era minha obrigação depois de anos acessando o Jornal da Besta Fubana

  4. Amado Mestre,

    Sua propaganda com os livros de sua autoria me honra nesse país onde um psicopata Lecter vai “administrar” o país por uns dias!!

    POR UNS DIAS!

    Amém!

  5. Caro editor Luiz Berto!
    Bom dia!

    O ROMANCE DA BESTA FUBANA, por ser tão bom, tão nordestino, tão universal, deveria estar com o título em letras garrafais e em itálico!

    De Palmares para o mundo!

  6. A coleção dos livros de sua autoria enriquece qualquer biblioteca, querido Editor Luiz Berto!
    Todos são excelentes!

    Grande abraço!

  7. Através de Berto, Palmares transfigurou-se na nossa Macondo. Só que com mais charme e safadeza típica nordestina.
    Não é a toa que é sucesso de público e de crítica desde o seu lançamento.
    Dele surgiram vários estudos e valeu uma dissertação de mestrado.

  8. Pingback: O EDITOR SE AMOSTRANDO-SE!!! | JORNAL DA BESTA FUBANA

  9. Besta Fubana surpreendeu-me pela falta de parágrafos… É uma obra para ler sem perder o fôlego, se puder. Mas (sempre o mas…) é ESPETACULAR! Recomendo a leitura, massssss…, usem máscara com oxigênio…

  10. Muito bem, Berto. Vamos lá ver o que aprontou o nosso São Benedito. Depois te conto. Ou melhor, ilustro. Com todo respeito, claro.

  11. Ainda guardo a esperança de ver o filme d’O Romance da Besta Fubana revitalizando o livro do Berto, tal como o filme d’O Auto da Compadecida fez com o livro de Ariano Suassuna.
    Aliás, os dois são semelhantes na fantasia literária. No cinema seria sucesso garantido de bilheteria.
    Não sei o que os cineastas brasileiros estão esperando para fazer logo este filme. O Ministério da Cultura, agora recriado, bem que poderia pensar nisso.

  12. Seus livros são todos excelentes, querido Berto! Mas o meu xodó é a “Prisão de São Benedito”!!! Acho maravilhoso!
    Parabéns pelas premiações!

    Grande abraço!.

  13. Pingback: JÁ LÁ SE VÃO 40 ANOS… | JORNAL DA BESTA FUBANA

  14. Pingback: REYNALDO WONGTSCHOWSKI – SÃO PAULO-SP | JORNAL DA BESTA FUBANA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *