7 pensou em “NOSSA SERRA, TALHADA E BELA, NOSSA VILA

  1. “Serra, bela vila, Vila Bela, ontem vila, hoje Serra;
    Talhada pela natureza…
    De manhã o sol rasgou o céu e eu fui vendo tudo que era meu,
    Grandes casarões portas abertas,
    Risos de irmãos e amigos meus,
    Grandes corações, todos abertos,
    Onde se acredita mais em Deus”
    Trechos da música de Arnauld Rodrigues dos anos 70, na minha casa tinha esse compacto, no lado B era uma música do Comercial FC.

    • Meu pai, seu Djalma, é de Serra Talhada, da família Nogueira. Na minha infância e adolescência era destino certo nas minhas ferias. De dia visita ao sítio Cipó e de noite passear pelo Bar Morumbi e Batukão quando tinha festa. Moro em Tabira onde meu pai veio trabalhar no IBGE em 1957, conheceu minha mãe e constituiu família.

  2. Eu já disse mil vezes que o pariceiro Severino Souto deveria fazer uma exposição dessas fotos. Até que fosse virtual, afinal dilma visitava os museus pela internet.

Deixe uma resposta